Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Fernando avalia como político e insano ato contra o Poupatempo em Taboão

Por | 11/10/2013

fernando1

Karen SantiagoFernando criticou ato durante a abertura do Outubro Rosa, ontem no Cemur

O prefeito de Taboão da Serra, Fernando Fernandes não poupou críticas ao grupo que organiza a manifestação programada para este sábado, dia 12, na Praça Luiz Gonzaga. Ele caracterizou o protesto como puramente político, uma vez que a maioria dos manifestantes, entre eles integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), são opositores ao seu governo e derrotados por ele, na última eleição disputada ano passado, como no caso do ex-candidato a vice-prefeito, Wagner Eckstein. 

Fernandes afirmou ainda, que o ato beira a insanidade, já que o grupo é contra a construção do Poupatempo e o Bom Prato. Equipamentos que ele considera um progresso para a cidade. O prefeito desmentiu que a praça vai deixar de existir, como afirmado pelos manifestantes e ressaltou também, que nas ruas todos os moradores são favoráveis aos equipamentos.

“Ninguém vai destruir a praça. Além de trazer esses dois equipamentos, vamos implantar uma praça, que não existe lá. Porque eu entendo como praça um espaço arborizado, com equipamentos para crianças e idosos usarem. E lá não tem nada disso. É um grande cimentadão que é usado de vez em quando para alguns eventos, como shows principalmente”, afirmou.

De acordo com ele, o Poupatempo será construído em 1.300 m2 da praça. Sobrando dessa maneira, quase 4 mil m2, para a implantação de uma praça “de verdade”, na sua opinião. “Vamos arborizar, colocar equipamento para 3ª idade, playgroud para as crianças, mesinhas para idosos conversarem, jogarem domino, enfim criar espaço de convivência para aquela região”, pontuou.

Manifestação

O grupo é formado pelo ex-candidato a vice-prefeito Wagner Eckstein, a vice-prefeita na gestão de Evilásio Farias, Professora Márcia, o ex-vereador Paulo Felix, e o atual, vereador Moreira.

Eles se opõem à construção do empreendimento em defesa da praça como um dos poucos espaços de lazer, entretenimento, esporte e cultura na região periférica de Taboão. Eles defendem a instalação em outro local. A manifestação está programada para acontecer sábado, às 10h.

Alguns comerciantes e moradores de toda a cidade pensam diferente. Eles sinalizam a favor do Poupatempo, como forma de criar vagas de emprego, progresso e ainda facilitar a retirada de documentos como RG, CPF, CNH, entre outros serviços, que são adquiridos em Santo Amaro em São Paulo.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.