Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Meio Ambiente

Esgoto e lixo poluem Guarapiranga em Itapecerica

Por Sandra Pereira | 16/08/2012

guarapiranga

Sandra PereiraGuarapiranga sofre o efeito das moradias irregulares em suas margens

Um crime silencioso atinge diariamente trechos da represa do Guarapiranga, em Itapecerica da Serra.  Em vários locais, nas regiões onde as habitações impróprias ou irregulares são mais comuns, o esgoto domiciliar é despejado sem qualquer tipo de tratamento na represa. Uma das comunidades onde isso ocorre diariamente é o bairro Horizonte Azul situado próximo ao limite entre Itapecerica e São Paulo. 

No Horizonte Azul assim com em outras regiões o problema de moradia agrava o dano ambiental à represa. Ambos se fundem formando um cenário ímpar de agressão a um dos recursos naturais mais preciosos que existem: a água potável. A transferência das famílias que moram no local para os apartamentos construídos com recursos do governo federal seria a solução à curto prazo. Mas a obra está embargada, segundo os moradores por que a construção foi feita com vários erros.

Localizada na porção Sudoeste da Região Metropolitana de São Paulo, a Guarapiranga fornece água para abastecimento de cerca de 20% da população.  Vítima diária de crime ambiental a represa agoniza silenciosa esperando que autoridades ecoem o problema que pode comprometer o abastecimento de água num futuro bem próximo. 

Quem visita o local se choca com a seriedade dos danos ambientais cometidos contra a represa. Quem mora lá se habitua e deixa de considerar o problema muitas vezes até por falta de entendimento da seriedade do dano ambiental praticado no local. Veja fotos aqui

Os moradores dos locais mais próximos à represa também são os que mais a poluem. O esgoto das casas deles, assim como garrafas pet, móveis usados e até entulho são despejados próximo ao leito formando um cenário de total falta de respeito ao meio ambiente. 

O lançamento de esgoto no local levou ao aparecimento de algas e o comprometimento da qualidade do manancial e da água para abastecimento humano. Alguns investimentos foram feitos mais o problema persiste.

A transferência das famílias que moram praticamente às margens da represa estava prevista para esse ano, mas vai atrasar por conta de problemas na construção dos apartamentos. Como na cidade ninguém se pronuncia oficialmente sobre o fato fica difícil apurar o que vai acontecer realmente. 

esgoto_1

Esgoto domiciliar de imóveis irregulares é despejado na represa

A Represa de Guarapiranga foi inaugurada em 1908, sua finalidade era, originalmente, atender às necessidades de produção de energia elétrica na Usina Hidrelétrica de Parnaíba. Atualmente é utilizada para abastecimento de água potável para a Região Metropolitana de São Paulo por meio da Sabesp, Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo.


O outro lado

A Sabesp informou por meio da assessoria de imprensa que as questões de remoção de famílias são de responsabilidade da prefeitura de Itapecerica, bem como o lixo e entulho despejado no local. De acordo com a empresa a água da Guarapiranga passa por tratamento constantemente e o  nível de contaminação da represa é de responsabilidade da CETESB. 

Em relação à rede de esgoto a Sabesp alega que só poderia se posicionar após receber o  endereço exato sobre qual a reportagem do Jornal na Net faz referência. Entretanto, o problema ocorre em todo o bairro conforme constatou a reportagem. 

História

Inicialmente conhecida por Represa de Santo Amaro, Guarapiranga teve sua construção iniciada em 1906, pela Cia. Light, na época responsável pelo fornecimento de energia elétrica na cidade, sendo concluída em 1908.  Em 1928, com o crescimento da região metropolitana de São Paulo, Guarapiranga passa a servir como reservatório para o abastecimento de água potável.

A construção da represa de Guarapiranga e, posteriormente, da Billings, foi decisiva para o desenvolvimento da região de Santo Amaro, então um vilarejo autônomo nos arredores de São Paulo.

A partir dos anos 20 e 30, um crescente interesse pela ocupação das margens da represa, fez surgir loteamentos pioneiros que procuravam oferecer ao cidadão paulistano uma opção de lazer náutico. Daí o surgimento de bairros com nomes como Interlagos, Veleiros, Riviera Paulista, Rio Bonito.

A bacia Guarapiranga


A bacia Guarapiranga fornece água a quase quatro milhões de pessoas, principalmente na parte sudoeste da cidade de São Paulo. Já tem mais de cem anos e tornou-se a bacia mais ameaçada de extinção na área da Grande São Paulo. Os principais problemas são a expansão urbana desordenada sem saneamento básico e o uso disseminado da bacia hidrográfica para atividades econômicas, ameaçando a produção de água natural.


19/04/2018

Os planos de expansão da pedreira em Itapecerica da Serra:como afeta a população

A pedreira localizada no bairro de Itaquaciara, ao sul de Itapecerica da Serra, município da...

09/04/2018

Prefeitura de Itapecerica reabrirá Parque da Represinha no próximo dia 12

A Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, junto com Autarquia de Saúde da Prefeitura de...

28/03/2018

Temporal provocou alagamentos e deixou trânsito caótico em Taboão da Serra

As águas de março chegaram e, com ela, os problemas para quem precisa transitar pela Rodovia...

26/03/2018

Eleição para conselheiros da APA Santa Tereza tem inscrições abertas até 17/4

O Conselho Gestor de Área de Proteção Ambiental (APA) Santa Tereza, informa que a eleição para...

25/03/2018

Chuva que caiu em Taboão esta tarde causou alagamentos na Régis Bittencourt

A chuva que atingiu a cidade de Taboão da Serra na tarde desta terça-feira, dia 27, causou...

22/03/2018

Após risco de febre amarela, Cemucam será reaberto dia 30

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo vai reabrir, em 30 de março,...

21/03/2018

Mudanças climáticas aumentam disputas judiciais por água e desafiam juízes

Em todo o mundo, juízes se deparam com a díficil tarefa de conciliar a aplicação de leis com a...

16/03/2018

Embu das Artes realizará neste domingo 18 o II Plantio Global

A Sociedade Ecológica Amigos de Embu em parceria com a Prefeitura de Embu das Artes irá realizar...

25/02/2018

Apesar de obras, São Paulo ainda precisa de chuva para evitar nova crise hídrica

Em março, enquanto especialistas e chefes de Estado estarão debatendo a gestão sustentável dos...

20/01/2018

Especialista diz que sociedade precisa estar preparada para viver com menos água

O diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal...

19/04/2018

Entra em vigor lei que aumenta pena para motorista embriagado

Entra em vigorar n

19/04/2018

Projeto Abril Solidário movimenta Faculdade em Taboão da Serra

O Projeto Abril Solidário, criado pelos alunos do curso de Pedagogia da Faculdade FECAF de...

19/04/2018

Inscrições com redução de taxa das Etecs de Taboão e Embu estão abertas

Estão abertas as inscrições para redução de 50% na taxa de inscrições do processo seletivo para...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.