Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Agentes comunitárias de saúde passam por curso de capacitação sobre dengue

Por Prefeitura Municipal de Taboão da Serra | 20/03/2013

dengue450_1

Ricardo Vaz - PMTSProliferação do mosquito da dengue acontece com o acumulo de água em recipientes

Na manhã de quarta-feira, 13 de março, agentes comunitários de saúde e funcionários da Ouvidoria Municipal de Taboão da Serra, participaram de uma capacitação sobre dengue. O encontro, realizado no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, foi ministrado pela Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN), ligado à Secretaria de Estado da Saúde, do Governo do Estado de São Paulo. Também participaram do encontro ouvidor geral, Dr. João Melo, e a coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses, Dra. Graziela Cristina Granizo Aun.

 Organizado pela secretária de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner, o curso teve como intuito orientar e capacitar os participantes a prevenir a procriação do mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da dengue. “Optamos por capacitar as agentes comunitárias para que elas auxiliem os moradores da comunidade onde atuam neste combate” – explicou.


A responsável pela Seção de Avaliações e Controle da SUCEN, Vera Aparecida Estevão, mostrou mapas que exemplificam o avanço da dengue no estado de São Paulo. Em 1985, apenas oito dos 645 municípios paulistas apresentavam infestação de dengue. Já em 2012 o número de cidades infestadas aumentou para 581, ou seja, 94,3% da população corria o risco de ser picados pelo mosquito. “Consideramos como um município infestado os que tenham um maior número de focos de criação do mosquito e que também houve transmissão da doença” – disse.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, este ano houve a confirmação de nove casos em Taboão da Serra e existem 33 pessoas suspeita. De acordo com a secretária,todos os casos confirmados são considerados “importados”. “Estas pessoas foram picadas em outros municípios, provavelmente em uma viagem ou em atividades diversas e vieram para Taboão da Serra com a doença. De qualquer forma, o Centro de Controle de Zoonoses está fazendo o bloqueio dos casos e a nebulização das residências não apenas dos infectados, como também dos casos suspeitos e no entornos, até 500 metros, que é onde o mosquito pode voar” – afirmou.

A doença

A dengue, também conhecida como febre “quebra ossos”, é transmitida através da picada da fêmea do mosquito Aedes Aegypti. A doença pode ser considerada como clássica ou hemorrágica, leva de 3 a 15 dias para manifestar os primeiros sintomas e ainda não existem medicamentos ou mesmo vacinas que sejam específicos para o tratamento.

De acordo com a visitadora sanitária da SUCEN, Regiane Furquim, tanto a clássica, quanto a hemorrágicapossuem sintomas em comum, como febre alta, dores em todo o corpo, incluindo dor de cabeça, no fundo dos olhos e nas articulações, náuseas, vômitos, fraqueza, falta de apetite e, em alguns casos, manchas vermelhas na pele. Porém, no tipo hemorrágico o paciente temsangramentos internos, fezes escuras, além de dores abdominais intensas.

“Quem apresentar dois ou mais sintomas deve procurar imediatamente um médico e não deve se automedicar.Vale lembrar que pessoas com suspeita de dengue não devem ingerir medicamentos que contenham ácido acetil salicílico, pois a doença pode evoluir de clássica para hemorrágica e o paciente pode até falecer” – ressaltou.


A forma de evitar criadouros e prevenir a procriação do mosquito transmissor é simples, é o que afirma Ricardo Andrade, encarregado do setor de campo da SUCEN. “Basta não deixar recipientes que possam acumular água expostos a ação do tempo, ou mesmo sem uso com água dentro de casa. Ao contrário do que muitos pensam ralos, vasos sanitários que não são usados constantemente e até piscinas podem ser locais para reprodução do mosquito. Porém é só colocar um pouco de cloro ou mesmo sal neste lugar. Ambos deixaram água mais ácida e impedirá a reprodução do mosquito” – exemplificou.

 Por Vera Sampaio

19/07/2017

Brasil terá fábrica de testes de zika e chikungunya

O laboratório alemão EUROIMMUN, líder mundial em diagnóstico autoimune e o único no Brasil a...

16/07/2017

Instituto Edusa vai assumir saúde de Embu das Artes dia 1º de agosto

Cumprindo uma das suas principais propostas de campanha a administração do prefeito Ney Santos...

14/07/2017

Saúde de Taboão da Serra inaugura Oficina de Aleitamento Materno

A Secretaria de Saúde de Taboão da Serra dá um novo passo para a promoção de políticas públicas...

12/07/2017

Profissionais de Saúde iniciam formação voltada às urgências em Itapecerica

Desenvolvido pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz em parceria com o Ministério da Saúde (MS) no...

11/07/2017

ANS abre consulta para inclusão de medicamento para esclerose múltipla

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) acaba de lançar consulta pública (CP) para a...

05/07/2017

Frio quebra recorde em várias capitais do Brasil. Saiba como evitar as doenças c

29/06/2017

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 7 de julho

A campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada até o próximo dia 7 de julho. O objetivo...

27/06/2017

Saiba como acabar com o ronco e melhorar sua noite de sono

Muitas pessoas apresentam algum tipo de distúrbio durante o sono e um dos mais comuns é o ronco,...

26/06/2017

Cirurgia plástica no inverno traz benefícios que vão do pós-operatório à rotina

Quando começa a preparação para a realização de uma cirurgia plástica, uma das dúvidas mais...

21/07/2017

Prefeitura de Embu traz novo modelo de gestão para alimentação escolar

21/07/2017

Itapecerica tem Semana do Empreendedorismo em Ação entre 31/07 e 03/08

A Prefeitura de Itapecerica da Serra e o Sebrae-SP realizam entre 31 de julho a 3 de agosto a...

21/07/2017

Atenção para o licenciamento: julho é o mês de veículos com placas final 4

Os proprietários de veículos com placas final 4 já podem fazer o licenciamento. A data limite...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.