Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Moradores de rua ganham novo aliado para reescreverem suas vidas em Taboão da Serra

Por | 12/06/2013

centro

Karen SantiagoInauguração do Centro aconteceu na manhã desta quarta-feira (12)

Os moradores de rua da cidade de Taboão da Serra agora tem um novo aliado para reescreverem suas vidas, o Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (POP), inaugurado na manhã desta quarta-feira (12 de junho) na rua Isaura da Silva Camargo, nº 49, Jardim São Paulo. Ao todo o Caps do município já atende 68 pessoas. A iniciativa garante que a cidade seja a 3ª de toda São Paulo a contar com o centro. O prefeito Fernando Fernandes, secretárias de Assistência Social e Cidadania, Arlete Silva e saúde Raquel Zaicaner, entre outras autoridades municipais participaram da inauguração.

Arlete Silva explicou que a equipe do POP, formada por advogados, psicólogos, assistentes sociais e até enfermeiros tem o intuito de realizar uma força tarefa a fim de garantir que esses moradores conheçam o centro e tenham o direito de cuidar da saúde, da higiene e da auto-estima para uma reintegração na sociedade e garantia de uma vida digna longe das ruas. 

Ela falou do convênio que o Centro de Referência tem com a Associação dos Voluntários da cidade, no bairro Suiná e dos horários de atendimento do local que inicialmente será das 8h às 17h, podendo ser estendido 24h, uma vez que a noite é possível encontrar mais moradores de rua. “Queremos qualidade não quantidade. Essas pessoas precisam de oportunidade”, defendeu. Arlete citou a construção de “barracos” no Marabá e pessoas que dormem embaixo das pontes, pontos de ônibus e frisou que um trabalho entre as secretarias de Esporte, Cultura e Saúde deve ser unificado.

O prefeito Fernando Fernandes afirmou que com a inauguração a cidade está avançando na construção de políticas públicas sociais. De acordo com ele é notório o aumento de moradores de rua que vem de São Paulo “morando” embaixo de marquises, antes situação rara na cidade. “Esse é um passo importante, uma experiência nova. Estamos aprendendo, ninguém é doutor no assunto”, ressaltou. Fernandes defendeu a necessidade de todas as secretarias trabalharem em conjunto para “encarar esse desafio de atender melhor essas pessoas, que são as que mais precisam do serviço público”.

Para a coordenadora do POP, Sueli Galina o trabalho do centro é focado em resgate da identidade, autonomia das pessoas em situação de rua “reescrevendo uma nova vida para elas”. Esses moradores, de acordo com ela, são dependentes químicos ou com conflitos em famílias. “O centro será um espaço de tratamento para eles, onde podem tirar documentos, ter acesso a banho, escovar dentes, cortar cabelos, unhas, lavar roupa”, afirmou.

Pelo menos dois locais da cidade servem de abrigo para os moradores de rua. O primeiro é na Cracolândia, localizada na Estrada Kizaemon Takeuti, ao lado da padaria Varandas. Apesar da força tarefa no local, ano passado – relembre aqui e aqui – o movimento de pessoas é grande lá, onde já não existe parte do muro construído pela prefeitura e os comerciantes sofrem com diversos assaltos.

O outro é debaixo do viaduto do Shopping Taboão, na cidade Intercap. Neste ano, operações foram realizadas lá e diversas pessoas foram retiradas e levadas para tratamento, mas o movimento dos moradores no local continua grande.

Serviço

Centro Pop (Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua)
Endereço: rua Isaura da Silva Camargo, nº. 49, Jardim São Paulo
Ponto de referência: depois da Escola de Gastronomia

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.