Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Jovens foram assaltados por motoqueiros após ato em Taboão da Serra

Por Sandra Pereira | 9/07/2013

Assalto_em_moto

Divulgação Motoqueiros armados praticam assaltos e causam temor nas cidades da regiã

Um grupo de jovens que participou do ato realizado na praça Luiz Gonzaga na quinta-feira 4 de julho, relembre aqui, foi vítima de assalto praticado por motoqueiros nas imediações do supermercado Ricoy, localizado na Estrada Tenente José Maria da Cunha.  Passava das 23 horas quando os jovens retornavam do ato em direção a residência de uma jovem integrante do movimento Vem Pra Rua Taboão. Eles contaram que nem notaram a aproximação dos quatro assaltantes em duas motos e foram surpreendidos quando os criminosos anunciaram o assalto e pediram carteiras, bolsas, dinheiro e celulares.

 Os jovens se queixaram da presença maciça da polícia nos atos e do sumiço de policiais e viaturas após o encerramento das manifestações.

“Depois do ato de quinta saímos da praça e como tinha duas meninas do movimento que moram ali perto descemos eu e mais um rapaz para que elas não fossem sozinhas. Uma das meninas ficou em casa e nós fomos deixar a outra. Quando chegamos perto da ponte os caras chegaram armados em duas motos e foram pegando as nossas coisas”, relatou um dos jovens, que pediu para não ser identificado.

 Não foi a primeira vez que o rapaz foi vítima de assaltantes, mesmo assim ele disse que se surpreendeu com o fato deles terem se aproximado sorrateiramente, enquanto eles conversavam. “A gente nem viu eles se aproximando. Foi muito rápido eles levaram tudo e nós fomos embora. Ninguém foi fazer BO no dia por causa da demora na delegacia, mas eu pretendo fazer por causa dos meus documentos. Não acredito que vão recuperar as minhas coisas”, disse.

 O rapaz garante que costuma andar atento observando quem se aproxima. Mas disse que a rua estava pouco iluminada, o que acabou favorecendo os criminosos. Morador da região do Pirajuçara, ele conta que na sua família os casos de assalto nas imediações de casa são constantes. “Eu, meu irmão e minha cunhada já fomos assaltados perto de casa”.

 Os assaltos praticados por motoqueiros são constantes nas cidades da região. Já viraram rotina em vários bairros e ocorrem a qualquer hora do dia. As vítimas costumam descrever que os crimes acontecem rapidamente e os assaltantes fogem sem deixar pistas.

 “De tanto ouvir falar em motoqueiros criminosos eu sinto medo cada vez que um se aproxima de mim”.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.