Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

O poder do jornal impresso, o Vereador Alexandre Depieri X Imprensa Regional

Por Sandra Pereira | 18/05/2010

eu350.JPG

Jornalismo: a missão da minha vida!

“Meu ideal seria escrever algo capaz de alegrar a menina na cadeira de rodas, de arrancar um sorriso da moça triste na janela. De fazer com que os homens pudessem despertar dentro de si o que há de melhor...”. O fragmento acima é parte de um texto escrito num dos livros distribuídos na escola pública onde estudei a 4ª série no interior de Alagoas. Um lugar tão pequeno e pobre, uma escola tão pequena que até os dias de hoje não consta no mapa. Mas, nunca esqueci esse texto! Ele despertou em mim um desejo tão intenso de escrever para mudar o mundo que quando finalmente pude prestar vestibular não tive dúvidas: vou ser jornalista!

Depois de quase 10 de anos de formada tenho cada dia mais certeza de que é essa minha missão no mundo! Foi para isso que Deus me permitiu nascer. Foi por isso que na 4ª série aquele texto mexeu tanto comigo. Foi ele que me provocou e incentivou a ler todos os títulos da biblioteca da Escola Professor Egídio Barbosa da Silva, no povoado de Lagoa do Caldeirão, zona rural de Palmeira dos Índios. Os poucos livros de lá me levaram a descobrir o mundo. Hoje, a Internet é quem cumpre essa tarefa, até mesmo lá.

Meu ideal de escrever para tornar a vida das pessoas mais felizes não morreu. Mas, a cada dia fica mais difícil concretizá-lo. Sou jornalista! Ainda lembro a primeira vez que disse essa frase que tanto me enche de orgulho. Como jornalista aprendi que as palavras têm poder de mudança. Que o jornal é um instrumento tão forte quanto um tanque de guerra, ou uma multidão enfurecida.

Descobri que a força do jornal não está no idealismo de quem o faz. Mas, na credibilidade conferida por aqueles que o lêem. Um único jornal impresso pode provocar uma revolução. Por isso é inadmissível que um legislador, com diploma de advogado, ignore o poder do jornal impresso, e, mais ainda, agrida a toda uma população alegando problemas culturais na tentativa de ridicularizar o papel da imprensa e o poder do jornal.

Na eleição de 2008, lembro de receber em minha casa uma revista produzida com o papel mais caro, apresentando o então ex-secretário de Assistência Social, Alexandre Depieri como candidato a vereador. Sendo secretário de uma pasta tão desejada como essa pensei de imediato: teremos um novo vereador na Câmara de Taboão. O material de campanha dele, era bonito, bem escrito, repleto de fotos e trazia várias promessas, que até o momento se mostraram eleitoreiras.

Não vi e nem cobri nenhuma ação do vereador que justifique aquela revista tão bonita, cuidadosamente posta dentro de um saquinho plástico para não molhar. Ao contrário do nobre vereador continuo acreditando nos mesmos princípios que me fizeram jornalista. Hoje, já mais madura, comedida, mas nunca de forma covarde, cruel ou me valendo de subterfúgios para atacar os outros.

Desde que vim morar em Taboão da Serra, há exatos 5 anos, me deparei com uma nova realidade da imprensa. Sempre trabalhei em jornal impresso, fiz assessoria e muitos freelas, como a gente chama. Confesso que ainda tento me adaptar a essa nova realidade, onde o jornalista é pouco valorizado, onde o piso salarial é menor do que em Alagoas, acredita? Essa adaptação não foi e não  é  fácil.

A relação entre os jornalistas diplomados e os donos de jornal quase sempre é delicada, o que torna a imprensa regional frágil. Mas, em meio a todo esse contexto turbulento, todos os dias, incansavelmente, nas longas madrugadas frias ainda tento escrever para mudar o mundo. Ainda tento escrever  coisas capazes de alegrar meninas, meninos, moças, rapazes, homens e mulheres tristes.

Talvez por inocência, o vereador atraiu para si a atenção de toda a imprensa regional, seja ela boa ou ruim, agora, ele vai descobrir se as pessoas de Taboão lêem ou não os jornais locais. Cada questionamento ou cobrança que ele receber na rua vai responder a essa questão!

Sandra Pereira - Jornalista formada pela Universidade Federal de Alagoas

Pós graduação quase concluída em Ciências da Comunicação pelo Cesmac


14º

ELIZABETE OLIVEIRA

Sandra, gostei muito do seu artigo.Você trabalha em um jornal impresso?eu sou redatora de um, mas sou formada em historia.entra em contato comigo pela net, para trocarmos figurinhas...beijo.Elizabete

13º

dayse

Sandra tenho o prazer de te conhecer como profissional e como pessoa, e lendo, por que leio sim varias reportagens locais por que são as que mais me entereçam fiquei passada, com tamanha ingenuidade do (drº)e digo mais eu no lugar dele cuidaria melhor das palvras ditas,pois os mesmo que ele chama hoje de disinformado sãos os que ele mais tarde vai bater a porta. no mais cara jornalista nos cidadões de bem so temos muitas vezes a imprensa ao nosso lado por que muitas vezes os (politicos ) sofrem de memoria curta, eles esquecem que precisam mais de nós do que nós deles.

12º

Antonio Fagundes

Acho que não devemos levar muito em conta a forma pragmática de um político quando este tenta denigrir a imagem da imprensa regional. Ainda mais quando o mesmo sabe a fundo como funcionam os tramites e as verdades quase sempre ofuscadas dos olhos da população. Sei que um erro não justifica o outro, mas sei também que nos porões lamacentos dos bastidores políticos, onde os trabalhadores não tem carta branca para entrar ocorre as negociatas entre imprensa e políticos. Para constatar esse dado, basta ver que os veículos jamais publicaram as dolorosas verdades e abusos dos poderes públicos cometidas cotra a população. Como exemplo: 1- Nenhum veículo de informação publicou com veemência o absurdo aumento de IPTU em Taboão da Serra. (Isentaram tanto os vereadores quanto a prefeitura) 2- Boa parte dos jornalistas e pseudos que aqui exprimiram suas opiniões hoje trabalham em orgãos públicos rendendo-se ao principal papel da imprensa que é informar com isenção. 3 - Outros quando não empregados pelo Poder Público, levaram um verdadeiro cala-bocas com os anúncios. 4 - O espaço aqui é muito pequeno pra continuar, mas vai aqui uma sugestão. Deêm vocês os primeiros passos que com certeza terão uma verdadeira falange de seguidores e leitores fidedignos. Ou seja, o que vocês jornalistas podem esperar diante de suas próprias atitudes?

11º

José Sudaia Filho

(conclusão do post anterior) A bola da vez é o ver. Aprígio com seus prédios recheados de votos, gente feliz, não tiveram variação do IPTU, prontinhos para cair na urna. Então as ‘forças’ políticas vão se realinhando. O Diário da Cidade, fiel à sua tradição de dobermann do prefeito, já chama o ver. de majestade. O ver. Olívio (igreja Renascer) já passeia junto com ele pelo plenário. O dep. Porta (igreja Universal), limpo na história do IPTU catastrófico, vai chegando de fininho com verbas pra isso e praquilo, querendo um lugar na chapa pra PMTS. O sr. Aprígio é ecumênico (passou lei criando o ‘dia da consciência cristã’) e, parece, está pagando pule altíssimo para prefeitura daqui a 3 anos. O dr. Depieri tem motivos para reclamar da população que não lê, assim desacredita a imprensa e retarda um pouco a choradeira dos católicos pela perda da hegemonia. Ainda tenho fé que nossa imprensa se renove e mereça a credibilidade que alardeia. Enquanto espero, fico torcendo pelos jovens valores que mencionei e que batalham corajosamente para que a idade das trevas em que vivemos venha a acabar um dia. Que no dia em que o sr. Maluf pise em TS para se tornar nosso concidadão, nossa imprensa possa analisar em profundidade e com competência esse fenômeno de um político que é caçado pela Interpol no planeta inteiro, se apresentar como impoluto homem público e paladino da justiça. Sandra, Rose e Allan, quero estar aqui para ver. José Sudaia Filho blogdosudaia.blogger.com.br

10º

Manoel Rocha

Sandra, sou solidario a tudo que vc escreveu, algumas pessoas pensam que podem manipular e intimidar com palavras o trabalho duro, que é feito com muito esforço.Meu amigo Olmaro me disse uma vez que nos não sabemos o tamanho da força que temos, nosso jornal sai da grafica com muito sacrificio e apenas os que estão vendidos que acho ser uma minoria, não tem problemas para isso. infeliz é o politico que difsama ou fala mal da imprensa pois ela garante a democracia do pais e do mundo.

Prof.Franco

Para eu Prof. Franco jornalista, uma parte maior da minha consciência

Bruno Anderson

Sandra, parabéns pelo texto. Eu como você ainda acredito que é possível enxergar um novo mundo com a nossa profissão. Vale a pena a dedicação e o carinho com as palavras, porque sé elas representam a nossa verdadeira expressão. Jornalista sem bandeira é como médico sem dedicação. O parlamentar foi infeliz em sua declaração e com isso colocou em "cheque" todo um trabalho de dedicação e profissionalismo. Talvez se ele pensasse isso da imprensa regional, que deixasse reservado. Pela defesa da liberdade de imprensa.

Prof.Franco

Boa Materia Sandrinha, gostei muito. Em primeiro lugar obrigado pela força. Em segundo lugar, posso lhe garantir que não irei desistir nunca da arte de aprender. É como ja ouvi da ilustre amiga que : jornalismo sério é aquele que incomoda. E se o o nobre vereador se sente incomodado é sinal que estamos fazendo jornalismo sério. Valeu!!!!

José Sudaia Filho

Sandra, uma vez vc me disse que ia fazer uma coluna de comentários políticos e acabou fundando um site do qual gosto muito por sinal. TS, atualmente, só tem jornal mas jornalista que é bom, raríssimos. Há uma equipe de jovens que têm melhorado bastante a qualidade da cobertura mas que tropeçam nas dificuldades inerentes aos círculos viciosos municipais. Os nomes desse pessoal se conta nos dedos, você, o Allan, a Rose e sua nova fase, gente com capacidade de descrever uma sessão da Câmara com clareza. As muralhas ao profissionalismo em TS são muito grandes. Um Portal grandioso mas egocêntrico e partidário, e marketista ao extremo; os releases da PMTS que beatificam do prefeito; os anunciantes, Shop Taboão à frente, que 'preferem' a mídia que, blindando o próprio Shop, blindam o prefeito. Além disso aqueles 750,00 por anúncio de 'divulgação' q a PMTS indiscriminadamente e regularmente 'dirige' pra quem, q coincidência, aplaude o prefeito, pesam na balança da opinião dos meios de comunicação onde vc sai de casa e conversa com as pessoas e fica melhor informado do que esperando pra ver o q os jornais contam. Quando vejo dona Juvita fazendo uma pausa no seu ofício de catadora de latas, sentada num banco da pça. lendo um jornal, acho q nem todo mundo não lê. E não pode ser chamado de ignorante e atrasado aquele que, procurando notícias, encontra apenas uma visão pasteurizada e conformista da realidade ao seu redor. Ponto. Quanto ao vereador Depieri vcs têm de compreender que ele está numa encrenca danada. Representante dos católicos da cidade, votou logo na volta de uma peregrinação pela Terra Santa, na Lei do IPTU Abusivo e, em sequência, disse que o fez porq concordava com ele. O IPTU derrubou o poder político do prefeito embora lhe tenha enchido os cofres. (continua no próximo post)

Thyago

e pode ter certeza que o trabalho de vocês esta ajudando a "mudar" Itapecerica e região.

Diogo

Nossa ... Incrível saber que uma pessoa que tem como obrigação pensar no “povo” falar tal asneira... Mas acho que fica mais fácil de entender o porque dizem que o Brasil não vai pra frente né ? uma pessoa que não acredita no poder jornal impresso. Acho que não leu muito para chegar onde chegou. Obs: Alexandre Depieri...... que tenha mais sorte numa próxima declaração

Márcio Amêndola

Sandra, assino em baixo de suas palavras. Nos anos em que o Fato Expresso circulou, fomos atacados de todas as formas por políticos inescrupulosos, que usavam dinheiro público como se fosse patrimônio pessoal. Certa vez, um vereador de Embu disse que o Fato Expresso era 'Uum jornalzinho de merda'. Publiquei a frase na primeira página! Hoje meu jornal é lembrado como uma referência histórica. O vereador? Nunca mais venceu nenhuma eleição. FOI ESQUECIDO!

Karen

Adoro ser jornalista, também escrevo por prazer e sou transparente em tudo que escrevo. Fico muito feliz quando aquele problema que denunciei é resolvido, muitas vezes no dia seguinte. Acredito que jornalismo é uma missão. E sempre faço da melhor maneira que eu posso, afinal quero muitas vezes (a maioria) resolver os problemas da cidade que eu moro Itapecerica da Serra. Parabens Sandra pelo belo trabalho e pelo jornalismo verdade que também procuro fazer sempre!

levyRocha

TOMA VEREADOR VAI MEXER COM QUEM TÁ QUIETO, LÊ MAIS JORNAL ANTES DE FALAR BESTEIRA.

07/07/2017

Fernando e Analice Fernandes inauguram Arena Multiuso com festa

A obra que teve a participação da deputada estadual Analice Fernandes, acaba de ser inaugurada,...

04/07/2017

Manifestantes fazem ato em Taboão contra reintegração de posse em área no Laguna

Um pequeno grupo de moradores de uma área invadida no parque Laguna no limite entre Taboão da...

02/07/2017

Cratera na rua Mário Latorre continua aberta em Taboão da Serra

Há uma semana uma verdadeira cratera está aberta na rua Mário Latorre, no Parque Pinheiros, em...

01/07/2017

Abertura do Quentão de Taboão reuniu autoridades e amplo público

A abertura do Quentão do Taboão nesta sexta-feira, 30, marcou a inauguração da Arena Multiuso de...

27/06/2017

Quentão do Taboão começa na sexta e promete agitar finais de semana

A esperada Arena Multiuso de Taboão da Serra vai ser aberta ao público nesta sexta-feira, 30,...

26/06/2017

Jovem PM feminina inspira e incentiva sonhos de estudantes em Taboão

Com sorriso aberto, simplicidade, carisma, olhos e rosto bem maquiados a policial militar Sara...

26/06/2017

1ª Caminhada contra as drogas mobiliza Embu-guaçu e reúne mais de 2 mil pessoas

Mais de duas mil pessoas participaram da 1ª Caminhada contra as drogas realizada pelos Policiais...

21/06/2017

Polícia Militar vai dobrar quantidade de motos da Rocam em Taboão e Embu

Desde o dia 8 de junho o tenente-coronel PM Marcos Vitiello assumiu o comando do 36º Batalhão de...

20/06/2017

Força Tática vai voltar a atuar em Taboão, Embu e Itapecerica da Serra

Sete meses após deixar os municípios de Taboão, Embu das Artes e Itapecerica da Serra a Força...

18/06/2017

Tapetes de Corpus Christi encantam fiéis nas ruas de Itapecerica, Taboão e Embu

Emoção, fé e muito trabalho marcaram o feriado de Corpus Christi nos municípios de Taboão da...

21/07/2017

Prefeitura de Embu traz novo modelo de gestão para alimentação escolar

21/07/2017

Itapecerica tem Semana do Empreendedorismo em Ação entre 31/07 e 03/08

A Prefeitura de Itapecerica da Serra e o Sebrae-SP realizam entre 31 de julho a 3 de agosto a...

21/07/2017

Atenção para o licenciamento: julho é o mês de veículos com placas final 4

Os proprietários de veículos com placas final 4 já podem fazer o licenciamento. A data limite...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.