Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Discussão sobre o retorno na Régis Bittencourt passa a ser regional

Por Assessoria de Imprensa da Câmara de Taboão | 26/04/2012

reuniao1_1

Eduardo ToledoReunião com prefeito Chico Brito torna a discussão do retorno na Régis regional

Mais um capítulo na luta pela implementação de um novo viaduto na Régis Bittencourt foi escrito na última quarta-feira, dia 25. Em reunião com o prefeito de Embu das Artes, Chico Brito, a comissão de oito vereadores de Taboão da Serra decidiu ampliar a discussão e irá marcar um encontro com representantes das duas cidades, além de Itapecerica da Serra, para criar um projeto em conjunto que atenda toda a região.

A próxima reunião ficou agendada para quarta-feira, dia 2 de maio, e irá contar com a presença de vereadores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra, além dos três prefeitos dessas cidades. “Sou favorável a mudança do viaduto assim como vocês [vereadores], mas temos que fazer um projeto que atenda todos os três municípios e apresentá-lo a ANTT e a OHL”, disse Chico Brito.

Os vereadores de Taboão da Serra concordaram com a proposta de Chico Brito e ressaltaram que a medida irá fortalecer a proposta de mudança no PER (Plano de Exploração de Rodovia). O presidente da Câmara Municipal, José Macário, disse que essa ação com as três cidades que são cortadas pela Régis Bittencourt é a mais sensata. “Vamos fazer um projeto só, com as nossas necessidades, e a OHL terá a real necessidade de cada município”.

Para o vereador Paulo Félix, a reunião foi positiva, pois abriu caminho para que o retorno seja construído em outro local que beneficie diretamente os moradores de Taboão e Embu. “Vamos fazer um projeto que atenda todas as cidades, não temos necessidade de um gigantesco trevo rodoviário como o proposto pela OHL no quilômetro 277,6. Nem mesmo Embu quer isso, o Chico [Brito] também defende um viaduto que atenda o Parque Esplanada”.

O vereador Ronaldo Onishi lembrou que a construção de um novo retorno na altura do quilometro 275 atenderá os moradores de Taboão da Serra e também de Embu das Artes. “Com esse viaduto próximo da Vila Indiana, quem mora em Embu pode também evitar o trânsito da BR por dentro, evitando congestionamentos. Ali é a divisa das duas cidades”.

Para Olívio Nóbrega a discussão regional sobre esse problema é a melhor solução. “A proposta do prefeito do Embu é perfeita, não existe queda de braço entre as cidades, somos todos irmãos. Nossa briga tem que ser com a OHL para que ela faça projetos que beneficiem não apenas a circulação na rodovia, mas também no entorno dela. A obra no quilometro 277 terá um grande impacto no entorno”, lembra.

A vereadora Fausta disse, no final da reunião, que o encontro foi proveitoso e que as propostas vão avançar muito. “Sempre defendo essa união entre os municípios vizinhos, sem dúvida a nossa proposta ganha força e a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) irá aceitar as alterações”.

Segundo o vereador Wagner Eckstein, a discussão está acontecendo no momento exato, antes do início das obras do trevo. “Temos tempo para criar um novo projeto, nenhuma proposta tinha ouvido os municípios, agora estamos colocando na mesa nossas necessidades e ninguém mais do que nós, que estamos aqui todos os dias, sabemos quais as necessidades da região”.

De acordo com o vereador Tales Franco, Taboão da Serra precisa de dois viadutos para diminuir o trânsito. “Depois da inauguração do Rodoanel nossa cidade passou a receber um fluxo de veículos acima do normal e o trânsito ficou complicado em alguns locais. Esses viadutos vão tirar muitos carros da rodovia”.

O vereador Cido também participou da reunião e disse que a Câmara Municipal de Taboão da Serra está contribuindo com a discussão regional. “Acho que temos essa responsabilidade, temos que procurar nossos vizinhos para ampliar o debate, esse trevo no quilômetro 277 é uma irresponsabilidade, não vai ligar nada a lugar nenhum”.

Eduardo Toledo

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.