Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Escola de Cidadania começa aulas em Embu das Artes

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 6/03/2013

escola da cidadania_1

Guego  A antropóloga Lúcia Rangel revê a história brasileira no primeiro encontro

A Escola de Cidadania de Embu das Artes e Região iniciou, em 4 de março, o seu primeiro curso, para 150 pessoas. Lúcia Helena Rangel, doutora em Antropologia, do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), professora da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, abordou o tema Formação da Sociedade Brasileira e desfez a história nacional na cabeça de muita gente. Isso porque a maioria dos participantes aprendeu que a escrava, mostrada forte e de seios fartos, era uma amável ama de leite; que o índio não foi escravizado como o negro porque era livre e não gostava de trabalhar (eu acreditava nisso). Mas não é bem assim. 


“A ama de leite era obrigada a amamentar o filho da sinhá antes do seu, e as indígenas eram capturadas, caçadas, estupradas, violentadas e obrigadas a casar com colonos. Às africanas eram destinados os serviços domésticos, dos quais faziam parte ‘servir’ os senhores da casa grande e amamentar os filhos das sinhás.”


Lúcia Rangel foi além ao lembrar os 6 milhões de índios que habitavam o País na chegada dos jesuítas e os 2, 5 milhões de africanos trazidos para a nova terra, que em 1912, quando a estrada Madeira–Mamoré ficou pronta, a borracha já não era nossa, iniciando o fim de um ciclo econômico, os indígenas que ainda hoje lutam por sua sobrevivência. As grandes sequelas de toda essa história estão evidenciadas no comportamento de um povo que se declara 90% branco ou pardo no censo do IBGE, embora proveniente do negro, índio, mulato, cafuso e apenas de uma categoria branca, a do colonizador, e que nem sempre sabe que a maior festa realmente brasileira é a junina. “A formação de nossa sociedade é marcada pela escravidão e expropriação de terras, principalmente dos povos indígenas”, disse a mestra.


A antropóloga cumpriu o que propõe a Escola de Cidadania, que busca uma Sociedade do Bem Viver: “Sensibilizar os e as participantes para uma compreensão mais ampla e profunda da sociedade em que vivemos e o funcionamento das instituições políticas com as quais convivemos, desempenhando com mais confiança e interesse o papel de cidadãos e cidadãs comprometidos com o desenvolvimento do País”.


Luíza Erundina fala de democracia em 11/3


O próximo encontro semanal do curso da Escola de Cidadania, realizado em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), campus Embu das Artes, e Prefeitura da Estância Turística, terá palestra da deputada federal Luíza Erundina. Ela falará sobre “Democracia Representativa para Democracia Participativa”, em 11/3, às 19h, no Centro de Eventos O Caipirão (avenida Elias Yazbek, 2812). A entrada é aberta ao público, assim como todos os encontros, gratuitos, da Escola de Cidadania, que também aceita alunos ouvintes.


O programa inclui ainda:


18/3 – Violência Doméstica e Familiar, com Marisa Araújo e Simone Hipólito

25/3 – O Estado Que Temos e o Estado Que Queremos, com Rudá Ricci

2/4 (terça-feira) – Orçamento Público, com Odilon Guedes

8/4 – Plano de Metas: Meio Ambiente

15/4 – Plano de Metas: Saúde, com Carlos Neder

22/4 – Comunicação, com Victor Zacarias

29/4 – Plano de Metas: Educação, com Maria José Favarão (Mazé)

6/5 – Plano de Metas: Cultura, com Célio Turino

13/5 – Consciência Negra e Cotas

18/5 – Economia Solidária, com Paul Singer e Chico Brito (prefeito), Centro Cultural Pirajuçara/Valdelice

27/5 – Plano de Metas: Segurança Pública, com Benedito Mariano

3/6 – Plano de Metas: Juventude

10/6 – Plano de Metas: Mobilidade

17/6 – Plano de Metas: Moradia, com Inês Magalhães

Programa sujeito a alteração. Os encontros são realizados às segundas-feiras, no Centro Cultural Mestre Assis (Largo 21 de Abril, 29), com algumas exceções assinaladas acima.

Mais informações pelo telefone (11) 4704-4816, 11 7738-7023 (Nextel), 11 968-427969 (vivo), 11 982-990568 (Tim).

28/04/2017

No mês das noivas, Taboão recebe a Semana Senac de Casamento

Um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que,...

19/04/2017

Estado diz que muro do Ruy Cardoso vai custar R$ 349 mil, mas não fixa prazo

A Secretaria Estadual de Educação informou por meio de nota enviada reportagem do Jornal Na Net,...

17/04/2017

Alunas do Lado a Lado aprendem sobre história da moda

As alunas dos cursos de Corte e Costura, Malharia e Moletom e Lingerie da Escola de Moda, Beleza...

17/04/2017

Muro da E.E. Ruy Cardoso, em Taboão, está caído há quase um ano

Há quase um ano a chuva derrubou parte do muro da escola estadual Antônio Ruy Cardoso,...

13/04/2017

Embu inicia entrega de kits escolares para alunos da rede municipal dia 18

A partir do dia 18 de abril, a Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria de Educação,...

09/04/2017

Uniformes escolares começam a ser entregues em Taboão

A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra, iniciou na quinta-feira, 30...

05/04/2017

ETEC de Embu faz concurso para contratar professores; remuneração será R$ 17,15

A Escola Técnica Estadual de Embu das Artes (ETEC) abriu Concurso Público no último dia 3 de...

29/03/2017

Merendeiros de Taboão participam de palestra motivacional

A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra promoveu neste mês de março um...

29/03/2017

Secretaria de Educação promove ação dedicada ao consumo de peixe na alimentação

O Departamento de Merenda Escolar realizou, na Escola Municipal Orquídea, nos dias 22, 23 e 24,...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

28/04/2017

Ônibus intermunicipais param em adesão a greve geral contra as reformas de Temer

Os moradores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra que utilizam o transporte...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.