Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores aprovam lei de isenção de impostos para construção do Minha Casa Minha Vida em Embu das Artes

Por Karen Santiago | 23/05/2013

sessao1

Adilson Oliveira - CMETEA Masataka Ota defendeu o Dia do Perdão na tribuna popular da Câmara

Os vereadores de Embu das Artes aprovaram por unanimidade de votos a Lei que prevê isenção de impostos como ITBI e IPTU para as associações de construtores de empreendimentos do projeto do governo Federal Minha Casa Minha Vida em até 50% durante o período de cinco anos. A lei beneficia famílias que ganham no máximo três salários mínimos. O projeto entrou em regime de urgência e foi discutido por cinco minutos antes da aprovação na sessão da última quarta-feira, dia 22. “Com esse projeto o Governo Federal mostra responsabilidade que tem com o município”, afirmou Doda.

Mais dois projetos de Leis números 20 e 21 de 2013 foram aprovados na sessão. O primeiro é de denominação de Praça Pública no Jardim Pinheirinho e o seguinte institui o Dia do Perdão no município. Ao todo 20 indicações foram aprovadas e três foram retiradas da pauta, uma do presidente Doda e outras duas do vereador Edvânio. Eles usaram como justificativa “uma outra oportunidade para ser analisados”.

A sessão foi marcada ainda pela discussão sobre a saúde da cidade. Os vereadores defenderam o aumento de ofertas de leito no Hospital Geral do Pirajuçara e a instalação de um Hospital municipal, além da procura por parceiros a fim da causa. O assunto veio à tona após a moradora do Jardim Santo Eduardo, Luisa de Sousa usar a tribuna. De acordo com ela o governo do Estado deixou de aplicar na saúde R$ 2 bilhões. 

“Temos que fazer a diferença não só em época de campanha, ser uma luta suprapartidária. A saúde de Embu não pode ficar desse jeito temos que nos juntar e ir até a porta do governo”, disse Ney Santos.

O vereador Edvânio afirmou que o Estado não tem transparência, não enxerga a situação da saúde “doente” e o HGP não está fazendo o papel dele. Ele falou da emenda de R$ 500 mil para a saúde do então deputado estadual, Geraldo Cruz e frisou que é necessário exigir mais investimentos do governo Federal. 

O vereador e presidente da Casa, Doda defendeu, por sua vez a ideia de troca de vagas. “Tem especialidades que para manter são caras, outras mais baratas. Com esse conceito não iríamos resolver os problemas, mas sim diminuir”, opinou. Jabá apontou que o PS Infantil está atendendo pessoas de outras cidades e Luiz do Depósito afirmou que a prefeitura está fazendo demais pela saúde.

O vereador de São Paulo, Masataka Ota (PSB) também fez um discurso emocionado na tribuna popular. Ele defendeu o projeto de Lei que institui o dia do Perdão na cidade, de autoria do também vereador Pedro Valdir. A data será celebrada em 30 de agosto, dia em que o filho do parlamentar, Ives Ota, foi assassinado há 15 anos. Ele disse que perdoar não é fácil e que precisou de muita oração para conseguir perdoar os três assassinos de seu filho. E foi Deus quem deu essa força para ele ir até o presídio, em Jaguaré, e dizer-lhes que perdoava os três. “Não senti raiva, o perdão foi a melhor coisa que eu fiz, porque era ele quem destruía minha vida, família e me fazia ter vontade de não mais viver. O ódio faz com que você se transforme em um monstro”, afirmou.

Ota disse ter certeza que com o Dia do Perdão todos vão perceber a mudança grande na mentalidade das pessoas “que hoje matam por qualquer coisa” e “vamos viver em um país sem violência com paz, amor e respeito ao próximo”. O vereador ressaltou que seu filho é um grande mestre para ele. “Não levamos nada nessa vida, seja justo, faça com que o país seja sério e perdoe”.

Doda afirmou que com o discurso de Ota as pessoas que assistiram a sessão na câmara terão um conceito do que realmente significa perdão. O projeto foi aprovado e logo depois as indicações foram votadas em bloco.

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

25/04/2017

Bom Prato de Taboão começa a funcionar nesta quarta (26) com almoço a R$ 1,00

O prefeito de Taboão da Serra, Fernandes Fernandes Filho, anunciou no começo da noite desta...

22/04/2017

Taboãoprev presta contas de 2016 em audiência da Comissão de Finanças da Câmara

A Autarquia Previdenciária do Município de Taboão da Serra (Taboãoprev) realizou prestação de...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

28/04/2017

Ônibus intermunicipais param em adesão a greve geral contra as reformas de Temer

Os moradores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra que utilizam o transporte...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.