Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

GCM aguarda perícia há 4 dias após despejo de entulho em Itapecerica

Por | 27/09/2013

despejo

DivulgaçãoDespejo aconteceu na terça e até esta sexta, dia 27 perícia não foi ao local

Já dura praticamente quatro dias à espera de Guardas Municipais pela perícia, em mais um caso de despejo de entulho, na cidade de Itapecerica da Serra. O flagrante aconteceu na terça, às 18h25 e até agora, 12h43 desta sexta, viaturas da GCM preservam o terreno, tomado por tapetes, sofás, madeiras, entre outros objetos, na rua Caraguatatuba, bairro Jardim Montezano. 

O Jornal na Net apurou que na última quarta, 24 horas depois do flagrante, uma nova reiteração de pedido da perícia foi feita pela Delegada de Plantão, porém até o momento, a realização do serviço é aguardada. Essa é a primeira vez, que a perícia demora dias para ir até o local dos flagrantes. Os despejos irregulares de entulhos são constantes na cidade e vários flagrantes já foram reportados pelo portal. Porém, dentre eles, nunca a perícia demorou dias, somente algumas horas.

A justificativa pela demora da perícia seria devido o Instituto Criminal (IC) ter somente uma equipe de crime ambiental. O serviço é feito pelo Instituto Criminal, do Governo do Estado de São Paulo. O jornal tentou por mais de sete vezes contato com o órgão nos telefones divulgados no site do IC: 3815 – 8200 e 3811 – 7000, porém os números só chamam e depois a ligação cai. 

No atendimento feito em ligação ao número 3811 – 7145, um funcionário, que não quis se identificar disse desconhecer tamanha demora da perícia, uma vez que quando o local está preservado, tanto pela guarda, quanto pela polícia, é dado prioridade ao atendimento. 

Os guardas Formagio e Alexandre passavam pelo local e flagraram o despejo, aos fundos de um campo de futebol. O motorista e o ajudante foram levados para a delegacia, porém não quiseram justificar o despejo. O caminhão foi apreendido e a perícia foi chamada, na própria terça-feira.

A permanência durante todo o dia e a noite da GCM no local do flagrante, acaba tirando das ruas uma viatura da corporação, que poderia garantir a sensação de segurança de muitos moradores, além de proteção aos prédios públicos da cidade.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.