Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Vereadores aprovam mudanças no Transporte Alternativo de Itapecerica

Por | 17/05/2012

van

Karen SantiagoMudanças favorecem condutores e passageiros

O transporte alternativo / coletivo de Itapecerica da Serra e seus passageiros receberam uma boa notícia na manhã desta quinta-feira, dia 17, durante sessão da Câmara Municipal. Os vereadores votaram a favor de mudanças no Projeto de Lei nº 1.479, que visa beneficiar a categoria e melhorar o atendimento prestado junto aos usuários.

Com a aprovação o serviço da categoria será realizado pelo prazo de vinte anos. E, além disso, fica garantida a participação de pessoas jurídicas que estejam habilitadas para conduzir veículos, no processo licitatório, conforme dispositivos estabelecidos nas Leis Federais nºs 8.987 de 13 de fevereiro de 95 e 8.666 de 21 de junho de 93 e alterações nos regulamentos, editais e contratos.

Em relação aos passageiros, a Lei garante que a prestação do serviço público seja feita de forma eficiente e que todos os moradores que precisam do transporte alternativo/ coletivo tenham o direito garantido de desfrutarem do serviço.

O presidente da Câmara e pré-candidato a prefeito, Amarildo Gonçalves, o Chuvisco, afirmou que esse é um tema complexo e que a casa e o executivo devem tentar resolver o problema envolvendo o transporte público. “Subsidiar não para melhorar o serviço, mas sim para não deixar pedestres, idosos para que não fiquem no ponto de ônibus 40 minutos, chega até duas horas de espera no ponto”, observou.

E finalizou: “É necessário um estudo para ampliar o relacionamento, como o Leve Trás e terminal rodoviário, porque a análise é em relação a questões sociais”, disse.

O prefeiturável, José Maria (PT), afirmou que é preciso dar condições de trabalho para os condutores, conforme previsto em Lei e não permitir que o transporte público seja monopolizado pela empresa Miracatiba. “Enquanto a empresa monopoliza o transporte, os moradores ficam sem atendimento no Potuverá e outros bairros” (que não contam mais com algumas linhas), segundo apurou a reportagem do Jornal na Net.

Entre os bairros estão o Embu-Mirim (linha 00 2 – Embu ao Capão Redondo), que de acordo com os passageiros não trafega mais pela Avenida Guacy Domingues e sim pela Avenida Mandú. “O trajeto foi mudado, de uma hora para outra, e deixou os passageiros na mão”, reclamou Márcio Oliveira, morador do bairro.

E Jardim Sampaio até Pinheiros, conforme citado pelo Chuvisco em requerimento lido nesta quinta.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.