Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Marido é suspeito de assassinar mulher com golpes de barra de ferro em Itapecerica da Serra

Por | 25/08/2013

dp1_2

Arquivo Jornal na NetAssassinato foi registrado na delegacia central da cidade

A violência contra a mulher fez mais uma vítima brutalmente assassinada na noite do último sábado (24) em Itapecerica da Serra. A operadora de telemarketing, Marizete Aparecida Silva de 27 anos teve o seu crânio afundado por golpes de uma barra de ferro. O suspeito de cometer esse crime cruel contra ela foi o marido Hadenilton Abreu de Souza, foragido da Justiça. O crime que aconteceu na casa onde viviam, na avenida Marginal, bairro Jardim Horizonte Azul chocou familiares, conhecidos e vizinhos do casal.

A vítima foi encontrada morta deitada sobre a cama pelo seu primo. Ele é sócio do suspeito em uma pizzaria e teria estranhado que Hadenilton não apareceu para trabalhar, foi até a casa dele e encontrou a porta semi-aberta. Assim que entrou na residência encontrou a prima. Os dois já haviam se separado, mas retornaram à relação pouco tempo depois. Eles mantiveram o relacionamento por quase 12 anos e não tinham filhos.

Segundo parentes da vítima Hadenilton tinha muito ciúmes da mulher. A possessividade dele em relação à vítima era tanta, de acordo com depoimentos à polícia, que o suspeito não queria nem ao menos que ela trabalhassse. Assim, que ela começou a trabalhar ele iniciou a “perseguição” contra ela.

O suspeito teria “cismado que ela estava traindo ele”, mas segundo informações colhidas pela polícia no local, a vítima mantinha a mesma rotina todos os dias – de casa para o trabalho e do serviço para residência onde morava com o suspeito.

Uma pessoa muito próxima à vítima afirmou que Marizete estava desconfiada que Hadenilton tinha uma outra mulher.

O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia central da cidade como homicídio. E a polícia civil investiga o paradeiro do acusado, a fim de prendê-lo e também mais detalhes do crime brutal.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.