Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Prefeitura de Taboão fecha quadrimestre com arrecadação aquém da expectativa

Por Sandra Pereira | 29/05/2013

audiencia_1

Sandra PereiraAudiência aconteceu nesta quarta-feira, 29, na Câmara de Taboão da Serra

A Audiência Pública para prestação de contas da prefeitura de Taboão da Serra referente o 1º quadrimestre de 2013 acendeu o sinal amarelo nas finanças do município. Historicamente o período é onde ocorre a maior arrecadação graças ao pagamento de impostos como o IPTU e o IPVA. A prefeitura de Taboão fechou o quadrimestre com a arrecadação de R$ 191.415.144,82, que representa 35,12% dos R$ 658.771.750,16 previstos no orçamento para 2013. O percentual é considerado baixo para o período e segundo o secretário Municipal da Fazenda, Adelço Buhrer Júnior pode indicar que o orçamento foi fixado para o ano está acima da capacidade real de arrecadação de Taboão.  Atualmente, a prefeitura possui R$ 45 milhões em Caixa e gasta 15 milhões mensais com folha de pagamento.  Na ocasião o secretário disse que a prefeitura está impedida por força de orientação do TCE a pagar as rescisões dos livre-nomeados da administração passada que foram exonerados. Veja aqui.

O secretário demonstrou preocupação com a queda na arrecadação que ocorre nos quadrimestres seguintes e reclamou da desorganização no registro das despesas contraídas e efetuadas na prefeitura no último ano.  Ele disse que já constatou divergência em dados de entrada e saída das contas da administração na passada e não descartou a possibilidade de contratar uma auditoria para dirimir as dúvidas na contabilidade da prefeitura.

“O que arrecadamos no 1º quadrimestre é maior do que o 2º e bem mais do que no 3º”, relatou o secretário. “Nesse período notamos divergências graves como apontamento de dívida em conta que não existe, ou recurso em conta especificada como zerada. Isso sem contar a desorganização da peça orçamentária”.

Um dos pontos polêmicos da audiência foi a apresentação das dívidas da prefeitura. O vereador Luiz Lune questionou o montante de R$ 200 milhões divulgados pelo administração à imprensa. Mas, o secretário disse que o valor corresponde a R$ 140 milhões de dívida registrada R$ 43 milhões de contas não pagas à Sabesp, R$ 60 milhões de dívida referente a canalização do Córrego Poá, que devem ser pagos a longo prazo. Os vereadores questionaram a forma como as dívidas são contabilizadas, especialmente aquelas com vencimento a longo prazo.

Lune questionou também se as anistias concedidas com freqüência não teriam acabado por criar na cidade uma cultura de esperar a anistia para quitar os débitos. O secretário de Fazenda informou que atualmente a cidade registra R$ 327 milhões na dívida ativa, incluindo multa, juros e correção. Recentemente, segundo ele, 517 contribuintes abriram processo visando quitar seus débitos com a municipalidade.

A audiência contou com a participação dos vereadores Cido, Marcos Paulo, Eduardo Paz e Vida, Érica da Enfermagem, Lune e Ronaldo Onishi.

Todos eles fizerem questionamentos ao secretário e pediram explicações sobre a arrecadação e as despesas da cidade. Os vereadores cobraram posicionamento mais firme da administração contra os integrantes da família Basile, maior devedora de impostos na cidade . Também exigiram fiscalização sobre os repasses feitos pelo shopping Taboão.

“Queremos saber qual o montante de arrecadação do shopping e quais são os 30 maiores devedores da cidade. Temos que saber disso para planejar as políticas públicas”, disse Ronaldo Onishi.

Ana Maria

O TCE conforme documento divulgado no DO se posicionou que não é de sua ccompetência julgar rescisões dos exonerados,o que contradiz com o documento anexo nesta matéria.

onézimo

gostaria de deixar registrado que não é só os livres nomeados demitidos ques estão sem receber em taboão da serra os concursados que pediram exoneração tabém não receberam ainda isso é uma vergonha.

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Aprígio recebe visita de Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho

Acompanhado de lideranças da Executiva Nacional e Estadual do PDT, Carlos Lupi, presidente...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.