Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Ocupação do MTST no Taboão reivindica moradia de qualidade

Por Sandra Pereira e Karen Santiago | 16/04/2010

mtst_2.jpg

Ocupação tem quase 400 famílias vivendo em condições precárias

Todos com o mesmo ideal. É assim o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) que ocupa há quase 20 dias um terreno de 85 mil metros quadrados no Jardim Helena, em Taboão da Serra.

Segundo uma das líderes do MTST Vanessa de Souza, o movimento é uma forma pacífica de conseguir apoio dos vereadores e do prefeito. “Não queremos construir uma favela no local, mas sim uma comunidade, um conjunto habitacional que seja de qualidade para os moradores, além disso, não queremos nada de graça. Queremos pagar o valor que podemos e não o que é estipulado”, afirmou.

Vanessa de Souza afirmou que cerca de 400 famílias estão alojadas no terreno e que a maior parte é Taboão. “Alguns são de fora, mas também estão lutando por uma moradia de melhor qualidade”, enfatizou.

De acordo a líder, a comunidade está apoiando a iniciativa do movimento, pois o lugar era frequentado anteriormente por estrupadores e servia de cativeiro para sequestradores. “Estamos lutando também pela implosão desses dois prédios abandonados, pois os mesmos atrapalham e muito a população”, contou.

O terreno é particular e pertence ao empresário Paulo Colombo. No ano passado, o prefeito Evilásio Farias decretou a área como sendo de interesse social. Vanessa de Souza afirmou que até o momento, não houve nenhuma manifestação jurídica do proprietário para a saída do MTST do local.

A líder Vanessa contou a Reportagem do Jornal na Net que enquanto as famílias permanecem no local, os líderes buscam negociações com a Caixa Econômica Federal e com a CDHU. As famílias alojadas no local têm renda entre 0 a 3 salários mínimos. Por isso podem ser no projeto Minha Casa Minha Vida.

Durante a reunião com os vereadores, nesta terça-feira, 13, o MTST reivindicou que as famílias cadastradas no movimento sejam atendidas em sua totalidade nos projetos habitacionais desenvolvidos pela prefeitura e em novos programas, como o Minha Casa Minha Vida.

Esmeralda Gregório de Melo, contou que está participando do movimento porque não pode mais pagar aluguel devido a sua renda. “Morava próximo ao Ceasa em São Paulo e estou à procura de um lugar melhor para morar”, afirmou.

Esse também é o caso do senhor Luiz Cosme de Oliveira, que colocou a casa onde mora para alugar, e mudou para uma das casinhas no movimento. “Estou correndo atrás do que mereço uma condição melhor para viver”, contou.

A líder informou a Reportagem que os alimentos são doados pelos moradores, e a água é fornecida de uma empresa que fica em frente ao terreno que o movimento ocupa. De acordo com Vanessa já está marcada uma reunião com o prefeito Evilásio Farias na próxima segunda-feira e também com os vereadores na Câmara da cidade na terça para retirada da moção de apoio ao movimento.

Essa é a segunda vez que o MTST ocupa a área. Em 2005 o movimento ficou no local por cerca de oito meses, até que a justiça ordenasse a reintegração de posse para o proprietário.





Débora Ferreira

Olá meus caros! Em primeiro lugar gostaria de exaltar minha profunda admiração pelo movimento, do qual também já fiz parte e reconheço sua importancia. Em segundo gostaria,que se possivél o senhor Guilherme Boulos,me passase seu e_mail,pois desejo fazer meu trabalho de conclusão de curso em torna dá liderança do MTST,mas além disto levar as pessoas o conhecimento real do que é este movimento,afim de conseguirmos um apoio maior da sociedade. Desde já agradeço e espero anciosa a resposta.

17/08/2017

Creche no Tereza foi roubada 8 vezes esse ano, até chuveiro foi roubado

Pela oitava vez consecutiva, somente esse ano, bandidos invadiram a creche municipal Maria...

16/08/2017

Taboão da Serra intensifica ações de combate ao trabalho infantil

O combate à exploração do trabalho infantil tem sido uma das bandeiras defendidas pela...

15/08/2017

Vereadores fazem doação de agasalhos arrecadados na Câmara ao Centro POP

A Câmara Municipal de Taboão da Serra aderiu à campanha do agasalho e arrecadou mais de 500...

15/08/2017

Prefeitura de Taboão abre processo seletivo para contratar agentes de saúde

A Prefeitura de Taboão da Serra vai abrir processo seletivo para contratação de 56 Agentes...

13/08/2017

Vereador Allan Dias diz que prédio abandonado da DERSA serve a usuários de droga

Há tempos o prédio da SPMAR/DERSA no jardim Santa Mônica, em Itapecerica da Serra, está trazendo...

11/08/2017

Justiça extingue Ação Popular contra a Taxa do Lixo de Embu das Artes

A Justiça de Embu das Artes recusou e extinguiu pedido de abertura de Ação Popular conta a Taxa...

11/08/2017

Sabesp recomenda economia de água em Taboão da Serra, Cotia e Embu das Artes

A Sabesp realiza na noite desta quinta-feira (10 de agosto) reparo na estação elevatória de água...

10/08/2017

Prefeitura de Taboão oferece anistia em juros e multas para pagamento de imposto

Os moradores de Taboão da Serra, que estão em dívida com a Prefeitura, terão a oportunidade de...

08/08/2017

Jovens que morreram em acidente no fim de semana eram de Taboão e Embu

Famílias de Taboão da Serra e Embu das Artes estão de luto pela morte trágica de três jovens num...

06/08/2017

McDonald’s reinaugura loja tradicional em São Paulo

Embalada como uma bela encomenda: foi assim que uma das filiais mais tradicionais da franquia...

19/08/2017

Plano Plurianual é debatido pelo governo em Embu das Artes

Para viabilizar ações e políticas públicas, a Prefeitura de Embu das Artes está elaborando o...

19/08/2017

GCM prende adolescente acusado de tráfico de drogas na Aldeinha

GCM efetuou a prisão de um adolescente na tarde desta sexta-feira (18), no bairro de Aldeinha em...

18/08/2017

Sexta-feira será fria e chuvosa em Taboão da Serra, Embu e Itapecerica

O tempo deve permanecer frio e chuvoso nesta sexta-feira, 18, em Taboão da Serra, Embu,...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.