Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores criticam falta de documentos sobre alça de saída do shopping Taboão

Por | 8/08/2013

hatchi450

Sandra PereiraPresidente da Comissão de Acompanhamento de alça de saída do Shopping critica documentos incompletos sobre o tema

Os vereadores que integram a Comissão Especial de Acompanhamento criada para cobrar a construção da alça de saída do Shopping Taboão com destino a Embu das Artes criticaram duramente a subjetividade e a imprecisão dos documentos encaminhados como resposta aos questionamentos feitos à administração municipal e ao empreendimento. Os vereadores foram unanimes em afirmar que as respostas aos ofícios solicitando documentos foram vagas, imprecisas e não esclarecem em nada as razões para a não construção da alça de saída do shopping Taboão.

“Os documentos vieram incompletos. Estávamos com a expectativa de iniciar os trabalhos e fomos frustrados. Se alguém não entendeu a seriedade dessa comissão ainda tem tempo de rever essa posição. Vamos ouvir o shopping e chamar o secretário de obras, queremos respostas concretas. O Legislativo como fiscalizador vai analisar o pronunciamento das duas partes”, avisa o presidente da Comissão, Marcos Paulo. “Estou indignado, como vereador e como cidadão”, completou.

Os demais vereadores também não esconderam a indignação diante das informações incompletas. Eles criticaram o recebimento de apenas uma página de um documento denominado Termo de Compromisso para Execução de Medidas Atenuadoras e Compensatórias. Por meio desse documento, que segundo os vereadores não tem valor legal o shopping e a prefeitura teriam tentado “trocar” a alça por uma passagem de nível na Régis.

Todos os membros da comissão foram enfáticos ao afirmar que não vão abrir mão dos documentos já solicitados sobre o tema e chegaram até a cogitar a criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI). Eles sinalizaram a favor da convocação do shopping Taboão para prestar esclarecimentos, além dos ex-secretários de Trânsito e Obras, há 11 anos quando o shopping foi inaugurado. O relator da comissão, Cido, chegou a cogitar o encaminhamento dos documentos para o Ministério Público Federal.

O presidente da comissão, Marcos Paulo afirmou que as respostas encaminhadas são evasivas e incompletas. “Nem a planta do primeiro projeto chegou para nós. Não abrimos mão dos documentos”, frisou. Disse estar surpreendido com a ausência de documentos “cruciais” para que possam trabalhar e ainda, ressaltou estar envergonhado pela maneira que os vereadores da comissão foram tratados. 

Para Ronaldo Onishi as respostas “vagas e imprecisas” não permitem que os vereadores “formem juízo de valor de forma concreta”. De acordo com ele  os vereadores ficam impedidos de deliberar já que os documentos não são satisfatórios. “Está claro que é compromisso sim do shopping fazer a alça de acesso no sentido Sul”, disse.

“As respostas são vagas. Das solicitações dos documentos não temos nem 10% respondidos”, afirmou o 1º secretário da comissão, vereador Eduardo Paz. “É inaceitável uma obra daquele tamanho sem ter medidas mitigatórias concretas. O mínimo que o shopping deveria fazer é construir a alça de acesso. O trânsito na cidade está cada dia mais caótico e não podemos mais calar diante da omissão do shopping”, opinou o relator Cido.

Já o vereador Moreira afirmou que “eles são impedidos de analisar os documentos porque a prefeitura não enviou” e completou: “sessenta dias eram suficientes para enviarem os documentos”.

A vice-presidente da comissão, vereadora Érica Franquini, lembrou que no período do recesso o valor do estacionamento subiu de R$ 5,50 para R$ 6,00, aumentando ainda mais a arrecadação do empreendimento.

23/04/2018

Prefeito Fernando firma parceria com MP para implantação da Patrulha Guardiã

O prefeito Fernando Fernandes assinou na quinta-feira (3), o Termo de Cooperação com o...

21/04/2018

Governo diz que terá de adiar reajuste de servidor para fechar contas em 2019

Para tentar impedir a paralisação da máquina administrativa e dos investimentos públicos no ano...

21/04/2018

Vereador Marcos Paulo elogia atuação da GCM em Taboão da Serra

O vereador Marcos Paulo vem usando a tribuna da Câmara Municipal para elogiar o trabalho...

21/04/2018

Câmara Municipal aprova título de Cidadão Taboanense para o padre Weliton Angeli

Na sessão da última terça-feira, dia 17, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por...

21/04/2018

Presidente Joice Silva e as vereadoras Priscila e Rita receberam prêmio

A presidente da Câmara de Taboão da Serra, Joice Silva e as vereadoras Priscila Sampaio e Rita...

20/04/2018

Anderson Nóbrega é nomeado novo secretário de esportes em Embu das Artes

Na tarde da última quinta-feira (19), em Embu das Artes, o prefeito Ney Santos nomeou Anderson...

18/04/2018

Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying

O Senado aprovou, nesta terça-feira (17), o projeto que obriga as escolas a desestimularem seus...

17/04/2018

Após revisão, governo anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais

Após um trabalho de revisão de benefícios sociais concedidos pelo governo federal, 422 mil serão...

14/04/2018

Câmara Municipal entrega título de Cidadão Taboanense ao padre Kirano

No último domingo, dia 8, a Câmara Municipal de Taboão da Serra entregou o título de Cidadão...

12/04/2018

4º Encontro de Autismo reuniu quase mil pessoas no Cemur, em Taboão

Quase mil pessoas participaram do 4º Encontro de Autismo de Taboão de Serra, realizado no...

26/04/2018

Bailarina de Taboão da Serra se prepara para grande festival na Espanha

Moradora do jardim Salete, em Taboão da Serra, a jovem Rosana Silva, de 18 anos, está a um passo...

26/04/2018

Força Tática fez 70 flagrantes desde que voltou para Taboão e Embu

Desde que voltou a atuar em Taboão da Serra e Embu das Artes, no dia 2 de dezembro, a Força...

26/04/2018

GCM reforça Operação Cidade Organizada em Itapecerica da Serra

Ação “Cidade Organizada’ realizou no último dia 20, uma operação procurando restringir a...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.