Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Itapecerica aprova Moção de apoio a greve dos professores da rede estadual

Por Sandra Pereira e Karen Santiago | 24/03/2010

itape.jpg

Os vereadores de Itapecerica saíram em defesa dos professores da rede estadual da cidade

Os vereadores de Itapecerica saíram em defesa dos professores da rede estadual da cidade. Na sessão desta terça-feira, o vereador José Maria (PT),  apresentou  uma Moção de Apoio aos professores da rede estadual de ensino que estão em greve desde o dia 05 de março. Alguns educadores estavam presentes na sessão e demonstraram a satisfação pelo apoio, com uma salva de palmas.

A moção seria aprovada por unanimidade, mas o vereador José Martins alegou acreditar que greve é falta de diálogo.

Autor da moção, o vereador José Maria, disse que defende e apóia a luta da categoria que inclui também dos diretores e funcionários das escolas. “Se queremos uma cidade melhor, educação de qualidade para os nossos filhos, precisamos valorizar os professores”, defende.

O vereador lembra no documento que segundo os dados apurados, cerca de 55% dos professores aderiram  à greve da categoria no Estado de São Paulo. O balanço é da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo). “De acordo com o sindicato, a adesão chegou a 43% na Capital. A Secretaria do Estado da Educação calcula, no entanto, que menos de 1% da categoria aderiu ao movimento”, relata.

José Maria afirma que os professores decidiram pela continuidade da greve por tempo indeterminado na última assembléia.

As principais reivindicações da categoria são: reajuste salarial imediato de 34,3%; incorporação de todas as gratificações, extensiva aos aposentados; plano de carreira justo; garantia de emprego; contra as avaliações excludentes (provão dos ACTs/avaliação de mérito); revogação das leis 1093, 1097, 1041 (lei das faltas); concurso público de caráter classificatório; contra a municipalização do ensino, contra qualquer reforma que prejudique a educação, em todos os níveis.


 O Presidente da Câmara Amarildo Gonçalves (Chuvisco) contou que quando era pequeno sonhava se tornar professor. “A realidade de hoje em dia é outra, o salário desses profissionais estão cada dia mais achatados”, salienta.

Os vereadores Comendador Lombardi e José de Morais também se pronunciaram em apoio à paralisação.

Após os vereadores declararem as suas opiniões, o professor e manifestante Erlon interrompeu a sessão por cerca de cinco minutos, com um protesto em frente a Câmara na praça Largo da Matriz, ao som do microfone ele declarou estar satisfeito com o apoio dos vereadores da cidade, mas que não entende porque José Martins está contrário a greve.

“Se ele (José Martins) precisasse colocar o seu filho na escola estadual será que ele estaria contra a nossa categoria”, perguntou. A sessão voltou ao normal após pedido do presidente da casa feito pela janela da câmara.


angelica manetta

gostaria de saber quando esta previsto que as aulas retornem ? muito obrigada!

Ronan Oliveira

Parabéns, vereadores de Itapecerica. São atitudes como essa que nos fazem acreditar que, com união, perseverança e coragem, podemos dar novos rumos à educação. Infelizmente ainda há quem seja contra nosso manifesto, mas agradeço a este vereador que votou contra, pois está provado que todos devem ser ouvidos. Só tenho uma pergunta: Por que o governador não quer nos ouvir? Nova DITADURA?

geogama

Vejo que toda a comunidade esta empenhada em melhorar a educação no Estado de São Paulo. Em Minas Gerais os professores iniciarão greve a partir de oito de abril. Parabéns aos Os vereadores de Itapecerica que saíram em defesa dos professores da rede estaduais.&8195;

natascha

Deixo aqui o meu protesto sobre a situação da educação no estado de São Paulo, hoje muitas escolas estão em greve tanto na capital como no interior, e a secretária de educação e o governador do estado insistem em dizer que apenas 1% da categoria aderiu. pura mentira do governo, convido-os a visitar as escolas para ver a real situção. as escolas estão fechadas, depedradas e a grande maioria não tem sala de informática, minha escola não tem nem sala de vídeo e nem biblioteca aberta aos alunos, as salas são super lotadas, leciono para 11 classes e cada uma tem cerca de 48 a 50 alunos. Impossível que o aluno tenha uma aprendizagem significativa. Mas o que o governo solta na mídia é que as escolas são de primeiro mundo e a educação esta 10, nossa, quanta mentira, quanta enganção, outra mentira do governo Serra é a de que o professor ganha 15 mil reais de bônus, mentira, a grande maioria de professores da minha escola recebeu apenas 40 reais. estão falando que os professores ganham por volta de 1.800 até 3.000 reais, MENTIRA, o sálario do professor esta arrochado a 5 anos não temos aumento, nem sequer o dicídio da inflação anual, isso é uma vergonha, e o ticket de alimentação que o governo concede de apenas 4,00 reais, esse ticket tem um apelido: é o vale coxinha da eduacação. O governo diz que estamos contra a educação e que não queremos provas, mentira! pois lutamos sim pela melhoria da educação não só em São Paulo, mas também no Brasil. Mas o que o governo fez foi abrir apenas 10 mil vagas para o concurso público de seleção de professores, sendo que tem mais de 80 mil contratados na educação.Leciono no estado a 4 anos, e estou profundamente desmotivada com essa profissaõ que um dia pensei que iria me realizar como profissional, mas o que vejo é uma profunda desvalorização do professor no Brasil e principalmente em Sp. A desmotivação entre os professores é enorme. não temos planos de carreira, quando converso com um professor que esta no Estado a 15 anos percebo que seu sálario assim como o meu não passa de 1,300 até 1.500 reais, isso é uma vergonha! quanto mais o professor fica em sala de aula, mais desvalorizado ele fica, o secretario da educação em reportagem recente classificou os professores da rede de "burros" isso é um absurdo e um profundo desrespeito com a classe. Infelizmente não temos uma midia crítica e interessada em prestar um bom serviço a população, o que temos é simplismente é uma mídia influenciada pelo governo;o que vemos é cópia da cópia e cola de reportagens,apenas. E é claro conseguimmos perceber que a mídia esta do lado do governo, pois o mesmo gasta milhões em propagandas enganosas em horário nobre. Convido para que venham investigar as verdadeiras causas da greve dos professores e visitem uma escola, para ver a situação caótica em que se encontram. Outra questão o senhor Paulo Renato enche a boca pra dizer que fez um plano de promoção por mérito, mas na verdade esse é um projeto de exlusão, pois não são todos que podem participar da prova para ter um amumento de sálario. e nem consultados os professores foram sobre tal plano, as políticas de educação em nosso país são impostas de cima para baixo. Obrigada

25/06/2017

Educação de SP abre concurso para preencher 1.878 vagas de diretor

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo abriu concurso público para o  preenchimento de...

24/06/2017

Grevistas da educação de Taboão decidem voltar ao trabalho dia 3 de julho

 Depois de ficar em greve por quase dois meses os servidores da rede pública municipal de...

22/06/2017

Greve de professores da rede municipal de ensino já ultrapassa 50 dias

Professores da rede municipal de ensino ainda não entraram em acordo com a prefeitura e...

18/06/2017

Jornalista Gregório Bacic ministra palestra a professores do Nigro Gava

Professores da Escola Estadual Professora Maria Aparecida Nigro Gava, no Parque Pinheiros, em...

12/06/2017

Escolas da rede municipal de Taboão, Embu e Itapecerica realizam festa junina

Olha a chuva... É mentira! Olha a cobra... É mentira! O mês de junho é conhecido pela...

11/06/2017

Taboão da Serra ganha unidade do Centro Brasileiro de cursos (Cebrac)

Moradores de Taboão da Serra que buscam ingressar e ou conseguir cargos melhores no mercado de...

11/06/2017

Sistema EJA está com inscrições abertas para o segundo semestre

Os jovens e adultos que não terminaram os estudos e querem retornar às salas de aula já podem se...

11/06/2017

Mais de 7 mil professores aprovados em concurso são convocados em SP

Mais de 7 mil professores aprovados no maior concurso do magistério paulista poderão escolher as...

08/06/2017

Febre Amarela e Dengue são pautas para alunos da EMEF Rachel de Queiroz

A direção da EMEF Rachel de Queiroz criou um Jornal Escolar que tem como foco central o...

03/06/2017

Escolas Estaduais de Embu das Artes recebem programa de educação ambiental

Em parceria com a Diretoria de Ensino da Região de Taboão da Serra, a ONG Sociedade Ecológica...

28/06/2017

Empresa abre “cratera” na rua Mário Latorre procurando vazamento em Taboão

Quem passou pela rua Mário Latorre, no Parque Pinheiros, quase em frente ao cemitério da...

28/06/2017

Vereadores aprovam LDO e discutem aumento da passagem para R$ 3,80

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram nesta terça-feira, 27, a Lei de Diretrizes...

28/06/2017

Prefeitura de Taboão emite nota oficial sobre aumento da passagem dos ônibus

A Prefeitura de Taboão da Serra emitiu nota oficial sobre reajuste da passagem dos ônibus...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.