Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Coronel nega que falta de viaturas piora policiamento

Por | 9/05/2012

coronel

Karen SantiagoEle afirmou que viaturas quebradas chegam consertadas no Batalhão na próxima semana

O tenente coronel da polícia militar do 25º Batalhão de Itapecerica da Serra, Dimitrius negou que a falta de viaturas prejudica o policiamento na cidade, conforme matéria publicada no Jornal na Net, na última segunda-feira, dia 7, reveja aqui.

Ele afirmou que apesar das viaturas estarem quebradas, o policiamento não está reduzido, uma vez, que viaturas como da Força Tática, Patrulha, Base Comunitária, Rondas Escolares e policiais a pé fazem o patrulhamento de rotina no município e, além disso, frisou que nenhuma ocorrência fica pendente entre um turno e outro, como constatado pelo Jornal na Net.

O Coronel observou ainda que as viaturas destinadas ao patrulhamento, na falta das de rádio patrulha (190) atendem ocorrências normalmente. Já os policiais a pé inibem a ação dos criminosos. “É um procedimento estratégico. Assim que as viaturas voltarem do conserto, os policiais (não todos) voltam a operar viaturas. O retorno do conserto das viaturas está previsto até o final da semana que vem”, prometeu.

Ele adiantou que a cidade vai receber até o dia 15 deste mês de maio novas viaturas, do Governo do Estado de São Paulo. “Estão previstas duas rondas escolares e uma base comunitária, entre outras”, disse.

Em relação, ao atendimento do 190, Dimitrius pontuou que os problemas foram detectados e que as reclamações não são mais freqüentes como no início da implantação da mensagem eletrônica, antes do policial atender o chamado dos moradores.

Ocorrências

Dados divulgados pelo Coronel apontam os números dos meses de março e abril referentes à produtividade do 25º Batalhão. Comparados ao mesmo período do ano passado 5.164 pessoas foram abordadas a mais no município. (11.698 neste ano e 6.534 em 2011).

Dentre os números estão os veículos vistoriados. 2.200 foram vistoriados a mais nestes dois últimos meses. (3.997 para 1.795 no mesmo período do ano passado).

A apreensão de entorpecentes contabilizadas em gramas também aumentou de março a abril do ano passado para este ano. Ao todo, 1.089 gramas a mais (sendo 1.267 em 2011 e 2.356 este ano).Por fim o teste do bafômetro aumentou de 57 para 112 (55 a mais do que no ano passado).

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.