Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Trote solidário da Faculdade de Itapecerica da Serra (FIT)

Por | 2/05/2010

festa_fit_original.JPG

Trote solidário animou os jovens na FIT

Solidariedade e respeito pelo próximo. Essa é uma das bandeiras que a Faculdade de Itapecerica da Serra (FIT) defende. Nada de trote maldoso que obriga os calouros a beber demais, a usar drogas, a pedir dinheiro no farol ou apanhar. Na FIT o trote é solidário, visa arrecadar alimentos e doar a entidades de fins sociais..

O Trote solidário surgiu de uma idéia para um salto qualitativo, “queríamos fazer um trote diferente, sem desrespeito”, afirmou José Coeli, diretor de Assuntos Comunitários da faculdade.

José Coeli explicou que para obter o ingresso para a balada que aconteceu nesta sexta-feira, 30, os calouros e veteranos trocaram por um quilo de alimento não perecível, “esses alimentos são doados para famílias e instituições que os alunos indicam”, ressaltou José.

Ele contou a Reportagem do Jornal na Net que os alunos (calouros e veteranos) ajudam a montar a cesta básica e, além disso, se prontificam a entregá-las no destino (em um mutirão). “Ano passado conseguimos arrecadar 1 tonelada de alimentos, ajudamos mais de 150 pessoas, sempre todos juntos fazemos uma oração agradecendo a Deus por ter conseguido levar os alimentos e acima de tudo por poder ajudar o próximo”, afirmou.

Segundo José as cestas básicas são montadas em uma sexta-feira, e a entrega acontece durante todo o dia de sábado. “Os alunos vestiram a camisa e adoram ajudar as pessoas. Alguns alunos não participam, mas a maioria sem dúvida se sentem felizes em poder ajudar”, contou.

A faculdade conta com 650 alunos que cursam Letras, Pedagogia e Administração. “Os moradores de Itapecerica, Embu, Embu-Guaçu, Taboão da Serra, Juquitiba e São Lourenço pagam R$ 296,00 (nos cursos de Letras e Pedagogia), já Administração o valor é um pouco mais alto, R$ 348,00”, afirmou.

José contou que após a formatura das primeiras turmas, o aumento de pessoas interessadas em estudar na faculdade foi expressivo. “Não faremos processo seletivo no meio do ano, pois já temos o número de alunos estipulado anualmente pelo MEC (300 alunos)”, contou orgulhoso.

O trote solidário realizado especialmente para os calouros foi uma grande balada. Com muita música, diversão, bebida e segurança.

Márcia Rodrigues, estudante de letras acredita que apesar da faculdade ser nova, o trote é bem legal. “Não tem violência, baixaria, o trote tem como objetivo ajudar as pessoas que precisam de uma mão amiga”.

Confira mais fotos do Trote:

festa_fit_original.JPG

fit_2_original.JPG

fit_1_original.JPG

Fotos divulgadas pela Faculdade.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.