Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Morte de paciente por falta de leito de UTI é debatida em sessão de Itapecerica

Por | 12/06/2013

camara1

Karen SantiagoDiversos temas foram debatidos na Câmara de Itapecerica desta terça (11)

A morte de um paciente que aguardava uma vaga de leito na Unidade de Terapia Intensiva, a UTI, no Hospital Geral de Itapecerica da Serra, às 17h30 de hoje, dia 11, pautou os discursos inflamados dos vereadores da cidade, em sessão realizada nesta terça-feira. Cícero Costa afirmou que nove tentativas de leito foram negadas ao paciente (cinco no PS Jacira e outras quatro no central) e acusou o responsável pelo HGIS, como é conhecido, de fechar as portas aos Prontos Socorros do município.

“O hospital não é seu sr. Didier é do povo Itapecericano. O senhor não tem poder nenhum de fechar as portas para os PS”, disparou. Ele também aconselhou os vereadores para “brincarem de serem vereadores” a fim de que a cidade ande de verdade e seja garantido o mínimo de saúde, que é garantida na Constituição Federal. E pontuou que outras famílias passam pela mesma situação do homem que morreu ao esperar leitos de UTI e internação no HGIS. Ele quer ainda convocar uma sabatina com o responsável pelo hospital e secretária de saúde.

Nesta sessão também predominaram as críticas à administração municipal, já recorrentes em todas as terças-feiras, em especial ao secretariado do prefeito Amarildo Gonçalves, o Chuvisco (PMDB), composto em sua maioria por ex-vereadores, que acabaram não tendo êxito de se reelegerem nas eleições do ano passado. Denúncias de duas câmaras, que tem prefeito até no almoxarifado e “grupinho de seis que mandam” foram acusações levantadas pelos vereadores Sangbom, Cleber Bernardes e Cícero Costa, durante explicação pessoal, respectivamente. “Fica de olho aberto prefeito, você ta tomando bola nas costas. Alguns perderam a eleição, mas acham que ganharam”, afirmou Cleber. “Chuvisco está sendo boneco. Se não abrir os olhos será faca nas costas”, resumiu Sangbom.

Críticas aos serviços prestados pela Sabesp, Eletropaulo e Miracatiba também voltaram à pauta da sessão, além dos bota-fora. Cleber defendeu que a Sabesp tem que ser notificada para responder judicialmente para saber que a cidade “não é casa da mãe joana” e observou que é preciso ter cuidado com os botas-foras no Potuverá “a próxima vez que receber denúncia no meu gabinete, não subo na tribuna. É direto Ministério Público”, disparou. Pastor Hernandes comentou sobre os serviços da Sabesp. De acordo com ele ruas do Parque Paraíso estão com esgoto correndo a céu aberto, cheias de buracos resumindo a situação como “calamidade”. Sangbom afirmou não ter nada contra os funcionários da Miracatiba, mas sim as condições dos ônibus da empresa.

Trolesi comentou que o contrato com a Sabesp foi aprovado pelos vereadores da outra legislatura, a toque de caixa, por mais 30 anos. De acordo com ele, a concessão deveria ter sido estudada melhor e exigida a forma de trabalho. “Temos que fiscalizar”, completou. Em relação à educação, o vereador afirmou que tem escolas prontas que só faltam funcionar, como no caso de uma no Jacira, próxima as casas populares. Segundo ele “o que falta é competência para administrar a secretaria”. Ele pontuou que a piscina da escola da Lagoa está sem funcionar a seis meses, “a água já está estragada, se não estiver vai precisar gastar muito dinheiro para arrumar”, e completou: “os funcionários da escola só cumprem horário sem ter o que fazer”, disparou.

Saúde

As críticas em relação à situação da saúde na cidade são constantes durante as sessões, até mesmo protestos já foram realizados. Denúncias apontam que faltam médicos e aparelhos, além da demora para marcar consultas – relembre aqui. Na sessão desta terça, Gerson Lazarin propôs uma força tarefa para melhorar a saúde e disparou: “não falta dinheiro, falta comprometimento”. 

Pastor Hernandes afirmou que um outro paciente está internado nas últimas, com AVC também por esperar um leito de UTI no HGIS, além disso, acusou que funcionários dormem durante os plantões e concordou com Sangbom no momento em que frisou “se fosse filho de A, B (prefeito, deputados) seriam atendidos imediatamente”. Ele ressaltou ainda: “precisa ter remédios (faltam até os controlados) e atendimento de qualidade. Isso é uma vergonha”.

Financiamento com a Caixa Econômica Federal

O projeto de Lei que autoriza a prefeitura a firmar financiamento com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 37.040.289,93 já foi aprovado em sessão extraordinária na última quinta-feira de manhã. O projeto prevê a construção de ruas no município e foi alvo de discussão levantada pelo vereador Trolesi. 

De acordo com ele, aproximadamente R$ 28 milhões são para a construção das ruas Borba Gato que vai do Mombaça até a Br-116, Joaquim Cardoso Filho e Represinha, sendo as duas "desnecessárias". 

Os R$ 28 milhões restantes serão gastos na Guacy Fernandes Domingues, Macieis e Santa Mônica. O financiamento será pago em quatro anos (48 meses) uma dívida para o próximo prefeito pagar.

A votação segundo ele foi a toque de caixa e foi aprovada “por causa do pacote de ruas contempladas”. Agora, Trolesi sugeriu que os vereadores façam que o prefeito não invista nessas ruas e que debrucem para ver onde o dinheiro será aplicado.

Projetos de Leis aprovados

Os vereadores da cidade votaram a favor da Lei de Diretrizes Orçamentárias em sua segunda votação na sessão desta terça (11). Eles foram favoráveis também ao projeto de Lei que autoriza o Poder Executivo Municipal a celebrar convênio com a Universidade Anhanguera Educacional para Implantação do Projeto “Faculdade Aberta da Terceira Idade”.

E ainda sobre a Lei que limita em 135 concessões de certificados de Registro Municipal no transporte coletivo escolar particular pelo prazo de dois dias. O projeto tem o intuito de aumentar o número de veículos particulares do transporte escolar, uma vez que ocorre um aumento no número de crianças e adolescentes que necessitam desse transporte.




21/10/2017

Comissão de Segurança Pública debate uso de câmeras de vigilância em Taboão

A Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na última...

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

21/10/2017

Eduardo Nóbrega diz que ETEC será “divisor de águas” em Taboão

A expectativa com a inauguração da Escola Técnica (ETEC), ao lado da prefeitura vem aumentando a...

21/10/2017

Comissão de Segurança Pública debate uso de câmeras de vigilância em Taboão

A Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na última...

21/10/2017

Secretaria de Cultura apoia o aniversário da Comunidade Filosofia de Quintal

Pelo terceiro ano consecutivo a Secretaria de Cultura de Taboão da Serra apóia a realização do...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.