Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores de Taboão rejeitam aumento para médicos e secretários municipais

Por Sandra Pereira | 15/01/2013

capa50

Sandra PereiraVereadores rejeitam projetos do Executivo; nova sessão acontece na quinta

Depois de muito debate, corre-corre no plenário, reuniões de lideranças, dúvidas e consultas constantes ao regimento interno os vereadores de Taboão da Serra rejeitaram em primeira votação os projetos do Executivo que retira gratificação de produtividade aos médicos, o que aumenta de R$ 48 para R$ 60 os vencimentos dos médicos e o projeto que extingue 393 cargos na administração,  cria outros 129 e ainda aumenta salários dos secretários municipais para R$ 14 mil. Os vereadores da base governista se esmeraram na tentativa de convencer a oposição a aprovar os projetos, mas o esforço não surtiu efeito. A sessão foi suspensa e será retomada na tarde da próxima quinta-feira, 17.

A votação terminou  com 5 votos contrários e 6 a favor. Para que os projetos fossem aprovados em bloco seriam necessários 7 votos, o que não foi possível pelo fato do vereador Ronaldo Onishi (PSB), ter faltado aos trabalhos por motivos de saúde. Essa foi a terceira vez que os projetos entraram na pauta da sessão – relembre aqui.

Os  projetos mais polêmicos foram, respectivamente, o que  retira a gratificação dos médicos e o que aumenta os vencimentos da categoria. Os vereadores da situação utilizam como argumento para a aprovação a necessidade urgente de melhorias no atendimento à população enquanto a oposição argumenta que sem a gratificação de produtividade é impossível fiscalizar o cumprimento da escala pelos médicos. Já em relação ao aumento a oposição diz que é necessário contemplar todas as categorias que trabalham na saúde municipal.

“Saio daqui triste com esse resultado. Não podemos politizar uma questão tão importante como a saúde”, desabafou o vereador Cido após a homologação do resultado da votação. “Não aceito tirar a produtividade dos médicos. Quanto ao aumento é justo incluir a enfermagem e as outras categorias. Estou há anos esperando a oportunidade de contribuir com a minha categoria. Essa é a hora não vou desistir”, avisou a vereadora Érica da Enfermagem (PDT).

Os demais vereadores da situação fizeram apelos, tentaram a todo custo convencer os pares, mas a oposição se manteve firme, votou contra e promete se manter unida no objetivo de rejeitar os projetos enviados pelo prefeito à câmara.

O presidente da Casa, vereador Carlos Eduardo Nóbrega (PR), salientou a importância das discussões travadas na casa sobre o aumento de vencimento dos médicos. Também citou a boa vontade do governo de enviar o projeto à câmara logo nos primeiros dias de seu governo. Para o presidente a oposição faz o seu papel, mas ignora que quem deixou a saúde em abandono foi o governo passado.

“Espero que dois  ou três vereadores da oposição votem a favor do projeto na próxima quinta. Com sete votos a proposição é aprovada. Diferente das proposições comuns os projetos de quorum especial podem voltar à pauta quantas vezes forem necessárias. Mas, acredito que na quinta os projetos vão ser aprovados”, concluiu.

Legenda: Vereadores rejeitam projetos do Executivo; nova sessão acontece na quinta

maru

O aumento tem que ser geral para todos os servidores espero que Ronaldo Onishi não se esqueça que é do PSb e faça oposição a este projeto ridículo, espero que os acertos não tenham começado!!

Pedrão

Concordo plenamente que um médico tem que ganhar bem, porém se fizerem uma campana no Akira ou em qualquer outro Pronto Atendimento da cidade, encontrarão em sua maioria preguiçosos e vagabundos que não cumprem com o juramento de Pócrates! Salário baixo mesmo são dos GCMs que correm atrás de bandidos sem condições algumas sujeitos a morrerem por cumprirem determinações estúpidas de seus comandantes, quando na verdade quem deveria executar esse trabalho deveriam ser os preguiçosos da PM, hoje um GCM ganha R$1200,00, enquanto um PM em início de Carreira ganha R$2500,00 para que o GCM faça seu trabalho!

katia julio

Engraçado quem votou na oposição se deu mau pois pelo que vi eles entraram na câmara não para lutar pelos direitos do povo mas sim para ficar de picuinha com o prefeito e querem que o povo se ferrem. Bando de babacas!

ADRIANA

Sr. Santos nos estamos no Município de taboão da Serra, e não em SP.temos que nós se preocupar com o nosso Município.

Bruno Anderson

Os vereadores não estão negando aumento para os médicos. Eles estão negando aumento de salário para funcionários nomeados, no momento que a cidade precisa equacionar dívidas. Agora, resta saber se a oposição permanecerá com essa atitude ou se a avalanche do "poder" Executivo não remova do pensamento dos parlamentares o interesse em atender a população.

santos

Hoje o Hadadd divulgou o salario de chefe de gabinete da sub prefeitura que será de 17.300,00, e o médico aqui tem que ganhar 8.000? Quem briga por salário é porque não rouba, mas quem contenta com pouco é porque tem intenção de fazer falcatrua, veja o governo passado (ninguem tava preocupado com o salario, mas com trapaça).

by rox

Que o aumento e uma vergonha e verdade, mas tambem eu queria esse mesmo empenho quando fosse para votar aumento para você mesmos. Só na calada da noite e na surdina não dá.

rodrigo

Eu acredito em uma saúde mais humana... Sim com um projeto que contemple todas as categorias desde o médico até o profissional da limpeza, então se atrai mais medico, pelo bom salario e os outros funcionarios que continuam dia após dia contribuindo para que o municipio funcione? Não merecem uma valorização da atual administração também? Como fazer funcionar uma saude que só se preocupa com a saúde do municipio e a "saúde" financeira dos funcionários precisam ser revistas... Muito bem Erica, finalmente alguém dessa nobre casa lembrou desses desfavorecidos diante dessas administrações para INGLÊS ver... Se aumenta os medicos e melhora? O importante é QUALIDADE e não QUANTIDADE!!!!

Joelma

Os vereadores da oposição estão corretos, pois o aumento dos médico é correto, mas o dos secretários é abusivo, e as demais categoria irão amargar sem aumento até quando!!! Quem votou a favor é porque tem interesses pessoais a seu favor de parentes que permanecem na Prefeitura.

24/09/2017

Itapecerica debateu enfrentamento da Violência contra as Mulheres

A Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social da Prefeitura de Itapecerica da Serra, por...

23/09/2017

Câmara de Taboão aprova Programa Municipal de Regularização de Edificação

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na tarde da última terça-feira, dia 19, o Programa...

23/09/2017

Prestação de contas da Saúde acontece na quarta, dia 27, na Câmara de Taboão

A Comissão Permanente de Saúde da Câmara Municipal de Taboão da Serra realiza na próxima...

23/09/2017

Projeto Vizinho Solidário visa melhorar segurança em Taboão da Serra

A segurança pública é um dos temas que mais vem recebendo atenção da Câmara Municipal desde o...

22/09/2017

Câmara de Embu discute taxa de cemitérios e transporte intermunicipal

A Câmara de Embu das Artes aprovou na sessão na quarta-feira, dia 20, requerimento para que o...

21/09/2017

Comissão de Finanças da Câmara recebe prestação de contas da prefeitura

A Comissão Permanente de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Taboão da Serra, presidida...

21/09/2017

PSB inaugura nova sede em Itapecerica da Serra nesta sábado, 23

O PSB (Partido Socialista Brasileiro) irá realizar neste sábado (23), a solenidade de...

20/09/2017

Câmara de Itapecerica aprova projeto onde parte da arrecadação vai para GCM

Um Projeto de Lei criado pelos Vereadores Márcio Roberto e Vereador Zecas de Itapecerica da...

18/09/2017

Itapecerica da Serra realizará Audiência Pública do PDUI no dia 7 de outubro

Os municípios de Itapecerica da Serra, Cotia, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Juquitiba, São...

17/09/2017

Câmara Municipal debate Educação durante audiência pública com secretário

Na manhã desta quinta-feira, dia 14, a Câmara Municipal realizou uma audiência pública para...

25/09/2017

Bandidos roubam carga de R$ 12 mil em biscoito no Embu e fazem motorista refém

O motorista de um veículo que transportava uma carga de biscoito avaliada em R$12 mil foi...

25/09/2017

Emprega São Paulo/Mais Emprego tem 5.215 vagas abertas no Estado

O programa Emprega São Paulo/Mais Emprego oferece 5.215 oportunidades nesta semana no Estado de...

25/09/2017

Gravidez na adolescência em São Paulo cai a seu menor nível em 18 anos

O governador Geraldo Alckmin apresentou dia 22 um balanço produzido pela Secretaria de Estado da...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.