Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores devem revogar Lei para favorecer transporte alternativo de Taboão

Por Karen Santiago | 13/11/2012

camara_taboao

DivulgaçãoVotação acontece nesta terça no plenário da Câmara

Os vereadores da Câmara Municipal de Taboão devem votar em regime de urgência, nesta terça-feira, dia 13 de novembro, a revogação da Lei 190, que trata das exigências impostas pelo executivo aos trabalhadores do Transporte Alternativo da cidade. Entre elas estão à mudança de pessoa física para jurídica e a idade máxima do veículo. A categoria já está parada, desde a última quinta – relembre aqui.

“Vamos pedir a assinatura dos demais vereadores para que nós possamos revogar até para haver uma reparação do erro cometido lá atrás. Esse será o nosso encaminhamento hoje”, afirmou o vereador Noventa.

A audiência pública com o Secretário de Transporte e Mobilidade Urbana Zoroastro Júnior e o ex-secretário Claudinei Pereira que aconteceu na última segunda-feira (13), com a presença dos vereadores Valdevan Noventa, Cido e Wagner Eckstein demonstrou a vontade da prefeitura da cidade, em extinguir de vez, o transporte alternativo.

“Eles apresentaram uma série de exigências que a categoria precisa ter para continuar nas ruas e apontaram irregularidades, disso e daquilo, como imposto. Nós sabemos que não é nada disso, porque isso acontece desde quando o sistema existe”, disse Noventa.

Durante a audiência, os vereadores pediram para que cada trabalhador regularizasse seu veículo, mas o secretário afirmou que todos estão irregulares e disse que a categoria não vai voltar. As irregularidades apontadas por Zoroastro são em relação ao veículo, reclamações de usuários, multas e impostos atrasados.

“Vamos tentar agora é resolver politicamente. Tentar convencer o prefeito para que possa voltar atrás da decisão”, resumiu Noventa.

Alex

Parabens pela cobertura das materias desse assunto de transporte e todas as outras. Importante sabe que tem alguém acompanhando o que acontece na Cidade. PArabens Jornalnanet

Gomes

Revogar a Lei é um absurdo, ao invés de fiscalizar ou abrir concorrência para novas empresas de verdade entrarem na cidade querem afrouxar o laço? Que vergonha, esperar o quê destes políticos?

Binho

Comentários com muita futilidade muitos leigos no assunto querendo denigrir imagens de trabalhadores e pais de famílias muitos com dividas para pagar e com idade avançada na qual não encontra oportunidade de emprego , fiscalização tem 3 vezes ao ano na vistoria , pagamos impostos para poder rodas chamado de ISS , custo até que alto , ACORDA gente ao invés de cair matando encima de trabalhadores vai encima de quem tem dinheiros ônibus da Pirajussara em péssimo estados motoristas muitas vezes nem habilitado com a D. Antes de criticar entenda ou procura conhecer mais.

Paulo Caires

O comentário do Antonio ou ele é tem carros ou ele é da PREFEITURA DO SETOR DE TRANSPORTE ,não vejo outro motivo para um comentário tão infeliz. Bom vamos a revogação da lei: Se ela for somente revogada é passo mais não resolve por definitivo, vou mais pode até ser um tiro no Pé ! Tem que fazer uma lei que volte de já que estava no sistema por que os impostos ainda esta sendo cobrado e o meu até esta em execução!

MORADOR ANTIGO JD PAZZINI

CONCORDO COM O SR ANTONIO E VOU ALÉM... DEVERIAM CRIAR UMA EMPRESA MUNICIPAL DE TRANSPORTES NA CIDADE, ESSE É UM FILÃO LUCRATIVO E NÃO DEVERIA SER DEIXADO NA MÃO DE PARTICULARES. ACORDA PREFEITO E APROVEITA ESSA MINA DE OURO QUE É O SETOR DE TRANSPORTES.

Antonio Pereira

Sou a favor da extinção total de transportes alternativos na cidade. O que está ¨alternativo¨ acaba virando clandestino mais adiante, pois, não existe fiscalização e controle algum por parte da prefeitura. A cidade precisa é de transporte público eficiente e muitas melhorias na fluidez do transito, algo que precisa melhorar e muito.

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Aprígio recebe visita de Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho

Acompanhado de lideranças da Executiva Nacional e Estadual do PDT, Carlos Lupi, presidente...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.