Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Movimentos de Taboão cobram Bilhete Único, tarifa menor e abertura de contas da Pirajuçara

Por Sandra Pereira | 25/06/2013

450_4

Sandra PereiraGrupo de aproximadamente 60 manifestantes participou da sessão nesta terça feira

Cerca de 60 integrantes do movimento vempraruataboao participaram do começo da sessão desta terça-feira, 25 na Câmara Municipal de Taboão da Serra quando entregaram aos vereadores a pauta de reivindicação do movimento na cidade. O transporte público é o foco dos manifestantes que cobram medidas como a implantação do Bilhete Único, redução da tarifa de transporte, abertura das contas da Pirajuçara, do  contrato entre a prefeitura e a empresa e a divulgação da planilha utilizada para a composição do preço da passagem. Durante a sessão o presidente da Câmara, Eduardo Nóbrega anunciou que o prefeito Fernando Fernandes vai receber os manifestantes na sexta-feira, 28.

 “O transporte de São Paulo custa R$ 3. O mesmo valor de Taboão. Só que aqui não temos integração e nem Bilhete Único. Queremos a implantação do Bilhete Único Municipal com duração mínima de 2 horas”, disparou Amanda Conde. “Em 2013 somos manifestantes em 2014 eleitores”, completou a jovem que também criticou o fato de motoristas dos circulares  terem que dirigir, dar informações e cobrar as passagens sozinhos, pondo em risco a vida dos usuários.

 “O Movimento pela redução da passagem existe há muito tempo. Ganhou força e não vai recuar. Queremos a abertura de contas da Viação Pirajuçara. Também queremos a redução da tarifa porque não tem justificativa uma cidade tão pequena ter uma passagem tão cara”, disse o manifestante Vinícius, pouco antes de entregar aos vereadores a pauta de reivindicação do movimento. Enquanto os vereadores assinavam o documento os manifestantes bradavam no plenário  que o povo acordou.

 Após a fala dos três jovens que usaram a tribuna o vereador Moreira sugeriu a revogação do contrato da Pirajuçara com a prefeitura. O presidente da Câmara, Eduardo Nóbrega, defendeu o plano de governo do prefeito e disse que a implantação do Bilhete Único e a redução da passagem constavam entre as propostas de campanha. Ele cobrou o cumprimento das ações do plano de governo ao mesmo tempo em que pediu comprometimento dos vereadores da base com a administração.  

 No final dos trabalhos o presidente convocou sessão extraordinária na quinta-feira, 27, a partir das 11 horas para apreciar proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), sem a aprovação da qual a Câmara não pode entrar em recesso.


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.