Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Moradores são contrários a extinção do transporte alternativo em Taboão da Serra

Por Karen Santiago | 8/11/2012

piraju450

Karen SantiagoÔnibus circulares são alvo constante de críticas dos usuários

Quando a prefeitura de Taboão da Serra iniciou em 2009 a licitação do transporte alternativo a meta era melhorar a qualidade do transporte público na cidade. Mas o objetivo ficou no papel, a licitação não foi finalizada, e quem utiliza o transporte  municipal não poupa críticas ao atraso e superlotação constantes. Nas últimas semanas os últimos 23 perueiros que atuam na cidade, nas linhas 3 e 8, iniciaram uma mobilização visando manter suas atividades, depois de uma série de boatos indicando que a intenção do prefeito Evilásio Farias seria acabar de vez com a categoria. A prefeitura disse que não vai comentar o tema e a reportagem do Jornal na Net foi às ruas ouvir a opinião da população sobre o assunto. 

A moradora do São Judas Maria Rute, 19 anos, utiliza as peruas da linha 8 diariamente. Para ela o transporte alternativo demora a passar em razão da redução do número de peruas. “Mesmo assim ainda prefiro as peruas, porque são mais confortáveis e chegam mais rápido ao destino”, avaliou.

Maria foi à primeira de vários entrevistados a criticar a quase “extinção” do transporte alternativo no município e também a defender a criação de novas linhas deste transporte, a fim de suprir a demanda de passageiros. Para eles o número de ônibus da cidade não são suficiente em todos os bairros.

À reportagem os passageiros dizem temer que o prefeito Evilásio Farias acabe de vez com os perueiros. Até o momento a Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana disse que não irá se posicionar sobre o assunto.

“Pego o que vier primeiro, o ônibus já demora e está lotado, imagina se retirar todas as peruas”, disse a moradora do bairro Marabá, Sandra Régis de 38 anos. “As peruas servem como alternativo e por isso, são boas”, completa.

“Deveriam ter mais ônibus, mas como não tem as peruas não deveriam ser retiradas”, opinou a moradora da Kizaemon Takeuti, Rosana Ferreira de 31 anos. “As peruas devem ser usadas como complemento dos ônibus, que estão muito cheios e demoram muito para passar. Cada transporte deveria ter seu espaço”, observou Juliana Ferreira do bairro Jacarandá.

“Têm que colocar mais peruas, ou aumentar o número de ônibus, porque do jeito que esta só o passageiro se prejudica. Talvez com as peruas, eu não precisasse ficar mais de quatro horas no ponto de ônibus esperando o circular Clínicas no domingo”, desabafou Andréia Henrique, moradora do bairro Trianon.

A jovem de 20 anos, Bárbara Pavani, moradora do bairro Jardim Silvio Sampaio disse que só pega ônibus, porque não encontra mais o transporte alternativo nas ruas do município. “Eu preciso sair uma hora mais cedo para conseguir chegar a tempo na faculdade, que é no centro. Se tivesse peruas, seria diferente e eu optaria por elas”, opinou.

Na região onde antes funcionava o final da extinta linha circular nº 6 além dos passageiros são os proprietários de pequenos comércios ou imóveis que reclamam do fim da linha. Eles dizem que sem a perua o movimento na região caiu drasticamente levando ao fechamento de várias lojinhas e salões. 

“Para nós foi muito ruim o fim das peruas. Essa rua era bem movimentada e agora é difícil passar gente por aqui. O faturamento diminuiu e muitas lojas acabaram fechando”, contou uma moradora da rua Frei Galvão, no Saint Moritz.

Durante as abordagens feitas pela reportagem, somente uma pessoa disse que não pegaria de jeito nenhum o transporte alternativo. Uma idosa afirmou que se recusa de entrar nas peruas, porque os motoristas não respeitam as pessoas de idade e “olham com cara feia, para aceitar o bilhete”, que dá direito a esses senhores e senhoras a não pagarem condução.

A reportagem do Jornal na Net acompanhou pelo período de 2h, das 17h às 19h desta quarta-feira, 07, a rotina desgastante e o sofrimento desses trabalhadores em três pontos da cidade, bairro São Judas, Jardim Record e Avenida Kizaemon Takeuti. E constatou a demora de alguns coletivos e a extinção do transporte alternativo.

Nesta quinta-feira, 8, a Comissão de Transportes da Câmara Municipal de Taboão da Serra, convocou o ex-secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Claudinei Pereira, o atual secretário, Zoroastro Júnior e o dono da Viação Pirajuçara, Victor Dinis, para prestarem esclarecimentos a possível suspensão do transporte alternativo da cidade. Claudinei será ouvido às 10h, Zoroastro às 14h e Victor às 16h.


Gomes

Sou a favor que retire este seviço ¨alternativo¨ da cidade. Nada acrescenta e ninguém consegue fiscalizar esses perueiros.

Elson

Gostaria de saber se existe departamento de trânsito em Itapecerica, pois não se consegue trafegar pela cidade, alguns amarelinhos que existem são apenas para simbolizar, pois não se os vê a trabalhar. o trânsito é caótico.

28/06/2017

Empresa abre “cratera” na rua Mário Latorre procurando vazamento em Taboão

Quem passou pela rua Mário Latorre, no Parque Pinheiros, quase em frente ao cemitério da...

27/06/2017

Região do INSS e AME Taboão ganha ponto de ônibus, pintura de faixas e semáforo

As imediações do prédio do AME e do INSS em Taboão da Serra, na Estrada de São Francisco,...

27/06/2017

Passagem tem aumento após quatro anos sem reajuste em Taboão

No próximo domingo, dia 2, os usuários do transporte público municipal de Taboão da Serra vão...

25/06/2017

Acidente entre ônibus e veículo partícular deixa trânsito lento na Régis

Um acidente na BR 116 sentido Embu das Artes, em frente ao AssaÍ Atacadista, envolvendo dois...

20/06/2017

19 pontos de ônibus vão ser trocados ou reformados em Taboão da Serra

Dezenove pontos de ônibus localizados em pontos estratégicos e de grande fluxo de passageiros...

19/06/2017

Jovens se envolvem mais em acidentes graves no trânsito

Segundo dados do INFOSIGA SP do mês de maio, feito pelo Movimento Paulista de Segurança no...

13/06/2017

Programa Mais Asfalto quer acabar com buracos e melhorar qualidade do asfalto

Há anos a má qualidade do asfalto das ruas de Embu das Artes é um dos principais problemas...

06/06/2017

Caminhão que transportava álcool tomba no Rodoanel e deixa trânsito lento

Dois caminhões se envolveram em um acidente no fim da manhã desta terça-feira (06), no Rodoanel...

30/05/2017

Avança Projeto de Lei que proíbe radares móveis em rodovias

A Comissão de Viação e Transportes (CVT) da Câmara dos Deputados em Brasília (DF) deu parecer...

29/05/2017

Acidente com um vítima fatal travou o trânsito na Régis Bittencourt em Taboão

Uma pessoa morreu por conta de um acidente grave envolvendo 5 veúlos no começo da noite deste...

28/06/2017

Empresa abre “cratera” na rua Mário Latorre procurando vazamento em Taboão

Quem passou pela rua Mário Latorre, no Parque Pinheiros, quase em frente ao cemitério da...

27/06/2017

Quentão do Taboão começa na sexta e promete agitar finais de semana

A esperada Arena Multiuso de Taboão da Serra vai ser aberta ao público nesta sexta-feira, 30,...

27/06/2017

Região do INSS e AME Taboão ganha ponto de ônibus, pintura de faixas e semáforo

As imediações do prédio do AME e do INSS em Taboão da Serra, na Estrada de São Francisco,...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.