Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

CDP de Itapecerica abriga o triplo da capacidade de presos

Por Edimon Teixeira | 21/05/2012

cdp

Divulgação CDP tem capacidade para 768 presos e atualmente tem 1.503 

Com 2.271 detentos atualmente, quando sua capacidade de lotação é de 768 presos, o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Itapecerica abriga 1.503 presos a mais do que suporta a estrutura do complexo prisional. As informações são do site da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do Estado de São Paulo, atualizadas em 15/05/2012.

Os números colocam a unidade do município na 9ª posição em ranking dos dez CDPs mais superlotados do Estado de São Paulo e expõe mais uma vez a deficiência do sistema prisional brasileiro. Inaugurado em junho de 2006, o CDP "ASP Nilton Celestino" tem área construída de 7.121,27 m², ou a média de três presos por m².

São Paulo detém aproximadamente um terço de toda a população prisional brasileira, com aumento de cerca de 2.700 pessoas presas por mês. A superlotação hoje se reflete nas 85.838 pessoas presas além da capacidade legal do sistema prisional paulista. Os CDPs foram criados para abrigar presos em flagrante, enquanto aguardam o julgamento.

 Mas uma das causas de sua superlotação é o fato de hoje estarem também com os detentos já condenados, e que deveriam ser transferidos para as penitenciárias. O Governo anunciou recentemente a construção de 39 mil vagas até 2015, com custo estimado em R$ 1,5 bilhão de reais para desafogar os cadeiões em São Paulo.

Um projeto da Secretaria da Administração Penitenciária, em parceria com a iniciativa privada, prevê a construção de três novos complexos penitenciários na Capital e Grande São Paulo, feita por meio de uma PPP - Parceria Público-Privada. Dessa forma, o Estado cuidará da direção das unidades, muralhas e transferências de presos.

Para o lado privado, fica a responsabilidade do financiamento e da construção, da manutenção da unidade e da operação de todo o monitoramento interno. Os locais ainda não foram escolhidos, porém, são fortes candidatas as cidades de Osasco, Carapicuíba, Barueri, Jandira, Itapevi, Santana de Parnaíba, Cotia ou Pirapora do Bom Jesus.

Sem vagas


No último mês uma decisão inédita no País, tomada pelo do Juizado de Execuções Penais da cidade de Jataí, no sudoeste de Goiás causou polêmica e foi alvo de discussões em todo Brasil, nos veículos de comunicação e redes sociais. O juiz da Vara de Execuções Penais soltou 30 detentos do presídio da cidade em razão da superlotação.

Apenas no primeiro dia após a liberação, 18 presos ganharam a liberdade. Em Jataí, a cadeia tem capacidade para 44 detentos, mas atualmente abriga quase 300. De acordo com a Polícia Militar, após a decisão, cinco assaltos foram registrados em apenas uma semana na cidade, quando, segundo a polícia, a média era de três ocorrências por mês.

jaqueline pereira dos santos

concordo !! meu irmão esta ai pagando por uma coisa que ele nao fez nao e justo ficar num lugar lotado de gente quer dizer inocente ta preso e os ladrao de verdade nao .

Fernanda Botaro

Concordo com vc Le, também sou a favor da privatização pois o Governo não tem mais estrutura para continuar cuidando desse sistema, que pra mim, é o mais importante dentro do nosso ordenamento jurídico. Soltar presos por super-lotação é um absurdo, é taxar-nos de idiotas. Não adianta mudar a Lei se não tiver mão-de-obra e competencia para que seja exercido o que está escrito no papel. Aliás, o papel aceita tudo, já a pratica...é bem diferente!

Leila Dias

A população quer ver ladrões na cadeia, então quando o país decide que tem que aumentar a prisões e não propoe políticas públicas, acontece isso mesmo. Sou a favor da privatizações das penitenciárias.

26/04/2017

Homens são presos em flagrante por furto em estabelecimento comercial em Taboão

Policiais da RP conseguiram prender em flagrante dois homens que estavam furtando objetos de um...

25/04/2017

Polícia Rodoviária Federal divulga Balanço da operação Tiradentes

Durante a Operação Tiradentes da Polícia Rodoviária Federal 2017 que ocorreu entre os dias 20 e...

24/04/2017

Dr. Alcionei Miranda reage a assalto em sua casa e leva tiro na perna

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio de Embu das Artes, advogado...

19/04/2017

Polícia apreende carro com placa adulterada em Embu

Policias do CGP suspeitaram de um individuo que estava em um veiculo Celta de cor vermelha. Ao...

19/04/2017

Mulher é presa efetuando compras com cartão clonado em Taboão

Policiais conseguiram efetuar a prisão de uma mulher que efetuava compras com cartão clonado em...

17/04/2017

Sucateamento da Polícia Civil é constatado nas Seccionais da região

A Diretoria do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo esta promovendo uma...

12/04/2017

Prefeitura lacra asilo clandestino onde idoso morreu em Taboão

Depois da morte de um idoso e a remoção de outros seis de um asilo clandestino localizado na Rua...

12/04/2017

Policiais encontram armas e munições em carro abandonado em Itapecerica

 

Policiais do 25º BPM conseguiram aprender duas armas que estavam dentro de um carro...

11/04/2017

GCM acha idoso morto e outros 6 em cárcere privado num abrigo clandestino

Após ouvirem gritos de socorro e pedidos de ajuda vizinhos de um imóvel localizado na rua...

11/04/2017

PM prende homem que realizava roubos em Taboão com simulacro de pistola

Policiais militares conseguiram prender na tarde desta terça-feira (11), um individuo que...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

27/04/2017

Taboão começa a elaborar Plano de Mobilidade em audiência pública no Cemur

Atendendo a Política Nacional de Mobilidade Urbana e a Lei 12.587/2012, que estabelece a...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.