Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Sabesp inicia obra que vai tratar o esgoto de 3 milhões de pessoas e ajudar a despoluir o Tietê e o Pinheiros

Por Outro autor | 16/05/2013

noname

DivulgaçãoEstação de Tratamento de Esgoto Barueri será ampliada para receber afluente

A Sabesp acaba de iniciar uma das principais obras do Projeto Tietê. É a ampliação da Estação de Tratamento de Esgotos Barueri, a maior unidade de tratamento de efluentes da América Latina. O investimento contribuirá para a despoluição dos rios Tietê e Pinheiros, além de diversos córregos da zona oeste da capital e da Grande São Paulo.

O empreendimento fará com que a capacidade da ETE salte dos atuais 9.500 litros por segundo de esgoto tratado para 16.000 litros por segundo. Assim, a unidade, que já trata os esgotos de 4,5 milhões de pessoas, passará a atender mais 3 milhões de moradores de São Paulo, Barueri, Carapicuíba, Cotia, Embu das Artes, Itapevi, Jandira, Osasco e Taboão da Serra. A obra vai garantir mais saúde e qualidade de vida para a população, além de melhorias ambientais nas nove cidades.

Serão construídos seis tanques de decantação primária, oito tanques de aeração, seis decantadores secundários, quatro tanques de adensamento de lodo por gravidade e novas grades para esgoto bruto, lodo primário e secundário. Além disso, a unidade ganhará sistema de desidratação de lodos por centrífugas e um sistema de aquecimento de lodo por processo termofílico.

O investimento de R$ 390 milhões faz parte da terceira etapa do Projeto Tietê e é fundamental para a despoluição dos rios da Região Metropolitana de São Paulo. Isso porque a maior parte das obras em andamento da Sabesp vai enviar o esgoto coletado para a ETE Barueri. Isso acontecerá com os efluentes de bairros como Jaguaré, Panamby e Real Parque, na zona oeste da capital.

A Sabesp já está em fase de captação de recursos e elaboração de projetos para a quarta e última fase do Projeto Tietê. Esta será concluída no final da década, quando a Sabesp se tornará a primeira empresa de saneamento do Brasil a garantir 100% de coleta e de tratamento de esgoto nas áreas regulares das cidades em que atua, incluindo a capital. A companhia opera em 364 municípios do Estado e já universalizou o saneamento em 193.

Despoluir o Tietê: compromisso de todos

Além do Projeto Tietê, é muito importante que outras ações sejam feitas. A poluição dos rios da Grande São Paulo vem também do lixo jogado nas ruas ou mal varrido, das ligações clandestinas de esgoto nas galerias de água de chuva, dos objetos atirados nos córregos. Nas cidades onde a Prefeitura cuida do esgoto, é necessário que todo o material seja coletado e tratado – ou o rio continuará poluído.

O Tietê Vivo é um compromisso de todos nós. E é também o mote de uma campanha promovida pela Fundação SOS Mata Atlântica que pode ser conferida na página http://pt-br.facebook.com/notes/tiet%C3%AA-vivo/manifesto-tiet%C3%AA-vivo/218410121551414 ou em www.facebook.com/TieteVivo.

ETE Barueri, 25 anos

O início da ampliação coincide com o aniversário de 25 anos da Estação de Tratamento de Esgotos Barueri. Projetada na década de 1970, a ETE entrou em operação em maio de 1988, então com capacidade para tratar 7.000 litros por segundo de efluentes. É a maior planta de tratamento de esgotos da América Latina.

A ETE Barueri é parte fundamental do Projeto Tietê. Em 1992, quando começou o planejamento do programa, foi definido que a Sabesp trabalharia com cinco grandes estações na Região Metropolitana de São Paulo. O esgoto coletado da maioria das cidades atendidas pela companhia passou então a ser bombeado até essas cinco unidades (além de Barueri, existem as ETEs ABC, Parque Novo Mundo, São Miguel e Suzano).

Essa estratégia foi adotada por causa das características da Grande São Paulo, onde a ocupação urbana é desordenada e não há uma divisa clara entre a maior parte das cidades. Assim, o dinheiro que estava sendo investido seria mais bem aproveitado com as grandes estações, que receberiam os esgotos das grandes tubulações que percorrem vários bairros ou até mesmo mais de um município.

Em 1998, durante a primeira etapa do Projeto Tietê, a ETE Barueri teve sua vazão aumentada para os atuais 9.500 litros por segundo. Agora, na terceira fase do programa, chegará a 16.000 litros por segundo.

22/02/2018

Moradores do Saint Moritz reclamam do aumento do IPTU

Os moradores do Jardim Saint Moritz, em Taboão da Serra, reclamam do aumento do IPTU 2018 no...

19/02/2018

Renato Oliveira é indiciado por atentado contra Binho e exonerado da prefeitura

A Polícia Civil indiciou na sexta-feira, 16, o subsecretário de Gestão Tecnológica e Comunicação...

18/02/2018

Agências bancárias da região fecham nesta segunda em adesão a greve nacional

Os bancos em Taboão da Serra, Embu e Itapecerica não irão abrir nesta segunda-feira (19) como...

17/02/2018

Embu das Artes celebra 59 anos de emancipação neste domingo

A cidade de Embu das Artes comemora no próximo domingo (18), 59 anos de emancipação...

15/02/2018

Itapecerica tem mais de 1.080 crianças realizando trabalho infantil, diz IBGE

Estudos recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontaram que no...

07/02/2018

Moradores do Jardim São Marcos reclamam da frequente queda de energia

Moradores do Jardim São Marcos em Embu das Artes, estão reclamando das constantes quedas de...

09/01/2018

Moradores do Parque Adélia voltam a ficar ilhados após chuva em Itapecerica

Moradores do Parque Santa Adélia já não aguentam mais ficarem ilhados toda vez que chove....

08/01/2018

Corpo de Bombeiros orienta como prevenir acidentes domésticos nas férias

O tão esperado período de férias chegou. Junto, uma notícia preocupante, especialmente para os...

13/12/2017

Taboão da Serra celebra Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), ligado à Secretaria de Assistência Social...

11/12/2017

Idosa de 76 anos desapareceu neste domingo em Taboão da Serra

Dona Ana Maria Barbosa, 76 anos,desapareceu quando estava indo para casa onde mora com a irmã e...

22/02/2018

Inspeção recupera mais de R$ 4 bi de recursos do FGTS em 2017

A fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) recuperou, em 2017, R$ 4,2 bilhões em...

22/02/2018

País registra 164 mortes por febre amarela desde julho

Entre 1º julho de 2017 e 20 de fevereiro deste ano, foram confirmados 545 casos de febre amarela...

22/02/2018

Jorge Costa cumpre com o dissídio dos servidores de Itapecerica da Serra

O prefeito Jorge Costa convocou nesta quarta-feira (21), uma reunião no Ginásio Municipal de...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.