Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Mulher mata ex-cunhada após discussão no trabalho em Taboão da Serra

Por Anderson Dias | 10/10/2013

mulher450

DivulgaçãoA mãe da assassina comentou o caso, “Não sabia que eu criava uma assassina, isso é muito triste”, definiu

Uma mulher resolveu tomar as dores da filha com a ex-cunhada que havia discutido no ambiente de trabalho numa fábrica de cosméticos, tudo aconteceu na porta da casa da vítima [Adriana Fagundes Almeida], em Taboão da Serra, Aline teria estingado a mãe Rosangela [mulher que tomou as dores], a partir para cima de Adriana e então assassinar a jovem de 32 anos, deferindo-lhe golpes de facada até a morte. O caso já havia sido reportado anteriomente na segunda-feira - aqui.

A assassina segundo a irmã da vítima teria chamado Adriana, às 8:30 da noite, no dia 8/10, na parte de baixo da casa, a irmã pediu para ela não descer, mas ainda assim Adriana foi até o portão da casa para falar com Rosangela [acusada pela morte], que estava acompanhada da filha Aline, que foi quem contou para a mãe [Rosangela], sobre a discussão no trabalho. Mesmo depois que a vítima estava caída no chão, a menina Aline, ainda partiu para cima da vítima, segundo relatos.

O marido de Adriana, que tentou separar a briga também acabou ferido por um golpe na barriga, mas diferente da esposa foi apenas um furo superficial. A irmã da assassina, disse que ela apareceu no local na noite do crime já com a intenção de cometer a maldade, “Minha irmã pra mim eu não tenho mais nenhum sentimento por eles, só que ela pague pelo que ela fez”, desabafou.

A mãe da assassina comentou o caso, “Não sabia que eu criava uma assassina, isso é muito triste”, definiu. A polícia pediu a prisão temporária da assassina [Rosangela Leandro de Freitas], e da continuidade no caso para investigar e averiguar as pessoas que estavam com ela na noite do crime.

s2

Bom, alguém teve sua vida finalizada de maneira muito triste. Antes de mais nada o que levou Rosangela a cometer o crime? Ela já teria ido armada com o objeto do crime ou foi necessário se apoderar do objeto que se encontrava no local para se defender ou defender alguém de alguma agressão física? Teria Rosangela agido em legítima defesa ou em defesa de sua filha? Porque ela golpearia a vítima sem algum motivo? Não teria a vítima partido para a agressão física primeiro? Não estaria a filha da Rosangela sob risco de morte (sendo estrangulada por exemplo) em virtude de uma suposta agressão por parte da vítima? Seria Rosangela de fato uma louca descontrolada? Será que a vítima também não teve sua parcela de culpa no desfecho da confusão? Que tipo de briga havia entre a filha da Rosangela e a vítima anteriormente? Qual seria o motivo dessa briga? O que já vinha acontecendo de fato? Quem estava lá e presenciou tudo que pudesse de uma forma imparcial responder as minhas perguntas? Eu não conhecia Rosangela e tão pouco conhecia a vítima. Estou me posicionando de forma imparcial sem buscar defender nem Rosangela e nem a vitima. Logo meu posicionamento não se baseia em emoções e sim na apuração dos fatos. A vitima morreu de uma forma triste, talvez ela poderia ter evitado também a tragédia. Terá o crime ter sido doloso (com intensão de matar) ou culposo (para uma possível defesa)? Bom não podemos negar que a Constituição Federal que é a Lei Maior, garante a qualquer cidadão o direito da ampla defesa. O princípio do contraditório e da ampla defesa é assegurado pelo artigo 5º, inciso LV da Constituição Federal, mas pode ser definido também pela expressão audiatur et altera pars, que significa “ouça-se também a outra parte”. Art 5º, inciso LV LV - aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes; Deixo aqui aos julgadores. A autora tem direito de defesa.

16/08/2017

PM faz reintegração de posse no Jardim Mimás em Embu das Artes

O 36º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana participou na manhã desta quarta-feira (16), da...

15/08/2017

Fio telefônico solto causa acidente e deixa motociclista ferida em Itapecerica

Uma motociclista ficou ferida após seu pescoço ficar preso em cabo de fio telefônico que estava...

15/08/2017

Alckmin autoriza Dejem que destinará 6 mil vagas para policiamento

O governador Geraldo Alckmin assinou nesta segunda-feira, 14, parceria entre a Secretaria da...

15/08/2017

Homem que esfaqueou ex-companheira e tentou suicídio morre em Pirajussara

O homem que tentou matar a ex-companheira no último domingo (13) a facadas num estacionamento de...

14/08/2017

GCM apreende acusado de assaltos em pontos de ônibus da Estrada de S. Francisco

Um jovem de 17 anos vinha atemorizando pedestres nos pontos de ônibus da Estrada de São...

14/08/2017

PRF apreende revólver com queixa de roubo na Régis

A PRF prendeu na tarde da última sexta-feira (11), um homem em posse de um revolver calibre 38,...

14/08/2017

Gerente do tráfico é preso com 10 kg de drogas em Embu das Artes

Um indivíduo foi detido nesta segunda-feira (14), acusado de tráfico de drogas, na Rua Poços de...

13/08/2017

Homem esfaqueia mulher e tenta se matar em seguida no Embu

O Dia dos Pais quase acabou em tragédia para uma mulher moradora de Embu das Artes. Ela foi...

12/08/2017

Prefeito Fernando Fernandes sanciona a Patrulha Guardiã Maria da Penha

Taboão da Serra é referência regional quando o assunto é a proteção à mulher, conforme prevê a...

11/08/2017

Acusado de tráfico de drogas é preso com cocaína, crack, maconha e lança perfume

Um homem foi preso acusado de tráfico de drogas foi preso na noite da última quinta-feira (10),...

17/08/2017

Creche no Santa Tereza foi roubada 8 vezes esse ano

Pela oitava vez consecutiva, somente esse ano, bandidos invadiram a creche municipal Maria...

16/08/2017

Taboão recebe espetáculo “O Alienista” hoje no CEMUR

16/08/2017

Atuação em eventos fortalece Coleta Seletiva de Itapecerica da Serra

Com o objetivo de reforçar o importante trabalho de Coleta Seletiva em Itapecerica da Serra, a...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.