Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores não se definem sobre veto de ex-prefeito na sexta mudança do Plano Diretor

Por Sandra Pereira | 20/03/2013

sessao450

Arquivo do Jornal na NetVeto não foi apreciado após pedido de vistas da vereadora Joice Silva

Bem diferente do que vinha ocorrendo nas últimas semanas a sessão desta terça-feira, 19, da Câmara Municipal de Taboão da Serra foi bem rápida. A ordem do dia constava somente a apreciação do veto do ex-prefeito Evilásio Farias sobre o projeto de lei que alterou  o Plano Diretor de Taboão da Serra. A Lei que estabelece as diretrizes municipais foi aprovada em 2006. De lá para cá sofreu seis alterações de zoneamento a quinta delas foi anulada pela Justiça. A última alteração teve partes vetadas pelo ex-prefeito e a cabe à Câmara apreciar o veto se posicionando contra ou favorável à decisão dele. Mas não houve entendimento e a apreciação do veto foi protelada após pedido de vistas da vereadora Joice Silva.

A primeira parte dos trabalhos foi bem rápida e marcada por debates. Assistentes de Desenvolvimento Infantil (ADIs) compareceram à sessão para reivindicar o apoio dos vereadores na luta pelo reenquadramento da categoria e reajuste salarial. Com cartazes nas mãos e gritando palavras de ordem elas diziam não receber em um ano o que os secretários recebem em um só mês. Desde 2011 as ADIs iniciaram movimento em favor de melhoria das condições de trabalho e de salários.

O presidente da Câmara Municipal, Carlos Eduardo Nóbrega lembrou que a  legislatura passada apresentou várias emendas ao Plano Diretor, que foram vetadas pelo então prefeito Evilásio Farias. 

“Hoje tínhamos na ordem do dia somente o veto. Não temos ainda um entendimento a respeito. Esse veto alterou o plano Diretor da cidade e vários zoneamentos em bairros diferentes. O Evilásio vetou os artigos 31 e 32, que se referem a emendas apresentadas pelos vereadores da época. O então prefeito vetou e agora nos temos que decidir se mantivermos o veto os artigos 31e 32 ficam com a redação original, sem as emendas apresentadas. Se o veto for derrotado as emendas voltam a vigorar”, explicou o presidente.

Ele esclareceu que o Plano Diretor original sofreu seis alterações. A quinta delas, anterior ao objeto do veto, teve a eficácia suspensa por meio de liminar no Tribunal de Justiça. Na apreciação do mérito é que será possível saber a decisão final.

 “Nesse momento temos uma lei com várias alterações. A quinta suspeita e a sexta em vigor. Falta a Câmara se definir sobre os vetos”, declarou. 




18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.