Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Conisud está na vice-presidência do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de SP

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 16/04/2013

chico

Prefeitura de Embu das ArtesChico Brito sugeriu ao Governo que prepare as equipes das secretarias estaduais para receber e encaminhar as diretrizes e projetos estabelecidos pelo Conselho Metropolitano

O prefeito Chico Brito participou, na terça-feira (16), em São Paulo, da solenidade de eleição e posse da nova diretoria do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), assumiu a presidência.Formado por representantes das 39 cidades da Grande São Paulo, o conselho busca soluções para problemas que um município não consegue resolver sem outro. O prefeito de Cotia (integrante do Consórcio Intermunicipal da Região Sudoeste da Grande São Paulo -Conisud), Carlão Camargo, ficou com a vice-presidência.

Para uma platéia lotada, Chico Brito falou de dois temas importantes para o funcionamento do conselho.  Ele sugeriu ao Governo do Estado que prepare as equipes das secretarias estaduais para receber e encaminhar as diretrizes e projetos estabelecidos pelo Conselho Metropolitano. “Assim, teremos mais agilidade no encaminhamento das soluções de muitos problemas que afligem os municípios”, afirmou o prefeito de Embu das Artes e presidente do Conisud.

Chico Brito também sugeriu a Haddad que envie projeto de lei à Câmara Municipal autorizando as subprefeituras a fazerem parte dos consórcios intermunicipais, como o Conisud, em suas respectivas fronteiras. “Nós do Conisud vamos reformular o estatuto para receber como consorciadas as subprefeituras de Campo Limpo, M´Boi Mirim, Parelheiros e Butantã, porque temos muitos problemas comuns que precisam de soluções conjuntas”, explicou.

Haddad disse que vai “propor o que eu acho que seja uma das tarefas do conselho: pensar a região metropolitana não para um, dois anos, mas para 10, 20 anos, que é o que as grandes regiões metropolitanas do mundo fazem”. A região metropolitana tem atualmente 22 milhões de habitantes, dez rodovias, centenas de córregos e rios. As cidades compartilham riquezas econômicas, naturais e problemas.

Na cerimônia, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) assinou o decreto de criação do Fundo de Desenvolvimento Metropolitana, que altera o Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento (Fumefi), criado em 1974 junto com a região metropolitana, em Fundo de Compensação Financeira Socioambiental, para promover a compensação financeira aos municípios produtores de água. O fundo será regulamentado com a participação das cidades.

Na próxima reunião, o conselho vai definir como será a contribuição dos municípios nesse fundo de investimentos. O próximo encontro será daqui a um mês.

Estiveram presentes também os prefeitos de Itapecerica da Serra, Amarildo Gonçalves, de Embu-Guaçu, Clodoaldo Leite da Silva, Francisco Júnior de Juquitiba, Roberto Rocha, de Vargem Grande Paulista e Luiz Marinho, de São Bernardo do Campo, que também é presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e o vice prefeito de Embu das Artes Natinha.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.