Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Traficantes de animais são alvos da PF em Embu das Artes

Por Outro autor | 19/10/2012

animais1

DivulgaçãoAlém das prisões das nove pessoas, a polícia apreendeu documentos, duas armas de fogo e mais de 570 animais selvagens, entre papagaios, tucanos e tigres d’água

A Polícia Federal deflagrou na manhã de quarta-feira (17) uma operação para coibir o tráfico de animais silvestres em quatro estados brasileiros, dentre eles, o de São Paulo. A denominada “Operação Cipó”, que tem apoio do Ibama e da Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo, cumpriu 20 mandados de busca e apreensão no estado paulista, no Rio Grande do Sul, em Pernambuco e em Minas Gerais.

Nove pessoas foram presas e pelo menos 20 serão indiciadas. O inquérito policial foi instaurado há cerca de um ano. Foram identificados diversos indivíduos que retiram os animais silvestres da natureza, além de transportar, distribuir e comercializar os bichos de modo irregular. As atividades da quadrilha envolviam inclusive aves e primatas ameaçados de extinção.

Dos 20 mandados expedidos pela 8º Vara Criminal Federal de São Paulo, 16 foram cumpridos na capital paulista e em Diadema, Francisco Morato, Guarulhos, Embu das Artes, Embu-Guaçu e Itaquaquecetuba, na região metropolitana. Os outros foram cumpridos em Uruguaiana (RS), Caruaru (PE), Alagoinha (PE) e Belo Horizonte (MG).

Além das prisões das nove pessoas, a polícia apreendeu documentos, duas armas de fogo e mais de 570 animais selvagens, entre papagaios, tucanos e tigres d’água.

Segundo a Polícia Federal, os presos e os demais indiciados responderão, conforme suas ações, pelo crime de caça profissional de animais silvestres.

Ainda por possuir, transportar ou ocultar animais silvestres, previstos na Lei dos Crimes Ambientais, por receptação qualificada para comércio, por posse ilegal de arma de fogo e por formação de quadrilha. As penas variam de 3 meses a 6 anos de prisão, que podem ser somadas, de acordo com as condutas de cada um.

Créditos: Divulgação/ Polícia Federal

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.