Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Moradores criticam queda constante de energia elétrica

Por Sandra Pereira | 13/06/2012

energia

Sandra PereiraEquipes da AES Eletropaulo fazem reparos na rede, mas falta investimentos em infraestrutura

Um pouco de chuva ou ventania é suficiente para interromper o fornecimento de energia elétrica nas cidades da região. A explicação para o problema, de acordo com a AES Eletropaulo, comumente é a queda de árvores. Mas, os moradores atingidos frequentemente pelo problema reclamam que a queda do fornecimento deve-se à falta de investimento em infraestrutura.

“Toda vez que chove acaba a luz. Já perdemos vários eletrodomésticos em casa. É inaceitável uma empresa prestar um serviço com tão pouca qualidade”, reclama Simone Santiago, moradora de Embu das Artes.

A queixa da moradora de Embu se repete em vários bairros de Taboão da Serra onde as quedas de luz em períodos de chuva ou quando ocorre ventania. Os moradores afirmam não entender a razão pela qual as quedas de energia são constantes.

 “Tem dias que a energia cai sucessivas vezes. Parece criança brincando de acender a apagar a luz”, critica a professora Ana Costa.

Quem também não suporta mais as quedas constantes de energia é a dentista Cristina Rodrigues. Ela diz que dezenas de vezes precisou interromper o atendimento aos pacientes por falta de luz. Quando as quedas são constantes o risco de danificar os equipamentos é alto.

“Já tive muito prejuízo com falta de luz. É inadmissível uma empresa prestar um serviço caro e tão ruim como faz a Eletropaulo”, critica.

A AES Eletropaulo informou à Folha de Embu que mais de 50% das interrupções de energia são causadas por queda de galhos e de árvores na rede. A concessionária esclarece ainda que investiu R$ 740 milhões em manutenção e expansão na rede no ano passado. Em 2012, a distribuidora prevê R$ 841 milhões em investimentos.

A Eletropaulo explica  que os pedidos de indenização por danos elétricos (PID) são regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e seguem algumas normas entre as quais estão a obrigatoriedade de preenchimento de o formulário para solicitar o PID no site da concessionária (www.aeseletropaulo.com.br) e nas lojas ou rede conveniada de atendimento (o endereço do local mais próximo da residência do cliente está impresso na fatura de energia). Os pedidos devem ser feitos no prazo de até 90 dias corridos, após o aparelho ter sofrido dano elétrico.

No documento  devem constar a data e horário provável da ocorrência do dano, a confirmação que o solicitante é o titular da unidade consumidora. Casos em que outra pessoa for a uma loja ou posto representando o cliente cadastrado será necessária uma procuração sem firma reconhecida, o relato do problema apresentado pelo equipamento elétrico, descrição e características gerais do equipamento danificado, tais como: marca, modelo e tensão.

“A indenização ocorrerá após a análise técnica e a confirmação de que o dano ao aparelho foi causado pela rede elétrica”, afirma a empresa.

18/10/2017

Aneel autoriza reajuste nas contas de luz de consumidores do DF, GO e SP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (17) reajustes nas contas de luz...

17/10/2017

Caixa e BB antecipam em dois dias pagamento do PIS/Pasep a correntistas

Com dois dias de antecedência em relação ao calendário oficial, os correntistas da Caixa...

15/10/2017

Mulher atacada por ex com facão era separada há 6 anos e sofria ameaças

Durante seis anos Edeni Aparecida Rocha da Silva, 37 anos, viveu no inferno, mas somente ela e...

15/10/2017

Exame para certificar mais 1,5 milhão de jovens adultos tem nova data

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos será aplicado no dia 19...

15/10/2017

Rodoanel tem audiência para instalação de postos de combustíveis

No próximo dia 24 de outubro, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp...

14/10/2017

Horário de Verão começa neste domingo, adiante seu relógio em uma hora

Horário de Verão começa à 0h deste domingo (15), e os relógios deverão ser adiantados em uma...

11/10/2017

Unicef: a cada 10 minutos morre uma menina vítima de violência

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lembrou, nesta quarta-feira (11), por ocasião...

11/10/2017

Prefeito Fernando Fernandes forma mais 24 Guardas Municipais

O prefeito Fernando Fernandes formou na noite de sexta-feira, 06 de outubro, mais uma turma da...

11/10/2017

1º Fórum do Idoso da Sociedade Civil acontece em Itapecerica da Serra

O Auditório da Prefeitura de Itapecerica da Serra foi o local escolhido para a realização, no...

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

18/10/2017

Aneel autoriza reajuste nas contas de luz de consumidores do DF, GO e SP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (17) reajustes nas contas de luz...

18/10/2017

MPF e MPT recomendam revogação de portaria que muda regras do trabalho escravo

O Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público Federal (MPF) recomendaram ao...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.