Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Menores tentam alimentar jacarés com jabuti no Pq. das Hortênsias

Por Edimon Teixeira | 8/10/2012

animal1

Edimon TeixeiraAnimal foi arremessado por mais de 3 metros por sobre cerca; veterinária ainda não sabe se o réptil irá sobreviver

Três menores, moradores do bairro Jardim Jaqueline, Zona Oeste de São Paulo, foram conduzidos ao 1º DP de Taboão da Serra, no final da tarde da última sexta-feira, 05, após um dos integrantes do trio, o desocupado M.P.S.M., 16 anos, em visita ao Parque das Hortênsias, invadir a jaula dos jabutis, pegar um dos animais e atirá-lo aos jacarés da jaula vizinha,  para que estes pudessem se alimentar do réptil.

A intenção de M.P.S.M., e de seus dois cúmplices, os adolescentes D.B.N.B. e A.F.J.S., ambos de 13 anos, segundo apurou o Jornal na Net, era filmar com seus celulares a cena de o jabuti sendo morto e devorado pelos jacarés, para que o trio pudesse divulgar depois o vídeo na rede social Facebook.  A cerca da jaula onde ficam os jabutis, por onde o menor pulou para chegar até o réptil, tem cerca 1,20 metro.

O cercado comporta répteis das espécies Jabuti -Tinga (Geochelone denticulata) e da Jabuti- Piranga (Geochelone carbonaria ). Os animais pesam de 20kg a 40kg e podem chegar a 1m de tamanho, dependendo do sexo, e vivem de 50 a 90 anos. De acordo com o relato de um segurança com que a reportagem falou, M.P.S.M teria entrado na jaula dos jabutis, enquanto seus colegas o aguardavam do lado de fora para receber o animal.

Em seguida, o adolescente pegou de volta o réptil e o arremessou por sobre a cerca que protege os visitantes dos jacarés, que tem em média, 3 metros. O espaço reservado aos jacarés comporta dois Jacarés do Papo Amarelo, espécie ameaçada de extinção. O jabuti chegou a ser abocanhado por um dos jacarés. A violência da mordida arrebentou o casco do animal que ficou bastante ferido. “Ainda não sei se o animal vai sobreviver”, disse em depoimento Talita Gonçalves, veterinária do parque que socorreu o jabuti.

De acordo com ela, por causa da gravidade dos ferimentos ainda não é possível estimar as chances de vida do animal. Os criminosos foram identificados e censurados por outros visitantes que chamaram o segurança do local, que deteve os menores até a chegada dos agentes da guarda municipal, o GCM Ricardo e a Gcmf Luciana, que apreenderam os adolescentes em flagrante delito e os conduziram até à autoridade policial.

M.P.S.M foi relacionado no Boletim de Ocorrência como o autor do Ato Infracional. A avó do menor, com que ele mora, foi solicitada a comparecer para a liberação do menor, mas esta se negou e o adolescente ficou à disposição da conselheira Jacira Alves que o conduzirá um abrigo. Os pais dos outros dois adolescentes compareceram e estes foram liberados após os trâmites necessários.

Outro caso

O incidente envolvendo o jabuti que foi lançado como alimento a jacarés acontece menos de um mês após um visitante ter o braço dilacerado por um dos tigres do parque, uma imprudência que quase terminou em morte no dia 09 de setembro. O visitante teve parte de um dos braços atingidos pelas garras e dentes do animal, após ultrapassar a área de proteção da jaula, para tirar uma foto próxima do bicho. Reveja matéria completa aqui.

Legenda: Animal fora arremessado por mais de 3 metros por sobre cerca; veterinária ainda não sabe se o réptil irá sobreviver

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.