Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Transporte Alternativo para e faz vigília na prefeitura de Itapecerica da Serra

Por Outro autor | 11/05/2010

greve_transporte.jpg

Representantes do Transporte Alternativo em reunião com Clóvis Pinto e Chuvisco

Pontos de ônibus lotados e muitas reclamações.  O dia foi caótico em Itapecerica da Serra devido a paralisação do Transporte Alternativo da cidade. Os condutores das vans decidiram cruzar os braços após abertura de envelope da licitação que apresentou somente Cooperpan como participante da licitação.

Os operadores não aceitam que o edital da licitação contemple apenas as cooperativas. “Não temos dinheiro para mudar o que será necessário para participar da licitação”, reclamavam os perueiros.

Com a paralisação os motoristas do transporte alternativo na cidade querem mostrar que o trabalho deles é essencial. “Muitos bairros aqui na cidade não contam com o serviço disponibilizado pelos ônibus, não queremos atrapalhar a vida dos munícipes estamos apenas lutando por condições melhores de trabalho”, ressaltaram.

A Reportagem do Jornal na Net teve acesso com exclusividade a reunião de portas fechadas que contou com a presença do vereador Clóvis Pinto, Amarildo Gonçalves - Chuvisco (Presidente da Câmara), integrantes do transporte alternativo e também da Cooperativa Cetamis.

Os integrantes do Transporte Alternativo e da Cetamis discutiram sobre a possível revogação do edital de licitação e ameaçaram que se esse assunto não fosse resolvido nesta terça-feira, eles parariam os ônibus intermunicipais também.

Clóvis Pinto afirmou que uma nova reunião foi marcada para esta quarta-feira, com presença do Prefeito Jorge Costa, às 9h30.
Clóvis e Chuvisco pediram aos condutores que voltassem ao trabalho normalmente, mas a categoria decidiu manter a greve e permanecer até esta quarta-feira em frente a Prefeitura.

Segundo o advogado da Cooperativa Cetamis o edital de licitações frustrou o caráter competitivo. “Constatei itens que impossibilitaram empresas de médio porte e cooperativas de participarem do edital”, afirmou.

O Transporte Alternativo de Itapecerica conta com 19 linhas, no total de 134 peruas. E é importante para os munícipes principalmente por passar em lugares que não trafega ônibus e também por deixar o morador em frente de casa, quando o ponto é muito longe de sua residência.

No início da noite desta terça-feira, cerca de 130 perueiros permaneciam em vigília em frente à sede da prefeitura de Itapecerica. Eles prometiam não sair de lá até ás 9h desta quarta-feira (12), quando serão recebidos pelo prefeito Jorge Costa.

Os perueiros alegam que a licitação proposta pelo Executivo beneficia cooperativas maiores, que dispõem de melhor estrutura jurídica e financeira. Além disso, de acordo com o edital, só pode participar as empresas com inscrição estadual (CNPJ) e constituídas como pessoa jurídica.

A Ctamis, que atua há 14 anos na cidade, não possui o cadastro, por isso a legislação exclui sua participação no processo, abrindo oportunidade para empresas de fora do município. A Cooperpan, cooperativa com mais de 1.200 cooperados e que opera mais de 85 linhas na zona sul de São Paulo, entrou na concorrência.

Em reunião programada para esta quarta-feira com o prefeito Jorge Costa, os perueiros irão pedir uma reavaliação do edital. De acordo com a presidente da Ctamis, Maria Aparecida, a categoria teme o desemprego, caso alguma cooperativa da capital vença o processo.

“Da forma como esse edital foi elaborado ficou injusto. Outras cooperativas não terão a obrigação de acolher os trabalhadores daqui e nós não temos condições de brigar no processo. Muitos trabalhadores ficarão sem emprego”, desabafou.

A pressão para licitar o sistema de transporte alternativo no município é do Tribunal de Contas do Estado. O total da receita obtida pelos perueiros que atuam no setor pode chegar a R$ 4 mil por mês. A Ctamis possui cerca de 130 veículos divididos em linhas que alternam entre bairro-centro.

Repercussão na Câmara

O assunto que predominou durante toda a sessão desta terça-feira, 11, da Câmara Municipal de Itapecerica da Serra foi sem dúvida à paralisação dos condutores do Transporte Alternativo da cidade.

Depois de fazerem reivindicações em frente à Prefeitura da cidade, durante toda esta terça-feira, os condutores decidiram mostrar a sua força e tentaram dessa maneira pressionar o pode legislativo e pedir apoio nessa luta da categoria.

Com muito respeito e sem bagunça os condutores ouviram, mesmo não concordando com algumas coisas e souberam reconhecer em alguns momentos o apoio e o interesse da maioria dos vereadores sobre a causa, com uma salva de palmas depois de cada pronunciamento.

O vereador Clóvis Pinto explicou que participou das três visitas técnicas das cooperativas que estavam no processo licitatório, e por este motivo teve uma grande surpresa ao descobrir que nenhuma dessas três cooperativas estavam incluídas no processo licitatório, a única presente era uma cooperativa que apresentou a proposta na quinta-feira passada, depois do prazo, segundo ele.

“Não acho certo como está sendo encaminhado o processo, isso porque só existe uma empresa para Itapecerica da Serra, acredito que seja isso que está deixando os condutores dessa maneira”, afirmou.

Clóvis ainda ressaltou que já apresentou dois requerimentos referentes a essa categoria, mas ambos foram vetados pela administração. “Peço presidente (Chuvisco) que esses requerimentos mais uma vez volte a casa na próxima semana para votarmos, para beneficiar o condutor do transporte alternativo”, justificou.

José Maria, PT, se mostrou favorável a paralisação pacifica dos condutores, mas deixou claro que não quer atrapalhar de maneira alguma o transporte alternativo.

“O que não acho certo é dizerem que estou contra essa categoria, não é ético jogar um vereador contra o outro, não tenho poder de mexer na licitação, esse processo é distante do executivo. Mas quero deixar claro estou do lado do que será melhor para o munícipe, vou apoiar tudo que for licito, honesto quero o melhor para a minha região”, esclareceu.

O Presidente da Câmara Amarildo Gonçalves – o Chuvisco, também subiu na tribuna para dizer que está a favor da paralisação da categoria. Mas segundo ele, tudo podia ser diferente. “O movimento está ordeiro, pacifico, mas acredito que por ser muitas pessoas que necessitam desse transporte, esses munícipes, estão sem aparo, pois estão sem o transporte para ir e voltar do trabalho. Na minha opinião vocês deveriam voltar ao trabalho, pois talvez essa análise (se a cooperativa entrou de maneira fraudulenta), pode demorar dias ou meses e esses munícipes vão deixar de contar com transporte alternativo”, questionou.

José Martins afirmou nunca ter visto na história de Itapecerica somente uma cooperativa em um processo licitatório.

Os vereadores Jonas Feijó, José Maria, José de Moraes e Tonho Paraíba, mostraram interesse no assunto e possivelmente compareceram na reunião com o prefeito marcada para as 9h30 desta quarta-feira.

Confira mais fotos da paralisação:

greve_transporte_2.jpg

greve_transporte_3.jpg

Texto: Karen Moura e Luis Roberto

25/04/2018

Assaltantes voltam a jogar pedras em ônibus e caminhão na Régis Bittencourt

Um bando de criminosos não identificados voltou a atirar pedras contra ônibus, caminhões e...

24/04/2018

Prefeitura de Embu economiza 85 mil litros de combustíveis

O Governo de Embu das Artes vem realizando diversos cortes em seus custos e otimizando seus...

19/04/2018

Entra em vigor lei que aumenta pena para motorista embriagado

Entra em vigorar n

17/04/2018

Detran-SP cria aplicativo que permite que se faça indicação de condutor com self

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) lançou um aplicativo que permite ao...

15/04/2018

Câmara Municipal debate segurança para vans escolares em Taboão da Serra

A Comissão Permanente de Segurança Pública da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na...

12/04/2018

Assaltantes jogam pedras em veículos que trafegam na BR para forçar parada

Criminosos jogaram pedras contra ônibus, caminhões e carros que trafegam pela rodovia Régis...

11/04/2018

Sobreviventes de acidente da Régis serão ouvidos pela polícia no hospital

Os três sobreviventes do acidente ocorrido na madrugada da última segunda-feira 9, na Rodovia...

09/04/2018

Acidente de carro com 6 ocupantes bateu, capotou e deixou 3 mulheres mortas

Um grave acidente deixou pelo menos três mortos e três feridos na madrugada desta segunda-feira,...

26/04/2018

Bailarina de Taboão da Serra se prepara para grande festival na Espanha

Moradora do jardim Salete, em Taboão da Serra, a jovem Rosana Silva, de 18 anos, está a um passo...

26/04/2018

Força Tática fez 70 flagrantes desde que voltou para Taboão e Embu

Desde que voltou a atuar em Taboão da Serra e Embu das Artes, no dia 2 de dezembro, a Força...

26/04/2018

GCM reforça Operação Cidade Organizada em Itapecerica da Serra

Ação “Cidade Organizada’ realizou no último dia 20, uma operação procurando restringir a...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.