Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Debate sobre Bilhete Único Municipal causa polêmica na Câmara de Embu

Por Karen Santiago | 30/04/2013

009

Marcos RochaSessão foi polêmica e teve até pedido de abertura de processo por quebra de decoro

A sessão da Câmara de Embu das Artes, na manhã desta terça-feira (30) foi marcada por palavras de incentivo aos funcionários públicos e trabalhadores da cidade, em referência ao Dia do Trabalho, comemorado nesta quarta, dia 1º de Maio. Na ocasião, os vereadores aprovaram ainda a celebração de convênio entre a prefeitura e o teatro Solano Trindade que transfere recursos financeiros ao teatro. Na reta final da sessão um requerimento do vereador Ney Santos, propondo a implantação do Bilhete Único Municipal na cidade causou ampla polêmica. O requerimento foi rejeitado por 8 votos contra 7 sob a justificativa de que o mesmo já havia sido posto em votação em 2009, quando também foi reprovado.

Na justificativa do requerimento Ney Santos afirmou que o objetivo é melhorar a integração com as linhas municipais e ainda garantir um preço mais acessível para os usuários do transporte público. “Uma forma de deslocar moradores de cada bairro pelo período de 2h, por exemplo, sem ter que pagar mais uma passagem”, afirmou. Mas, quando o requerimento foi rejeitado, graças ao voto do presidente da Câmara, ele voltou a tribuna e declarou que alguém estaria sendo beneficiado para “votar contra a população”.

“Não estou aqui para afrontar ninguém. Eu represento o povo. Se eu errei cabe a Justiça julgar. Sou firme nas palavras e responsável pelos meus atos. A campanha passou e agora a gente tem que trabalhar para defender o povo”, disse Santos.

 Doda, presidente da Casa salientou que os vereadores assumiram o compromisso, em reunião fechada que não apresentariam requerimento já feito por outros vereadores, especialmente por quem está no mandato. O requerimento foi rejeitado por oito votos contrários dos vereadores Gilvan da Saúde, João Leite, Clidão do Táxi, Jabá, Edvânio Mendes, Gilson Oliveira, Júlio Campanha e Doda. O presidente disse que concorda com o requerimento, mas votou contra por que o mesmo já foi objeto de avaliação na Câmara. Após a declaração de Ney Santos de que alguém teria sido beneficiado com a rejeição do requerimento o presidente pediu a que o jurídico da Casa analise a possibilidade de abertura de processo de quebra de decoro contra Ney Santos.

Nesse momento o impasse se instalou entre ambos. O vereador autor do requerimento disse que assume cada palavra dita na Tribuna e o presidente rebateu que ele errou ao apresentar um requerimento já analisado na Casa e ao sugerir que alguém se beneficiou com a sua rejeição.

“Ele fez uma acusação grave de plenário e agora tem que provar se isso aconteceu. Agora vamos ver se cabe a quebra de decoro. Isso é por causa do que ele falou no plenário sem citar nomes”, falou o presidente.

 Ney Santos também falou sobre a mobilização para trazer o Hospital Municipal para o Embu. “O sonho não é só meu, dos embuenses e de todos nós. A luta é suprapartidária”, afirmou. Ele disse que o deputado Jorge Caruso mandou ofício para o governador Geraldo Alckmin para que seja doada uma área para construção do Hospital. Ele convidou os moradores e vereadores que participem de uma caminhada em prol do hospital nesta quarta, às 9h em frente às Casas Bahia no Jardim Santo Eduardo.

 O vereador Luiz Carlos Calderoni, o Luis do Depósito, informou que o Batalhão do Jardim Santo Eduardo irá ser transferido para próximo à Câmara. Ele pontuou que comerciantes e sociedade no geral sofrem com assaltos constantes no local com o Batalhão “imagina sem”. A região onde o Batalhão está instalado é alvo constante de assaltos em qualquer hora do dia, provocando queixas constantes de moradores e comerciantes. Por essa razão Luis do Depósito pediu uma “compensação” para evitar que a violência se instale de vez na região.  “Que se coloque bases no Santa Emília, Jardim do Colégio, Moraes, Santo Eduardo. Que seja feita alguma coisa. O que não pode é retirar o Batalhão sem ter preocupação com a segurança”.

 Luis do Depósito também prepara uma mobilização no Santa Emília, no dia 13 às 10h e pediu o apoio dos demais vereadores. Doda afirmou que é necessário separar o que é responsabilidade municipal e do Estado. O presidente disse que como instituição legislativa vai protocolar ofício junto ao Batalhão e fazer uma moção de repúdio sobre o fato. 

Lêda Maria Ribeiro

Boa note acho que estou emburrecendo a cada resumo das sessões da cãmara.Peraí projeto bilhete único rejeitado por ja ter sido apresentado?e pior se tornar falta de decoro? Me expliquem só uma coisinha que eu na minha FALTA DE CURSO SUPERIOR CONCLUIDA,não sou capaz de compreender se é algo que ajudaria a quem necessita o pq não ser colocada em questão novamente estamos falando num bem á coletividade e não benefícios pessoais.Gente acorda quando o povo dá o seu voto a um candidato ele sonha,almeja um defensor para suas necessidades independente de nome ok afinal essa é a verdadeira função de um político independente da hierarquia que ocupa...eu na minha pequenez de mera leitora fico indignada com essas posturas ..enfim devo realmente estar emburrecendo pois se não se concilia uma casa pequena como um bairro como seria se os mesmos estivessem na direção do País...??????

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

25/04/2017

Bom Prato de Taboão começa a funcionar nesta quarta (26) com almoço a R$ 1,00

O prefeito de Taboão da Serra, Fernandes Fernandes Filho, anunciou no começo da noite desta...

22/04/2017

Taboãoprev presta contas de 2016 em audiência da Comissão de Finanças da Câmara

A Autarquia Previdenciária do Município de Taboão da Serra (Taboãoprev) realizou prestação de...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

28/04/2017

Ônibus intermunicipais param em adesão a greve geral contra as reformas de Temer

Os moradores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra que utilizam o transporte...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.