Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Comércio Popular do Pirajuçara é o maior e mais desenvolvido da região

Por Sandra Pereira | 17/03/2010

Capa_folha350.jpg

Lojas de vários segmentos e ambulantes atraem clientes para a região

 O comércio popular estabelecido na região do Pirajuçara, no trecho que vai desde a Avenida Kizaemon Takeuti, em Taboão da Serra e segue pela Avenida Rotary em Embu, na direção  do Parque Pirajuçara, tem de tudo.

O comércio local está em plena fase de desenvolvimento facilmente constatado pela imensa quantidade de lojas estabelecidas na região que está se consolidando como uma das mais desenvolvidas no segmento. Na região é possível comprar desde simples aviamentos até um carro O km.

O potencial de crescimento do local é grande e se torna ainda maior diante da saturação do comércio na Estrada do Campo Limpo. Além disso, a proximidade com os bairros que concentram a maior densidade populacional nas duas cidades é um diferencial que impulsiona o desenvolvimento do comércio popular na região.

Por isso, a Associação Comercial e Empresarial de Taboão da Serra (ACE) vem promovendo várias ações no sentido de incentivar o aumento das vendas no comércio do Pirajuçara. O presidente da ACE, Laércio Lopes é um dos maiores entusiastas do comércio na região e aposta no crescimento gradativo do comércio local.

“Gosto de vir aqui porque é perto de casa e a gente encontra tudo que precisa”, afirma Suelen Santana, 39 anos, moradora do Jardim Castilho em Embu.

Ela diz que habitualmente faz compras no local e revela que os preços são mais atrativos do que em outras regiões da cidade. “Hoje em dia a gente procura preço baixo e qualidade. Aqui a gente encontra coisa boa que não faz vergonha pra ninguém”, declara.  

Para os comerciantes que investiram no comércio do Pirajuçara a expectativa em torno dos negócios é grande. Ninguém sabe precisar ao certo quantas pessoas passam diariamente pelo comércio do Pirajuçara, mas há uma previsão de que entre 20 e 50 mil pessoas passem pela região diariamente.

 

Esse universo gigantesco de pessoas vai até a região por motivos diversos. Quem quer comprar eletrodomésticos, roupa, calçados, acessórios, bijouteiras, papelaria, artigos para festas, remédios, óculos, móveis, pagar contas, usar serviços bancários, enfim, a região tem de tudo para garantir que o cliente saia satisfeitos. Até mesmo automóveis é possível comprar na região.

Com o crescimento do comércio na região os moradores de Taboão da Serra e de Embu das Artes não tem mais que ir até o centro de São Paulo para fazer compras.

Preço baixo e facilidades de pagamento também são atrações do local. A facilidade de pagamento, aliás, mantém certas particularidades já extintas nos grandes centros comerciais. Várias lojas trabalham com crediário e até com venda fiado, quando o cliente tem uma relação de maior proximidade com os lojistas.

“Ainda tem gente aqui que compra no caderno para pagar depois. Nós trabalhamos com cartão, mas tem clientes antigos que preferem desse jeito”, declarou a proprietária de um armarinho.

Os ambulantes estão por toda a parte na região. Eles representam uma parcela importante dos negócios feitos no local. Apesar de estarem na informalidade esses comerciantes também ajudam a atrair os clientes para a região.

A variedade do comércio na região impressiona. Mas, a falta de ordenamento especialmente do trânsito dificultam a vida de comerciantes e dos clientes em geral. É preciso paciência para andar na região. Outro problema é a falta de padronização das calçadas e o uso indevido delas.

Um aspecto que favorece o desenvolvimento do comércio na região é a facilidade de acesso até ela por meio do uso do transporte público. A maioria dos bairros tem linhas cujo itinerário contempla o local. Nos pontos sempre lotados não é difícil encontrar moradores de vários locais diferentes.

21/06/2018

Corpo aguarda identificação no IML para não ser sepultado como indigente

O corpo de um homem que foi assassinado na última sexta-feira (15) em Juquitiba está sem...

18/06/2018

Itapecerica é apontada como o 2º município mais violento do estado de São Paulo

A cidade de Itapecerica da Serra foi apontada como o segundo município mais violento do estado...

15/06/2018

Petrobras anuncia queda no preço da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) uma queda de 0,89% no preço da gasolina comercializada em suas...

15/06/2018

Etanol está quase mais caro, mesmo com produção maior

 

 

Alternativa mais barata à gasolina, o etanol também está pesando mais no bolso na hora de...

13/06/2018

Greve dos caminhoneiros custará R$ 15 bilhões para a economia

Os dez dias de greve dos caminhoneiros custarão R$ 15 bilhões para a economia, o equivalente a...

05/06/2018

Homicídios atingem 62,5 mil casos e têm maior nível em 10 anos no país

O índice de homicídios no Brasil em 2016 atingiu a marca de 30,3 para cada 100 mil habitantes,...

24/05/2018

Procon de Itapecerica multou posto acusado de vender combustíveis com preços abu

O Procon de Itapecerica da Serra multou o posto de gasolina que estava vendendo gasolina a R$...

24/05/2018

Em Taboão, Café Sensorial promove protagonismo de pessoas com deficiência

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), ligado à Secretaria de Assistência Social...

21/06/2018

Corpo aguarda identificação no IML para não ser sepultado como indigente

O corpo de um homem que foi assassinado na última sexta-feira (15) em Juquitiba está sem...

21/06/2018

Educadores participam de reunião pedagógica do Projeto Escola Arteris

O Projeto Escola e o Programa Viva Meio Ambiente, desenvolvidos pela Arteris Régis...

21/06/2018

Campo da Vila Iase começa a ser preparado para implantação do gramado sintético

A Secretaria de Obras, Infraestrutura e Serviços Urbanos da Prefeitura de Taboão serra iniciou...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.