Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Taboão vai devolver R$ 2 milhões aos cofres federais por não implantar videomonitoramento

Por Sandra Pereira | 29/05/2013

cameradentro

Arquivo do Jornal na NetAgentes do Ministério da Justiça apontaram várias falhas em convênio firmado em 2008 e prefeitura será obrigada a devolver dinheiro sob pena de não receber verbas federais

A prefeitura de Taboão da Serra terá de devolver aos cofres públicos federais aproximadamente R$ 2 milhões por determinação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça (MJ), sob pena de ser inscrita no Cadin e ficar impedida de receber recursos federais por 4 anos. A determinação se deu após a vistoria in loco feita por agentes do Ministério da Justiça pra apurar irregularidades no convênio 148/2008 – SIAFI: 626776, que previa a implantação do videomonitoramento em Taboão da Serra. Os agentes estiveram na cidade em duas ocasiões e em ambas constataram a ineficácia da implantação. Os responsáveis pelo convênio devem responder por improbidade. O Jornal na Net produziu uma série de reportagens sobre o tema relembre aqui, aqui, aqui e aqui. 

 Até março de 2013 o valor devido pela administração, com juros e correções era de R$ 1.738.649,74. A prefeitura foi em abril de 2013 sobre a conclusão do relatório de nº 006/2013 e imediatamente entrou com recurso se comprometendo a deixar sistema de videomonitoramento operando num prazo de 180 dias e ainda de ampliar o projeto para cobertura integral do município. A administração chegou a adquirir um terreno para a implantação física da Central de Videomonitoramento e apresentou as condições para o funcionamento no prazo pedido. Mas, o MJ não acatou as justificativas apresentadas uma vez que desde 2009 os problemas vinham sendo apontados e nunca não foram resolvidos. 

 Até mesmo a prestação de contas do convênio aconteceu fora do prazo. A cidade devia ter apresentado a prestação de contas em 30 de agosto de 2009 e só o fez no dia 28 de outubro, quase dois meses depois. Após a prestação de contas o setor de fiscalização de convênio identificou irregularidades como a aplicação dos recursos destinados ao convênio em fundos de investimento. Também foram apontadas falhas na implantação do Gabinete de Gestão Integrada, identificação do patrimônio adquirido com os recursos, sucateamento ou subutilização dos mesmos. Além disso, o Ministério da Justiça desconsiderou os relatórios fotográficos alegando que os mesmos não identificam os locais ou equipamentos objeto do convênio.

O objeto do convênio 148/2008 era estimado no valor de R$ 900.966,52, sendo R$ 882.947,19 advindos do governo federal e R$ 18.019,33 contrapartida do município. Tratava da “implantação do videomonitoramento, bem como, a aquisição de mobiliário”, que seria utilizado para o combate à criminalidade no município, por meio do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci). A vigência do projeto começou em 27/06/2008 e terminou em 01/07/2009 - período no qual o projeto deveria estar instalado e funcionando.

 Em nota a Secretaria de Segurança e Defesa Social de Taboão da Serra lamentou que a cidade tenha sido penalizada por erros na gestão passada. A pasta informou que por meio de sua Corregedoria tem trabalhado para apurar a má gestão dos responsáveis pelo convênio à época que culminou com a reprovação de contas e o prejuízo de quase R$ 2 milhões aos cofres públicos. 

 “Para tanto, fora aberta sindicância na qual são citados os nomes dos responsáveis pela gerência do Convênio 148/2008 – SIAFI: 626776. Será dado publicidade aos trâmites da investigação e sua conclusão será enviado aos órgãos competentes para as devidas providências”, diz a nota da Secretaria de Segurança e Defesa Social de Taboão da Serra. 




Ailson

Gostaria que o jornal colocasse de volta aquela matéria que o secretário Silas santana se comprometeu em estar dando uma solução para as câmeras de munitoramentos que estavam quebradas e que nada foi feito ele como secretário não sabia o que se passava lá do desvio e mal uso do dinheiro público federal porque não denunciou?

anonimo

como eu já vinha denunciando a muita tempo a corregedoria geral da união tem que pegar todos os envolvidos que estavam até ontem dizendo que estava tudo bem  compania ou será que também o gato comeu a lingua deles ou a corda só vai estourar para os que levaram menos cadê o  não viu nada não sabe de nada espero que o mpf faça justiça, a prefeitura não tem dinheiro para pagar os livre nomeados e o absurdo de aluguel que paga naquele prédio luxuoso da guarda abre o olho ministério publico.

Antonio Pereira

Isso é um atestado de incompetência, desonestidade e incapacidade política que assola nossa cidade. Enquanto isso, os marginais estão atacando dia e noite.

anonimo

Pois é mas até agora não vi ninguém preso, se nós cidadãos de bem, trabalhadores e pagadores dos nossos impostos vamos ter que pagar essa conta, conta de dinheiro roubado que já foi comprovado, cade os responsáveis, porque ainda não vi ninguem saindo algemado de dentro da prefeitura ou da guarda municipal .

27/05/2017

Prefeito Fernando Fernandes e deputada Analice inauguram abrigo municipal

O prefeito Fernando Fernandes e deputada estadual Analice Fernandes inauguraram na quinta-feira,...

25/05/2017

Contas de Taboão estão em dia, mas capacidade financeira está no limite

O vereador José Aparecido Alves, o Cido, elogiou a condução da audiência pública e a atuação do...

24/05/2017

Eduardo Nóbrega comemora aprovação das contas da Câmara de 2013 pelo TCE

O Tribunal de Contas de São Paulo (TCE) aprovou nesta terça-feira, 23, as contas da Câmara...

24/05/2017

Vereadores aprovam estudo sobre vale-transporte e dissídio dos servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram em regime de urgência na sessão desta terça-feira,...

23/05/2017

Juiz mantém decisão que obriga prefeitura a administrar cemitérios de Embu

O juiz da 1ª Vara Judicial da Comarca de Embu das Artes, Rodrigo Aparecido Bueno de Godoy negou...

22/05/2017

Embu é a cidade da região que mais recebe recursos do governo do Estado

Nos primeiros meses de 2017 Embu das Artes vem consolidando sua posição como a cidade da região...

19/05/2017

Lei da deputada Analice Fernandes protege mulher vítima de violência

Lei de autoria da deputada estadual Analice Fernandes de proteção a mulher vítima de violência...

19/05/2017

Comunidade japonesa homenageia Dr. Onishi por vitória na eleição em Taboão

O vereador de Taboão da Serra, Dr. Ronaldo Onishi, foi homenageado com diploma de Honra ao...

18/05/2017

Delação de donos da JBS envolvendo presidente agrava crise política no Brasil

O país amanhece perplexo com mais uma delação de corrupção. Desde vez a denúncia é de que o...

16/05/2017

Vereador afirma que roubos em Embu acontecem pra prejudicar Ney Santos

Os roubos e furtos a equipamentos públicos como creches, Unidades Básicas de Saúde e escolas...

28/05/2017

Taboão Plaza Outlet recebe neste domingo evento de noivos

No próximo domingo (28 de maio) acontece em Taboão da Serra, o “Outlet de Noivas”, evento com...

28/05/2017

ROMU da GCM de Taboão prende dupla com moto roubada

A ROMU da Guarda Civil Municipal de Taboão da Serra prendeu em flagrante no começo da manhã...

28/05/2017

Acidente com um vítima fatal travou o trânsito na Régis Bittencourt em Taboão da

Uma pessoa morreu por conta de um acidente grave envolvendo 5 veúlos no começo da noite deste...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.