Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Autopista diz que prefeitura de Taboão foi notificada sobre desapropriações e obras na BR em 2009

Por Sandra Pereira | 12/04/2013

secretario

Arquivo do Jornal na NetRinaldo Tacola foi procurado pela Autopista para tratar das obras na cidade, mas não informou demais secretários nem a comunicação da prefeitura

A Assessoria de Imprensa da Autopista Régis Bittencourt  informou por meio de nota enviada ao Jornal na Net que desde 2009 a prefeitura de Taboão da Serra foi informada oficialmente do projeto das obras de implantação das ruas laterais nas margens da BR 116. A autopista desmentiu a informação de que a prefeitura desconhece a obra e seus detalhes.

De acordo com a concessionária, esse ano o assunto foi tratado com a Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana. O secretário da pasta confirmou que manteve contato com a concessionária, criticou a gestão anterior e disse que ainda vai avaliar o projeto detalhadamente. 


Ainda na nota a concessionária informa que também se mantém à disposição da Prefeitura de Taboão da Serra e de demais interessados, para quaisquer esclarecimentos sobre as desapropriações que vão ocorrer no município e a obra de construção das ruas laterais. 

As informações enviadas pela assessoria de imprensa da Autopista referem-se  à matéria publicada no Jornal na Net em  11 de abril de 2013,  com o “Prefeitura de Taboão ainda não conhece projeto de implantação de vias marginais na BR” – relembre aqui.

“A Autopista Régis Bittencourt informa que o projeto das obras das ruas laterais de Taboão da Serra foi apresentado à gestão anterior do município, com tratativas desde 2009. Este ano, o assunto foi tratado junto à atual Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana”, informa o texto assinado pela assessoria de Comunicação.

O Secretário de Transportes e Mobilidade Urbana, Rinaldo Tacola, confirmou por meio da assessoria de imprensa da prefeitura de Taboão que manteve contato com a Autopista Régis Bittencourt para tratar do tema.

 “Foi feito um primeiro contato com a OHL para falar sobre esse projeto. De 2009 a 2012 nada foi feito pela gestão anterior que pudesse dar andamento nessa questão. O projeto ainda está em estudo pela secretaria uma vez que tomamos conhecimento há pouco menos de dois meses. Mas, ressaltamos que a prefeitura vai analisar o projeto e seus conceitos para ver o que de melhor pode ser feito para a cidade com a implantação desse projeto”, respondeu Rinaldo Tacola.

As desapropriações de 15 áreas ao longo da BR em Taboão da Serra e a obra de implantação das ruas paralelas são de longe a maior obra viária da cidade nos últimos anos. O interesse inexpressivo dos entes públicos sobre a questão chama a atenção de quem acompanha o assunto de perto.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.