Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Prefeitura assina convênio para garantir qualificação de catadores de material reciclável em Embu das Artes

Por Karen Santiago | 27/05/2013

jucal

Guego/PMETESecretário discursa sobre sustentabilidade durante assinatura de "Termo de Parceria"

Com intuito de garantir a formação e capacitar os catadores de material reciclável da cidade de Embu das Artes a prefeitura da cidade assinou o “Termo de Parceria” com o Instituto Ecoar. A assinatura aconteceu no Parque do Lago Francisco Rizzo, na última sexta-feira (24). Na ocasião diversos catadores participaram do lançamento do projeto “Fortalecimento e Organização dos Catadores de Material Reciclável da Região Metropolitana Oeste de São Paulo” durante todo o dia. 

O objetivo do projeto é dar formação para mais de 803 catadores, por meio de diversos temas que serão trabalhados, entre eles: o cooperativismo, as questões das doenças do trabalhador, autogestão, questões administrativas, operacionais e ambientais entre outras. Nesse projeto serão beneficiadas as cooperativas das cidades de Embu das Artes, Cotia, Itapevi, Santana de Parnaíba, Taboão da Serra, Osasco, Itapecerica da Serra, Carapicuíba, Jandira e a região oeste da cidade de São Paulo.

O secretário de Meio Ambiente da cidade Embu, Geraldo Juncal Júnior lembrou em sua fala que já trabalhou na região do Campo Limpo em urbanizações de favela e disse ser necessário o resgate de políticas públicas para inclusão da população que ainda vive na rede da pobreza. Juncal defendeu ainda a construção de políticas de resíduos sólidos, a busca pela sustentabilidade e um trabalho na linha de coleta seletiva. “O envolvimento das entidades trará avanços e conquistas às cooperativas”, afirmou.

Na ocasião o Parque promoveu palestra ministrada pelo professor Paul Singer, autor e co-autor de mais de 20 livros sobre economia. De acordo com ele esse projeto é um modelo a ser copiado por muitos. Irá proporcionar uma troca de informações e ajuda mutua, com muita responsabilidade, uma vez que cada um tem caráter e preferências próprias. Singer afirmou que a alma desse projeto é a economia solidária onde é permitido o direito de opinar.

E ressaltou sobre os dois principais desafios que a categoria ainda precisa enfrentar e superar, o número de 90% de catadores ainda não organizados – moradores de rua, lixão, saindo na sorte para sustentar a família e ainda, que o catador não venda mais os resíduos sólidos que recolhem nas ruas, mas sim transformem em objetos que tenham valor. “Com apoio do Ministério da Cultura seja ministrados cursos para garantir que vocês usem o que catam para ter padrão de vida decente”, afirmou.

Roberto Rocha, o presidente do Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável afirmou que o primeiro passo foi dado, mas a responsabilidade da continuidade do processo “é de todos vocês. Para que a rede dê certo e possa avançar”, afirmou. Ele aconselhou que a participação de todos é essencial sem desanimar. “Nosso papel é não desistir e discutir questões em coletivo, sem formação de ‘rodinhas’. Esse é um momento de fortalecimento”, frisou.

Os catadores mostraram-se felizes com a conquista. Discursaram em prol de melhorias de condições de trabalho, aumento de renda e diminuição de esforços físicos com uso de equipamentos adequados. “Começamos a caminhar e isso deve ser feito todos juntos para avançarmos e conseguirmos crescermos juntos”, afirmou a presidente da Rede Verde Sustentável formada também no evento, Rosa.

Ainda durante o lançamento do projeto, uma assembleia para a constituição da Cooperativa de Segundo Grau “Rede Verde Sustentável” foi ministrada. A cooperativa tem como foco novos cooperados e a comercialização de materiais reciclados.

Embu das Artes já tem sua cooperativa. O Programa de Coleta Seletiva e a Cooperativa de Reciclagem de Matéria-prima de Embu (Coopermape) começou em 1997 quando um grupo de catadores que trabalhava no aterro sanitário iniciou as atividades que continuam até hoje, beneficiando mais de 40 pessoas.

27/04/2017

Taboão começa a elaborar Plano de Mobilidade em audiência pública no Cemur

Atendendo a Política Nacional de Mobilidade Urbana e a Lei 12.587/2012, que estabelece a...

26/04/2017

Bom Prato de Taboão abre as portas superando expectativas e com elogios

O restaurante popular Bom Prato Taboão da Serra abriu suas portas ao público nesta quarta-feira,...

25/04/2017

Conseg Monte Alegre fará reunião no Intercap para debater segurança na região

Instrumento importante de participação popular em favor da Segurança Pública a reunião mensal da...

22/04/2017

Engenheiro  desaparecido em Itapecerica da Serra é localizado em Curitiba

O engenheiro Cláudio Silvestre Rodrigues, morador de Itapecerica da Serra, que estava...

21/04/2017

Família de engenheiro de Itapecerica cria força tarefa para localizá-lo, ajude!

Uma verdadeira força tarefa formada por familiares, integrantes da Polícia Militar e da Guarda...

16/04/2017

Taboão da Serra realizou 61ª encenação da Paixão de Cristo com inovações

O público emocionado e atento assistiu a 61ª encenação da Paixão de Cristo de Taboão da Serra,...

13/04/2017

Joice Silva e Johnatan Noventa visitam Casa dos Velhinhos Santa Terezinha

“Aqui é um cantinho de céu. E aquelas duas moças são dois anjos”. Foi com essa frase, dita com...

13/04/2017

Nova balada sertaneja em Taboão estreia com show de Helena

Um dos bares mais agitados de Taboão da Serra, localizado Rua José Maria, 123, no Parque...

10/04/2017

3º Encontro de Autismo em Taboão teve público recorde e palestras de alto nível

Com participação de público recorde, palestras de nível elevado e a presença maciça de...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

28/04/2017

Ônibus intermunicipais param em adesão a greve geral contra as reformas de Temer

Os moradores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra que utilizam o transporte...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.