Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Extinção do transporte alternativo de Taboão deve parar na Justiça

Por | 9/11/2012

perueiros

Karen SantiagoAlguns trabalhadores em frente ao Departamento de Trânsito de Taboão

O impasse sobre a extinção ou não, do transporte alternativo de Taboão da Serra que acontece a algumas semanas na cidade, pode gerar uma disputa judicial, segundo o advogado da categoria, Cleiton César Silva Santos. Ele pretende entrar com uma liminar (mandato de segurança) para garantir que os perueiros continuem exercendo suas atividades até o julgamento que pode acontecer em dois meses.

Tudo isso, porque “a secretária de Transporte não notificou a categoria sobre a extinção do transporte com antecedência de ao menos quinze dias”, explicou. Os trabalhadores informaram que não receberam nada de oficial proibindo ou impedindo a circulação do transporte. Apesar de não serem notificados, uma operação entre agentes de trânsito, guardas municipais e até policiais militares estava marcada para acontecer nesta sexta com intuito de apreender as peruas e descarregá-las no pátio se caso, elas saíssem nas ruas da cidade.

A fim de cobrar uma explicação do secretário, os perueiros realizaram uma manifestação pacífica em frente ao Departamento (DITRAN) e Secretaria de Transporte da cidade. Eles não foram recebidos pelo secretário Zoroastro Júnior, mas a secretaria dele disse que Júnior se disponibilizou em marcar uma reunião com eles após o dia 13 de novembro.

Os vereadores Wagner e Cido conseguiram uma notificação endereçada ao secretário de Segurança coronel Silas. No documento assinado pelo secretário, consta a determinação que a operação seja realizada pelos próximos quinze dias e que sejam disponibilizados sete guinchos tipo plataforma para o carregamento das peruas até o pátio. A polícia militar também foi solicitada.  

Claudinei Pereira, por sua vez, foi até o departamento e afirmou “que é melhor eles não saírem nas ruas, mesmo que as peruas estejam regularizadas, porque elas serão presas em um processo administrativo”, contaram.

Os perueiros disseram que estão de “mãos atadas” e com a “corda no pescoço”. Eles estão preocupados com a imposição e querem mostrar para o secretário, que se há algum veículo irregular, que as atividades deles sejam suspensas, mas não de todos, uma vez, que existem muitos deles com a situação em ordem.

Na próxima segunda-feira, dia 12 de novembro, a Comissão de Transportes da Câmara Municipal de Taboão da Serra, re-convocou o ex-secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Claudinei Pereira e o atual secretário, Zoroastro Júnior, para prestarem esclarecimentos da possível suspensão do transporte alternativo da cidade. Claudinei será ouvido às 10h e Zoroastro às 11h – veja mais aqui.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.