Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

PM troca tiros com criminosos em Taboão

Por | 25/06/2012

viatura_capa

Rafael RezendeViatura ficou com vidro quebrado após troca de tiros

As três intensas trocas de tiros entre criminosos de uma facção criminosa e a polícia militar na madrugada do último domingo, dia 24 de junho, no bairro do Parque Pinheiros em Taboão da Serra, deixou viaturas danificadas, com vidros quebrados e marcas da munição na lataria. Ninguém foi preso e nenhum policial ficou ferido na cidade.

Nas três ocasiões os tiros foram disparados por dois bandidos em motocicletas. A situação é sempre a mesma, conta um policial militar, em forma de anonimato. “Os criminosos passam pelas viaturas e atiram contra elas”, detalha. O motivo, segundo ele, são retaliações ao trabalho da polícia.

A reportagem apurou que a cidade de Taboão foi o único município da região, pelo menos até o momento, que foi alvo de criminosos.

Em Itapecerica da Serra, após informações de que integrantes estavam preparando ataques por volta das 23h, da última sexta, os policiais militares e civis saíram para a rua, com munição duplicada e armamentos pesados, além de colocarem cones e cavaletes na frente do Batalhão e Delegacia. Guardas Municipais também foram avisados e ficaram de prontidão.

Diversas viaturas faziam patrulhamento por toda a cidade e os chamados pelo 190, sempre eram atendidos por, no mínimo, duas viaturas. O policiamento era tanto, que nenhuma ocorrência foi registrada durante toda a sexta na cidade.

A polícia continua atenta devido a possíveis ataques que podem ocorrer nos próximos dias. E está toda de prontidão, segundo apurou a reportagem.

Desde 1º de janeiro, segundo a PM, foram registradas 39 mortes de policiais militares, em horário de folga, em decorrência de crimes violentos. Só na semana passada, entre quarta-feira (20) e sábado (23), foram quatro mortes. A maioria que morreu estava de folga. Oito morreram enquanto trabalhavam. Veja matéria completa aqui.

v1

v2

Moradores com medo

A quantidade de viaturas nas ruas causou um misto de espanto, medo e, sensação de segurança, durante todo este final de semana. Atentos, patrulhando e abordando todos que passavam pela rua, os policiais impunham respeito e foram motivo de elogios por parte dos moradores.

“Não ouvi mais aquela música alta, que há tanto tempo acontece no bairro e não dá para ouvir”, disse um. “Era muita viatura, que passavam segurança e ao mesmo tempo, pânico, para quem não estava entendo o que acontecia”, afirmou outro. E os demais clamavam, para que as viaturas ficassem na rua sempre, não somente nesta ocasião.

PM reforça policiamento e prende cinco acusados de matar PMs

O comandante geral da Polícia Militar, Roberval Ferreira França, afirmou que todas as unidades da PM estão procedendo instruções do início ao término do serviço sobre conduta de segurança a fim de assegurar a segurança dos policiais.

“Desenvolvemos a partir de sexta-feira grandes operações no Estado com reforço do policiamento e ações visando identificar e prender os marginais responsáveis pelos ataques”, disse, referindo-se à morte de 39 PMs desde o início desse ano.

Cinco pessoas foram presas na madrugada do domingo, 24, suspeitas de envolvimento nas mortes. Outros envolvidos já foram identificados pela polícia. Por orientação da PM, a quantidade de policiais das ruas aumentou.

Todas as patrulhas em serviço estão com orientação de conduta de segurança especial, com atendimento de ocorrência em pares de viaturas e cautelas redobradas no atendimento de ocorrências e na aproximação de veículos, motos e pessoas suspeitas. Segundo nota do comandante da PM, não houve nenhum assassinato de policial em serviço em 2012.

Com relação aos policiais militares de folga, o comando recomenda que adotem as mesmas cautelas e cuidados que mantém durante o serviço, bem como informem imediatamente à sua Unidade ou ao Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) qualquer situação de risco ou a presença de indivíduos suspeitos.

Informações do Portal do Governo do Estado de SP

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.