Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Ali Sati deixa PMDB de Taboão; Noventa deve integrar partido em breve

Por Sandra Pereira | 6/06/2013

essa450__2_

Sandra Pereira Ali saiu do partido para continuar na secretaria de Cultura, Noventa vai ingressar com benção de deputados

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) de Taboão da Serra deverá sofrer esvaziamento do seu quadro de filiados após a decisão do prefeito Fernando Fernandes de pedir aos nomeados da sigla na administração que optem entre o PMDB ou governo. A escolha parece estar mais favorável ao governo. O secretário de Cultura, Ali Sati, foi o primeiro a decidir e não teve dúvidas em permanecer na administração.
Em entrevista ao site Taboão em Foco Sati declarou que o governo exigiu sua saída do partido como condição para continuar sendo secretário de Cultura. Ele também relatou que pretende ficar sem partido por enquanto. Outros filiados do PMDB no munícipio também ensaiam a decisão.
Se por um lado os integrantes do governo Fernando Fernandes terão que deixar o PMDB por outro o ex-vereador Valdevan Noventa deve ser anunciado nos próximos dias como o mais novo filiado da sigla em Taboão. Noventa é atualmente presidente do PDT, partido que elegeu a vereadora Érica da Enfermagem, que  anda há algum tempo lutando pelo comando do partido na cidade. A filiação de Noventa conta com a benção dos deputados Jorge Caruso e Baleia Rossi que comandam o PMDB nos municípios da região.
Noventa vai ingressar no PMDB depois de ter se aproximado de pessoas ligadas ao vice-presidente da República Michel Temer. Atualmente o ex-vereador está empenhado na disputa pela presidência do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte de São Paulo, cuja eleição acontece no mês de julho. Somente após o resultado do pleito Noventa deverá se pronunciar sobre a filiação.
Há pouco mais de um mês o também ex-vereador Paulo Félix assumiu a presidência do PMDB de Taboão da Serra, com o fito de cobrar do prefeito a ampliação do espaço do partido no governo. Agora com a desfiliação de Ali Sati o PMDB fica sem secretarias na administração fernandista e terá que decidir que rumo vai tomar. A decisão passará pela Assembleia Legislativa onde o clima pré-eleitoral já movimenta os bastidores intensamente.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.