Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Paciente agride diretora da UBS do Jacira com soco na face e acaba preso

Por Sandra Pereira | 17/05/2013

jacira_1

Arquivo do Jornal na NetDiretora está licenciada, o agressor foi detido e UBS ficou 24 horas fechada

A diretoria da Unidade Básica de Saúde do Jardim Jacira, Michele Reis, foi agredida por um paciente com um soco na face no começo da manhã desta quinta-feira, 16. A UBS permaneceu fechada por 24 horas após o ocorrido. A decisão de fechar a unidade partiu dos próprios funcionários que se queixam da falta de segurança recorrente no local. 

 A diretora está  licenciada e o agressor já foi detido. Com frequência a UBS do Jacira recebe críticas dos usuários, que se queixam principalmente da demora no atendimento, assim como da falta de médicos.

“A gente não consegue trabalhar em paz. Sofremos com em assaltos, agressões e as ameaças. Tem vários casos de pacientes drogados que quebram tudo durante o atendimento. Está ficando cada dia mais difícil. Não temos segurança. A Guarda Civil faz o melhor que pode, mas eles têm uma viatura só para atender toda a região”, contou um funcionário.

 A agressão à diretora teria ocorrido quando ela entrou na sala do atendimento que fazia o atendimento do homem que a atingiu com o soco. Ela registrou Boletim de Ocorrência e foi submetida a exame de corpo delito. Os funcionários que denunciaram a agressão ao Jornal na Net não souberam precisar os motivos, mas estão a cada dia mais assustados com o aumento da violência.

Os funcionários da Unidade Básica do Jacira relatam que os casos de agressão no local estão ocorrendo com freqüência em razão da falta de segurança. A UBS não dispõe de vigia e os servidores dizem já ter informado o problema diversas vezes às autoridades municipais de saúde.

 A falta de segurança também faz parte da rotina dos funcionários da Unidade Básica de Saúde do Analândia, Horizonte Azul e São Pedro. Eles reclamam da falta de atenção da Autarquia Municipal de Saúde em relação ao ocorrido.

 Por telefone a Autarquia Municipal de Saúde confirmou  ao Jornal na Net a agressão sofrida pela diretora e confirmou que o episódio foi grave. “Ela foi pega de surpresa, foi socorrida e a polícia informou que o agressor já foi detido. Soubemos  que não foi um caso de mal atendimento ou algo assim. De qualquer forma uma agressão física não se justifica”, alega.

Quando a agressão aconteceu a superintendente da Autarquia estava reunida com o prefeito Amarildo Gonçalves, o Chuvisco, que imediatamente foi informado do problema. Logo após a reunião a superintendente esteve na UBS onde constatou que o episódio abalou aos servidores e a diretora vítima da agressão.


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.