Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Comissão de Transportes pode pedir revogação da passagem de R$ 3,30 em Taboão

Por Sandra Pereira | 14/01/2013

carlinhos

Sandra PereiraCarlinhos do Leme afirmou estar otimista quanto a revogação da passagem de R$ 3,30

Os vereadores que integram a Comissão de Transportes da Câmara Municipal de Taboão se reúnem nesta terça-feira, 15, para deliberar ações contra o aumento da passagem de R$ 3,00 para R 3,30, autorizada pelo ex-prefeito Evilásio Farias no apagar das luzes de seu governo. O presidente da comissão, vereador Carlinhos do Leme (PP) antecipou que o aumento é ilegal. Ele chegou a propor a revogação do aumento. Na mesma reunião os vereadores vão discutir a situação do transporte alternativo, proibido de atuar pela administração municipal.

A comissão de transportes da câmara municipal é presidida pelo vereador Carlinhos do Leme e formada pelos vereadores Marcos Paulo (PSB) e Luiz Lune (PCdoB). Cabe à comissão debater os projetos relacionados com o tema que tramitam pela Casa e se posicionar sobre assuntos relacionados ao transporte na cidade.

“Todos os vereadores estão enojados com esse aumento abusivo, ilegal e imoral. Queremos discutir essa planilha, levantar todas as informações”, avisou Carlinhos do Leme. “Estou otimista, vamos buscar o apoio do prefeito e a minha expectativa é de que o aumento seja revogado”, completou.

O vereador Cido (DEM) chegou a sinalizar a possibilidade de apresentar um requerimento propondo a revogação do aumento da passagem. “Chamo a responsabilidade dessa casa. Temos que entrar na Justiça. Esse aumento é injusto com a população”.

O presidente da câmara, Carlos Eduardo Nóbrega (PR) também não poupou críticas ao aumento da passagem para R$ 3,30. “Essa foi só uma das muitas irregularidades cometidas pelo ex-prefeito Evilásio Farias”, disparou.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.