Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Dersa e PRF não se entendem e alça de saída do Rodoanel continua fechada

Por Sandra Pereira | 20/08/2012

alca450

Sandra PereiraReportagem já flagrou crianças soltando pipas, cavalo descendo pela alça, casais passeando e pessoas sentadas na pista

A alça de saída do Rodoanel Oeste com destino à Regis Bittencourt, na altura da entrada principal de Embu das Artes, no km 279 (ramo 700), na pista sentido Curitiba, tem tudo para se tornar “um elefante branco”. A obra que custou R$ 17 milhões foi impedida de abrir por não ter autorização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que apontou falta de segurança aos motoristas que trafegassem na via. Por determinação da PRF o Departamento Rodoviário S/A (Dersa), responsável pela obra, instalou sinalização no local, entretanto, o risco permaneceu e a abertura do acesso não ocorreu. 

Ao que tudo indica, se depender da PRF e da Dersa, que se recusa a fazer novas obras visando garantir a segurança, a alça não será aberta ao tráfego de veículos. Ao mesmo tempo em que a indefinição sobre a abertura segue a  construção dela está sendo investigada pelo Tribunal de Contas da União. 

Enquanto a Dersa, a PRF, a autopista Régis Bittencourt e a ANTT não chegam a um entendimento sobre a responsabilidade pela execução das obras que se fazem necessárias para a abertura da alça de acesso o que se vê diariamente no local é o retrato do uso indevido de recursos públicos. 

A alça é utilizada por crianças que soltam pipas, como passeio de cavalos e até casais. Nas últimas semanas a reportagem do Jornal na Net flagrou diversas situações inusitadas no local. Uma das que mais despertou a atenção foi a presença de um homem sentado, encostado no muro de proteção como se estivesse pensando na vida.

A assessoria de imprensa da Dersa informou ao Jornal na Net que “com a conclusão da implantação da sinalização, estão concluídos os trabalhos na alça e que quaisquer outros melhoramentos são de responsabilidade da operadora da via”, ou seja, a OHL, que administra a Régis Bittencourt.

 “A abertura da pista depende agora da ANTT e concessionária da rodovia”, alega a Dersa, acrescentando que a alça foi construída em total concordância com o projeto previamente aprovado pelo DNIT e atendeu todas as solicitações complementares feitas pela ANTT.


A Polícia Rodoviária Federal diz que como está a alça não pode ser aberta. No final do ano passado a PRF determinou  intervenções no local e solicitou estudos de engenharia para a adequação e programação de segurança viária. 

A PRF estabeleceu que os serviços necessários para a liberação da alça referem-se à implantação da faixa adicional para aceleração dos veículos com origem no Rodoanel e destino à pista sul da rodovia Régis Bittencourt, de responsabilidade da Dersa, que implantou o ramo 700 sem essa condição.

O argumento utilizado para a não liberação do tráfego é de que a alça é insegura, pois há um afunilamento no seu final, bem no encontro com a Régis Bittencourt. Essa situação exige que os motoristas reduzam a velocidade para entre 40 km/h e 60km/h.

De acordo com a Dersa o projeto contemplou dois acessos distintos para veículos provenientes do Trecho Oeste do Rodoanel e que se dirigiam a pista sul da Régis. A alça de acesso ficou pronta em junho de 2010 - dois meses após a inauguração do trecho sul. Atualmente, há outra ligação com a Régis Bittencourt, aberta com a inauguração do Trecho Oeste (2002), mas é longo, cheio de curvas e feita para baixa velocidade. 

A Dersa afirma que o projeto, apresentado ao DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes  (operador da Rodovia à época), em agosto de 2006, foi previamente submetido e aprovado pelo órgão.
Enquanto as autoridades competentes não chegam a um entendimento sobre a questão a alça segue sendo utilizada por populares cada vez mais de forma criativa chamando a atenção de que trafega pela Régis Bittencourt.

22/10/2017

Comissão de Transportes vistoria e aprova os 20 ônibus 0km de Taboão

Os vereadores da Comissão de Transportes da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizaram nesta...

16/10/2017

Régis Bittencourt registrou 109 acidentes com 27 feridos e uma morte no feriado

A Autopista Régis Bittencourt registrou 109 acidentes, com 29 feridos e uma vítima fatal e mais...

16/10/2017

Transporte de Taboão vai ganhar 20 ônibus zero, frota será mais nova da região

Os usuários do transporte público municipal de Taboão da Serra terão a seu dispor 20 ônibus zero...

11/10/2017

Deputada Analice garante mais um posto do Cartão Bom para Taboão

Depois de cerca de um mês da inauguração dos serviços do cartão BOM, na unidade do Poupatempo...

10/10/2017

Ônibus bate contra poste na Benedito Cesáreo, ninguém se feriu

Um ônibus intermunicipal da viação Pirajuçara colidiu de frente contra um poste na avenida...

06/10/2017

Van escolar de Embu das Artes se envolve em acidente e deixa três feridos

Um acidente envolvendo uma van escolar deixou três pessoas levemente feridas em Embu das Artes...

28/09/2017

Pesquisa revela principais ‘desculpas’ de motoristas de SP

Na Semana Nacional do Trânsito, a Régis Bittencourt/Arteris divulga uma pesquisa sobre o...

22/09/2017

Criação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana avança em Taboão

A Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana de Taboão da Serra realizou na quinta-feira, 14...

20/09/2017

Estado tem redução em mortes no trânsito em agosto

O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta terça-feira, 19, os dados do Infosiga do mês de...

22/10/2017

Polícia Militar abre concurso público para contratar 2.200 soldados em SP

A Polícia Militar contratará 2.200 novos soldados de 2ª classe para o reforço do patrulhamento...

22/10/2017

Prefeito Ney Santos anuncia corte de gastos com redução de secretarias

O prefeito Ney Santos na presença de mais de 400 pessoas anunciou o pacotão de corte de gastos...

22/10/2017

Comissão de Transportes vistoria e aprova os 20 ônibus 0km de Taboão

Os vereadores da Comissão de Transportes da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizaram nesta...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.