Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores não se definem sobre veto de ex-prefeito na sexta mudança do Plano Diretor

Por Sandra Pereira | 20/03/2013

sessao450

Arquivo do Jornal na NetVeto não foi apreciado após pedido de vistas da vereadora Joice Silva

Bem diferente do que vinha ocorrendo nas últimas semanas a sessão desta terça-feira, 19, da Câmara Municipal de Taboão da Serra foi bem rápida. A ordem do dia constava somente a apreciação do veto do ex-prefeito Evilásio Farias sobre o projeto de lei que alterou  o Plano Diretor de Taboão da Serra. A Lei que estabelece as diretrizes municipais foi aprovada em 2006. De lá para cá sofreu seis alterações de zoneamento a quinta delas foi anulada pela Justiça. A última alteração teve partes vetadas pelo ex-prefeito e a cabe à Câmara apreciar o veto se posicionando contra ou favorável à decisão dele. Mas não houve entendimento e a apreciação do veto foi protelada após pedido de vistas da vereadora Joice Silva.

A primeira parte dos trabalhos foi bem rápida e marcada por debates. Assistentes de Desenvolvimento Infantil (ADIs) compareceram à sessão para reivindicar o apoio dos vereadores na luta pelo reenquadramento da categoria e reajuste salarial. Com cartazes nas mãos e gritando palavras de ordem elas diziam não receber em um ano o que os secretários recebem em um só mês. Desde 2011 as ADIs iniciaram movimento em favor de melhoria das condições de trabalho e de salários.

O presidente da Câmara Municipal, Carlos Eduardo Nóbrega lembrou que a  legislatura passada apresentou várias emendas ao Plano Diretor, que foram vetadas pelo então prefeito Evilásio Farias. 

“Hoje tínhamos na ordem do dia somente o veto. Não temos ainda um entendimento a respeito. Esse veto alterou o plano Diretor da cidade e vários zoneamentos em bairros diferentes. O Evilásio vetou os artigos 31 e 32, que se referem a emendas apresentadas pelos vereadores da época. O então prefeito vetou e agora nos temos que decidir se mantivermos o veto os artigos 31e 32 ficam com a redação original, sem as emendas apresentadas. Se o veto for derrotado as emendas voltam a vigorar”, explicou o presidente.

Ele esclareceu que o Plano Diretor original sofreu seis alterações. A quinta delas, anterior ao objeto do veto, teve a eficácia suspensa por meio de liminar no Tribunal de Justiça. Na apreciação do mérito é que será possível saber a decisão final.

 “Nesse momento temos uma lei com várias alterações. A quinta suspeita e a sexta em vigor. Falta a Câmara se definir sobre os vetos”, declarou. 




27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

25/04/2017

Bom Prato de Taboão começa a funcionar nesta quarta (26) com almoço a R$ 1,00

O prefeito de Taboão da Serra, Fernandes Fernandes Filho, anunciou no começo da noite desta...

22/04/2017

Taboãoprev presta contas de 2016 em audiência da Comissão de Finanças da Câmara

A Autarquia Previdenciária do Município de Taboão da Serra (Taboãoprev) realizou prestação de...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

28/04/2017

Ônibus intermunicipais param em adesão a greve geral contra as reformas de Temer

Os moradores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra que utilizam o transporte...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.