Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Abordagem da GCM termina com um jovem morto em Itapecerica

Por | 6/01/2013

delegacia

Arquivo Jornal na NetOcorrência foi apresentada na Delegacia da cidade

Uma abordagem de rotina da Guarda Civil Municipal terminou em tragédia, na noite do último sábado (5) em Itapecerica da Serra. Um jovem de 16 anos foi atingido com um tiro em seu tórax pelo guarda Edson Tadeu Daraio, de 47 anos, ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no Pronto Socorro central. Ele e por volta de seis outros jovens foram abordados na avenida Soldado PM Gilberto Augustinho, no Jardim Cinira.

De acordo com informações do comandante da corporação, Marques, a arma disparou de forma acidental, após um dos jovens tentar tomar a arma do guarda. “O guarda tentou se defender. Foi legítima defesa”, afirmou. Ainda de acordo com ele, o jovem tem passagens pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), uma delas de Lesão Corporal Culposa. Ele foi socorrido pelos próprios guardas e logo após, o GCM se apresentou na Delegacia da cidade.

Tadeu foi indiciado por homicídio culposo, sem intenção de matar e por ter se apresentado espontaneamente à autoridade policial e devido à complexibilidade do caso, o qual exige resultado da perícia, o guarda irá responder em liberdade.

O armamento dele, um revólver calibre 38 foi apreendido. A perícia foi ao local da abordagem e agora a Polícia Civil aguarda o resultado do laudo, para concluírem os reais sinais que indicam a morte do jovem.

A família dele e os diversos moradores do bairro estão indignados com o ocorrido, eles também foram à Delegacia, onde o caso foi registrado.

Agora Tadeu fica afastado da corporação e terá acompanhamento psicológico. “Esse é um procedimento normal quando algum guarda se envolve em ocorrência de troca de tiros”, afirmou Marques.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.