Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Meio Ambiente

Vale do Sol em Foco – e o lago sumiu!

Por Outro autor | 7/03/2010

350.jpg

Antigo lago que foi extinto no bairro

Para quem não conhece, o Vale do Sol é um aprazível e verdejante bairro do Embu das Artes, como tantos outros, do município, abrigado pela Mata Atlântica do Cinturão Verde de São Paulo. Na entrada do bairro havia um lago, de grande beleza paisagística, onde se podia observar o vôo rasante de lindas garças. O lago sumiu! Foi assoreado por constantes movimentações de terra para abrir passagem na estrada de acesso ao bairro, tomada pelas águas, em dia de fortes chuvas.

Preocupados com a situação de seu bairro os moradores queixam-se de uma situação que perdura há 10 anos. Em 2001, quando a prefeitura drenou o lago, prometeu desassoreá-lo para depois embelezar toda a área, onde também funciona a sede da Sociedade Amigos do Vale do Sol.

Até hoje, porém, a situação se mantém inalterada. Os dois riachos que nele deságuam, a SABESP aterrou-lhes a desembocadura, quando colocou os tubulões do novo aqueduto ao longo de suas margens. Em conseqüência, as águas das chuvas se espalham pela entrada do bairro e pela Vereda do Lago. Desde então, os habitantes do Vale convivem com grandes poças que nunca somem, mesmo em dias secos. Partindo do lago formou-se um canal que atravessa as ruas, mantendo-as permanentemente alagadas.  

Segundo relatos, várias reuniões foram convocadas e realizadas pela Soc Amigos do Vale do Sol, com a Prefeitura. Promessas de recuperar o lago foram ratificadas. Seria reconstituído o ambiente destruído. Numa última reunião, em junho de 2007, a Prefeitura enviou um funcionário para apresentar um projeto destinado ao bairro, com a promessa de dar início às obras em poucos meses. Cerca de três anos se passaram deste a última promessa. Nada aconteceu. Enquanto isso o bairro sofre um processo de deterioração, que passa, também, pelo descarte de material de construção no entroncamento de uma das estradas vicinais do Vale com a Estrada da Capuava, como se pode ver nas imagens.  

Os moradores apelam para providências urgentes, por parte da Prefeitura, pois temem o grande avanço do bota-fora que se tornou uma das entradas do bairro.
A segurança, também, é uma das grandes preocupações dos moradores. Famílias têm sofrido a violência de marginais, através de assaltos e crimes, que não têm sido divulgados.

A população teme que a omissão dos fatos tenha como objetivo não causar pânico ou não deixar em evidência a falta de segurança geral, mas que isso, por outro lado, elimina a chance de as pessoas ficarem alertas para tentar se proteger. Jovens que estudam à noite e voltam tarde para casa são causa de grande preocupação dos pais. O que todos almejam, esperando contar com a sensibilidade da prefeitura, para seus anseios, que consideram justos, é o saneamento do bairro como um todo.

Registre, também, reclamações com relação ao seu bairro enumerando os problemas que afligem a sua comunidade em matéria de segurança, degradação ambiental etc.




Texto: Lucila Moura

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.