Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

TSE manda afastar Jorge Costa da prefeitura

Por Sandra Pereira | 10/06/2012

jorge

Arquivo do Jornal na NetJorge Costa pode deixar prefeitura de Itapecerica a qualquer momento

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou no último dia 6 que o prefeito de Itapecerica da Serra, Jorge Costa (PMDB), seja afastado do cargo imediatamente. A Ministra Cármen Lúcia ratificou decisão anterior do TSE determinando a execução da sentença em ação movida pela Coligação Faz a Mais e Melhor que pediu a anulação do registro de candidatura de Jorge Costa e do vice-prefeito Antônio Trolesi. A decisão original data de 18 de agosto de 2011.

A expectativa no município é de que o presidente da Câmara e pré-candidato a prefeito de Itapecerica, Amarildo Gonçalves (PMDB), o Chuvisco, assuma a prefeitura de Itapecerica a qualquer momento.

O afastamento de Jorge Costa da prefeitura poucos dias antes do início da campanha eleitoral tumultua o quadro político da cidade e pode até atrapalhar a aliança do PMDB com o PSDB na corrida pela prefeitura. Autor da ação que pediu a impugnação do registro de candidatura de Jorge Costa o PSDB também teria pedido a execução da decisão de afastamento dele.


Chuvisco e Regina Corsini (PSDB) estão em plena corrida eleitoral. Conseguiram se aliar há vários partidos e representam a candidatura da situação. Lideranças políticas e assessores próximos do prefeito alegam que ele se ressente com o PSDB pelo pedido de anulação do registro de candidatura e avaliam que a ação do TSE aconteceu num péssimo momento.

O Jornal na Net apurou que Jorge Costa está em Brasília onde tenta reverter a decisão e permanecer no cargo até o final do mandato. 

Entenda o caso


Em 1990 durante a primeira administração de Jorge Costa em Itapecerica a prefeitura  celebrou um convênio com o governo federal para a construção de uma escola. Mas, o recurso não saiu até o fim do mandato e ele acabou construindo a escola com dinheiro do governo do Estado.

“O Quércia era governador e me mandou o dinheiro. Quando o Collor ganhou as eleições, em março de 1990, ele mandou o dinheiro para aquela escola do convênio, que eu já tinha construído com o dinheiro do governo do estado, então peguei o dinheiro e construí outra escola, mudei somente o endereço - era pra construir uma escola na rua a, e fiz na rua b, porque na rua a, eu já tinha feito. Construí sem autorização”, explicou Jorge Costa em entrevista ao Jornal na Net em 2011 quando a sentença do afastamento ocorreu.


À época o prefeito justificou que não se tratava de um erro já que não houve desvio de recurso, apenas mudança no destino original da sua utilização. Mas, as verbas federais da educação são carimbadas e só podem ser utilizadas com o destino previsto inicialmente.

Sendo assim o TSE considerou que a aplicação de verbas federais repassadas ao município estava em desacordo com o convênio firmado com o Governo Federal na época, configurando, assim, uma “irregularidade insanável”. Por causa dessa irregularidade, o Tribunal de Contas da União rejeitou as contas de Jorge Costa do ano de 1990. 

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.