Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Críticas, alfinetadas e até acusações tomam sessão de Itapecerica

Por | 16/10/2013

arquivo1

Arquivo Jornal na NetAlfinetadas entre oposição e vereadores de base marcaram sessão

A sessão da Câmara de Itapecerica da Serra, desta terça-feira (15) foi tomada por críticas, alfinetadas e ânimos acirrados. Acusações também foram desferidas, entre vereadores da oposição e base. Enquanto Edicarlos Bispo, o Sangue Bom (PDT) não poupava as duras críticas ao atual governo, ao citar o trânsito “caótico”, a falta de médicos, transporte escolar, maquinário quebrado e muito entulho. Os da base defendiam o recapeamento, a limpeza da cidade, regularização de água e esgoto no bairro Trapé, entre outras benfeitorias nestes 10 meses de governo, do prefeito Amarildo Gonçalves, o Chuvisco (PMDB). Partiu deles também o anúncio de emendas conquistadas junto a deputados estaduais e federais.

Até mesmo o petista Professor Ernandes, que é considerado oposição à administração de Chuvisco, afirmou que “nunca a cidade esteve tão limpa, citando o bairro Parque Paraíso”. Ele só lamentou a fiscalização não ter conseguido “alcançar” quem joga entulho na cidade. “Não porque o prefeito não está fazendo”, ressaltou. “Apenas com um telefonema, a boca do bueiro cheia de entulho em frente à escola Jornalista, foi limpa”, elogiando o trabalho do pastor Márcio, responsável pelo almoxarifado da cidade.

Edicarlos Bispo, o Sangue Bom afirmou discordar com do petista, quando ele diz que a cidade está “a todo vapor”. “O Potuverá está abandonado. Sofre com a estrada dos Godoys, seis meses sem fazer a ponte. Onde está à limpeza do Parque Paraíso, vereador? ‘o rato corre atrás do gato’. É vergonhoso”, disparou. Ele comentou ainda sobre a compra dos carros novos e cobrou o maquinário quebrado da prefeitura. “Tive que usar um grampo para amarrar a corrente”. Ele acusou os demais vereadores de zombarem de seus requerimentos. “Se algum vereador achar que os requerimentos estão ruins, não votem”, disparou.

Jonas Feijó defendeu a discussão das prioridades dos moradores do Potuverá em reunião com os demais vereadores. Ele lembrou que Chuvisco acolheu as famílias dos detentos do Centro de Detenção Provisória (CDP), que agora não esperam em dias de visitas, ao relento [nas ruas], mas sim na quadra da regional do Potuverá, onde inclusive podem usar os banheiros. Partiu dele também enumerar ruas que foram recapeadas nestes meses de administração, a ligação de água e rede de esgoto do bairro Trapé “como uma questão humana para se sair da clandestinidade”, afirmando que nenhum outro prefeito assinou o documento de regularização. “Não posso deixar de fazer esses registros. Porque quando o vereador Sangue Bom só critica, a impressão que dá, é que não estamos fazendo nada”, observou.

O presidente da Câmara, Cícero Costa iniciou seu discurso pedindo aos vereadores que o regimento da Casa seja mudado, para que durante a sessão, a palavra fique aberta a qualquer momento que o vereador Sangue Bom queira falar, citando a sessão anterior que o edil teria batido e dado muro na mesa, sem se defender. “Assim terá oportunidade, já que na segunda parte não tem o aparteação”.

Ele disparou contra Sangue Bom alegando que é fácil subir na tribuna e não apresentar propostas. “Não é dessa forma que irá funcionar”, opinou. Costa citou ainda que pegar o cartão de propostas de campanha do prefeito Chuvisco e sua vice, Regina, sem ao menos falar do livro feito durante o pleito pela sua coligação “do terminal maravilhoso que vocês fariam”, também acaba sendo fácil. “Em dez meses que está aqui, não mostrou um projeto, mas nem sequer tirado daquelas propostas de campanha que tanto defendia na rua. Não vejo o senhor fazer isso. Sentiria-me muito feliz se viesse aqui se ater àquele livro e pelo menos uma daquelas propostas fosse encabeçada aqui e levada para frente”, disparou.

De acordo com Cícero, Sangue Bom tem por obrigação defender os vereadores, que nestes dez meses, votaram a favor de dois projetos de Leis apresentados por ele, entre eles um que concedeu o título de cidadão Itapecericano “de cunho político para uma pessoa que não mora no município e nunca prestou um serviço relevante pela cidade e os 12 vereadores aprovaram, porque somos companheiros e entendemos o que é ser um vereador”, pontuou.

Ele continuou com as críticas. Ao comentar sobre o projeto que será votado na sessão da semana que vem, de denominação de viela de autoria de Sangue Bom, lembrou em tom ríspido que esse tipo de projeto era o mais criticado nas ruas, por ele “falava que vereador nessa casa só sabia colocar projeto de denominação de via, e o senhor está colocando”.

Em relação às “caras feias” feitas pelos vereadores diante da leitura de alguma indicação ou requerimento do vereador do PDT, Costa explicou. “Se tem algum vereador que na hora de se ater, ver alguma coisa que está no seu requerimento, indicação que está sendo lida, não é que está com pouco caso, é que a gente vê os grandes erros de português. E, o senhor é professor”, disparou. E, completou: “na hora deveria me ater e retirar os seus requerimentos”.

Nem mesmo o filho da vice-prefeita, Regina Corsini, Ramon conseguiu fugir das críticas. “Deveria vir aqui na tribuna defender, porque é vereador como qualquer outro, mas não está fazendo. Isso me deixa muito triste”. Somente Chuvisco foi elogiado por Cícero.  “O prefeito tem feito dentro de 10 meses, o que talvez algum outro prefeito não deva ter feito neste período”, pontuou.

Emendas

Durante discursos, os vereadores Professor Ernandes (PT) e Jonas Feijó (PSD) salientaram as emendas que conseguiram junto a deputados estaduais e federais. O petista no valor de R$ 500 mil e outra de mais R$ 1 milhão. Já Jonas três, sendo a de R$ 420 mil para o Esporte, R$ 330 mil destinados para a Cultura e R$ 150 mil para a pavimentação.

Apelo e conselho

Partiu do vereador Hércules da Farmácia (PMDB) o conselho às pessoas que tiverem pendências junto à prefeitura a fim de aproveitarem à oportunidade da anistia “eu como comerciante consegui diminuir mais de 50% do valor”, disse.

Em forma de apelo, o vereador pediu para que os Itapecericanos votem no vídeo do também morador da cidade, Caio Torrado. Ele está concorrendo a uma bolsa de estudo no Canadá para ser cineasta. “É possível votar pelo Twitter, Facebook. Assista o vídeo e vote. Já têm mais de 25 visualizações, porém só 20 a 30% votaram. Acessem pela minha página do Facebook e votem”, pediu.

De acordo com o vereador é importante ajudar um morador da cidade, que se comprometeu a voltar para Itapecerica, e ministrar cursos de teatro e cinema para os munícipes.

Professores

Os vereadores aprovaram durante a sessão moção de aplausos pelo Dia dos Professores. Na maioria dos discursos, os educadores foram elogiados. O vereador Ernandes subiu na tribuna para apoiar a categoria, uma vez que também é professor, porém disse repudiar a maneira como os educadores têm sido tratados no Rio de Janeiro. “63 dias de greve. E os professores acabam apanhando da força pública. Isso me deixa triste, chateado. Professor tem que ser tratado como educadores, como somos”, desabafou.

Além disso, denunciou a falta de estrutura e equipamentos na educação. Ele disparou críticas ainda, contra a Alesp. “Só lembra do porcentual do governo Federal. Dia a dia está em campanha”.

Leis

Foram aprovados durante a sessão somente um projeto substitutivo de José Martins a Lei nº 1533/13, do executivo que dispõe sobre a utilização dos símbolos do município e, ainda o projeto de resolução nº145/13 que autoriza a participação da Câmara Municipal no evento que específica na Lei.

Ficou prejudicado a votação do projeto de Lei nº 1066/13, de autoria do vereador Fabinho Gêmeos. Partiu dele a retirada do projeto da ordem do dia, por meio de requerimento. A Lei dispõe sobre a declaração de utilidade pública a Associação Desportiva União da Comarca.

23/11/2017

Laércio Lopes deixa o PTB e busca novos partidos para disputar sucessão de 2020

O vice-prefeito Taboão da Serra, Laércio Lopes, anunciou nesta quarta-feira, 24, que vai deixar...

23/11/2017

Novo texto da reforma mantém idade mínima de 65 para homens e 62 para mulheres

O deputado Arthur Maia (PPS-BA), relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016,...

23/11/2017

Polícia Federal prende ex-chefe da Casa Civil do governo Cabral e cumpre outros

22/11/2017

Temer reúne governadores em busca de apoio para reforma da Previdência

Com a proximidade do recesso parlamentar, que começa oficialmente no dia 23 de dezembro, o...

15/11/2017

Analice Fernandes volta a presidir Alesp e marca a história das mulheres

Depois de marcar a história de Taboão da Serra como a 1ª mulher eleita deputada estadual,...

14/11/2017

Analice Fernandes reforça ações de combate a violência contra a mulher

A deputada estadual, Analice Fernandes, que assumiu pela segunda vez a presidência da Assembleia...

14/11/2017

Fórum em Taboão discute as demandas para melhorar a acessibilidade no município

A Câmara Municipal de Taboão da Serra foi palco no sábado (11) do “2º Fórum de Acessibilidade,...

11/11/2017

Presidente da OAB –SP recebe título de Cidadão Taboanense na Câmara

O advogado Dr. Marcos da Costa, presidente estadual da Ordem dos Advogados do Brasil seção São...

10/11/2017

Vem ai a 5º ação do Prefeito no seu bairro no Jr. Santo Eduardo

Neste  sábado, 11/11, à partir das 09:00 horas, com saída da Rua Panorama o Jd. Santo Eduardo...

23/11/2017

ONG Sementes do Amanhã vira pauta de reportagem da rede Globo

A ONG Sementes do Amanhã será pauta de uma reportagem especial da rede globo. Denominada de...

23/11/2017

Taboão terá caminhada contra violência à mulher neste sábado, 25

A caminhada contra a violência à mulher vai fazer o próximo sábado, 25 de novembro, entrar na...

23/11/2017

Laércio Lopes deixa o PTB e busca novos partidos para disputar sucessão de 2020

O vice-prefeito Taboão da Serra, Laércio Lopes, anunciou nesta quarta-feira, 24, que vai deixar...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.