Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Iacta vai deixar Antena dia 31 e SPDM assume gestão do local no dia 01 de abril

Por Sandra Pereira | 27/03/2013

reunidentro

Sandra PereiraMeta é garantir rescisões de funcionários e recontratação de parte deles, temas foram discutidos em reunião

A Iacta Saúde, que administra o Pronto Socorro do Antena, já tem data certa para deixar Taboão da Serra. Essa semana a empresa foi notificada pela prefeitura do rompimento do contrato. No próximo dia 01 de abril a Sociedade Paulista de Medicina (SPDM) assumirá o atendimento no Antena.  A meta é que a SPDM também assuma a gestão do Akira Tada e do Pronto Socorro Infantil do Santo Onofre. A entidade já gerencia o Hospital Geral do Pirajuçara e o AME Taboão. Além de garantir as melhorias que a população há muito tempo reclama na área da saúde a prefeitura agora atua para intermediar o impasse criado entre a Iacta e os 250 servidores que atualmente trabalham no Antena. O prefeito Fernando Fernandes deve anunciar nos próximos dias a rescisão do contrato com a Iacta. 

A saída da Iacta do PS Antena, foi discutida nesta terça-feira, 26, numa espécie de reunião de conciliação, com a participação de integrantes da empresa, da secretária de Saúde Raquel Zacainner e os sindicados que representam os servidores lotados no Antena. O clima do encontro foi tenso. Os sindicatos lutam para garantir o pagamento de direitos trabalhistas e a manutenção dos empregos, a Iacta busca receber todos os três meses devidos pela administração do ex-prefeito Evilásio Farias, enquanto a secretária de Saúde tentava equilibrar a discussão. Os vereadores Cido e Moreira participaram da reunião. Há mais de um ano Cido vinha defendendo o rompimento do contrato com a Iacta. 

“Vamos condicionar essa dívida ao pagamento do funcionalismo. É isso que está sendo discutido. É isso que vai ser feito. O mandato anterior não poderia deixar de pagar a Iacta e permitir o acúmulo dessa dívida. A prefeitura hoje está procurando a melhor via. Agora numa situação dessas claro que vai ter prejuízo para todas as partes. Temos que trabalhar para os danos serem minimizados”, afirma a secretaria, sem falar em prazos para o pagamento. Ela acrescentou que a prioridade atual é garantir o pagamento das rescisões e a contratação pela SPDM de boa parte dos 250 funcionários atuais da Iacta.

Os representantes dos sindicatos dos Enfermeiros e dos Empregados dos Estabelecimentos de Saúde de Osasco e Região (SUEESSOR) revelaram ter informações de que a SPDM já está contratando profissionais para trabalhar em Taboão da Serra. Os integrantes de ambos querem garantias concretas do pagamento das rescisões trabalhistas. Alguns defenderam a paralisação imediata dos serviços até que haja garantias de pagamento. Eles também pediram acesso ao contrato com a SPDM.


“Sabemos que houve atrasos. Sabemos das dificuldades. Mas o pagamento dos funcionários tem que resolver. Esse é o principal ponto agora”, disse Amilton Arlindo de Moura. “Os funcionários agora têm o direito de escolher se querem assumir plantão nessa condição de insegurança”.

Já os representantes da Iacta Saúde alegaram que foi preciso fazer “ginástica financeira priorizando o pagamento dos salários”. O advogado da Iacta, Luciano Cordeiro, admitiu que houve desabastecimento de materiais nos últimos meses em razão da falta de pagamento. Ele disse que a piora da qualidade do atendimento no Antena foi conseqüência da falta de pagamento nos últimos três meses de 2012. Segundo o advogado a empresa tinha esperanças de permanecer em Taboão e por conta disso não rompeu o contrato.

“A intenção é que a prefeitura nos pague para que possamos chamar os funcionários e pagar. Agora não posso dar essa garantia sem receber. Não vamos sair porque a Iacta quer, estamos saindo porque a prefeitura quebrou o contrato”, afirmou Luciano Cordeiro.

Enquanto a reunião acontecia, do lado de fora da secretaria de Saúde, servidores lotados no Antena aguardavam ansiosos por uma solução para o impasse. A maioria deles esperava ser recontratado. Todos deixaram claro as condições ilegais e até desumanas às quais foram submetidos nos últimos meses. 

“Já trabalhei com acesso de medição no braço”. “A gente só tem 15 minutos para fazer as refeições”. “Nós últimos meses enfrentamos muita falta de material”. “Trabalhamos num clima de insegurança”. “Os pacientes reclamam do atendimento, mas a gente também sofre de ver aquela situação”. “Trabalho lá e já perdi parente por causa da falta de estrutura”, se queixavam.


marlene valentina

a nova empresa que entrar tenha a conciencia que os funcionarios que ficaram sao os que realmente manteram o bom atendimento msm sem condicoes

Doralice Alves Silva

Trabalho la desde que começou o contrato da iacta,são exatamente dois anos e sete meses e quero receber os meus direitos,os ultimos meses forão de muita indignação não são com os funcionarios mais tambem com a população condições desumanas,e nos vendo tudo aquilo sem poder fazer absolutamente nada.espero que a spdm faça melhor e atenda a população com respeito e dignidade.

Fabio Alves Silva

E agora como é que fica a situação dos funcionarios da iacta saude,com a entrada da spdm dia 1.

17/08/2017

Clínica Médica oferece curso gratuito para gestante em Taboão da Serra

08/08/2017

Menos de 4% dos médicos denunciados aos conselhos perdem seus registros

O Conselho Federal de Medicina (CFM) foi criado em 1951, inicialmente com competência para fazer...

06/08/2017

Programa Fila Zero: Saúde de Embu das Artes no caminho certo

O Programa Fila Zero foi lançado em julho deste ano, por intermédio de um contrato assinado com...

31/07/2017

Dermatologista da Clínica São Bento dá dicas para manter a pele bonita

O inverno finalmente chegou para quem aprecia os dias de baixas temperaturas.  O que a maioria...

28/07/2017

Nova/sb faz campanha de combate às hepatites virais para Ministério da Saúde

Hoje, Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais, o Ministério da Saúde começa a veicular...

26/07/2017

Unidades de saúde de Embu intensificam vacinas nesta semana

Até dia 28 de julho, seguindo determinação da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, as...

26/07/2017

Clínica São Bento e prefeitura de Embu fecham parceria para zerar filas de exame

 

Com o objetivo de diminuir o tempo de espera dos moradores para a realização de...

19/07/2017

Brasil terá fábrica de testes de zika e chikungunya

O laboratório alemão EUROIMMUN, líder mundial em diagnóstico autoimune e o único no Brasil a...

17/08/2017

Creche no Santa Tereza foi roubada 8 vezes esse ano

Pela oitava vez consecutiva, somente esse ano, bandidos invadiram a creche municipal Maria...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.