Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Servidores de Taboão esperam 3 anos por imóveis

Por Edimon Teixeira | 26/03/2012

ap

Karen SantiagoEspera por apartamento já dura três anos, segundo servidores de Taboão

Funcionários públicos municipais da Prefeitura de Taboão da Serra enfrentam, há quase três anos, verdadeiro drama, à espera de morar na tão sonhada casa própria. O programa habitacional realizado pela Secretaria de Habitação, em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF), tropeça em burocracia, e prejudica servidores que tiveram mudanças em seu quadro de trabalho.


O processo seletivo iniciado em 2009 tinha como um dos principais critérios para participar do programa, a renda máxima de três salários mínimos. Cada apartamento estava avaliado em R$ 53 mil e, a princípio, para os servidores inscritos e aprovados, o subsídio (parte do empreendimento pago pelo Governo Federal) seria de R$ 23 mil, cabendo aos interessados uma parcela única, à vista, de R$ 2 mil.


A demora nos trâmites mudou a situação de alguns servidores. É o caso de E.T.P,29 anos, funcionário há cinco. Ele pediu para não ser identificado, pois teme ser ‘mais’ prejudicado se virem seu depoimento. Ele teve aumento salarial em virtude de uma gratificação incorporada a seu salário e sua documentação para financiamento foi devolvida pela Caixa.


“Alegaram que meu piso não suporta os três salários exigidos pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’. É um absurdo isso. Quando assinei contrato meu salário estava, inclusive, bem abaixo do que pediam”, reclama o servidor. “É a terceira casa que moro nos últimos três anos. Pago R$ 450 de aluguel, o valor mais em conta que encontrei próximo do trabalho”, explica o funcionário que divide quarto, sala e cozinha com uma irmã.


O subsídio para o apartamento de E.T.P. também vai diminuir, assim como aumentarão os valores das parcelas pagas por ele, se aprovado o financiamento. “De acordo com a projeção que fiz em dezembro de 2011, meu subsídio vai baixar para R$ 19 mil e minhas parcelas que seriam de R$ 220 vão para R$ 260”, disse. “E os gastos não param por aí: só com documentação e abertura de conta serão mais R$ 1.400”, completou.


Situação parecida enfrenta a servidora Alessandra Cordeiro, 34. Funcionária pública há 18 anos, colabora com o funcionalismo do município há cinco.  Ela e dois filhos moram em uma casa composta por quarto e cozinha, cedida pela mãe dela. Nos últimos dois anos Alessandra disputa o espaço também com objetos que comprou para decorar o apartamento.


“Choro quando paro para olhar tudo o que comprei com tanto trabalho, amontoado, se desgastando a cada dia e eu e meus filhos neste sufoco todo. É desumano o que fazem com a gente”, desabafa a servidora. A previsão para entrega do apartamento dela era para o fim de março de 2010.  No último contato com a construtora Alessandra foi informada que estava fora do plano.



“A última vez que consegui falar com a Tenda disseram que haviam recebido a informação de que eu não era mais funcionária pública do município e que estava fora do plano. Eu tinha sido exonerada e não sabia”, ironiza a funcionária que trabalha em escala de plantão 12 horas por dia. “Toda vez que você liga, quando consegue falar, é uma informação diferente da outra. Eles mesmos não se entendem”, completa.


No final de setembro de 2011, houve a assembleia para escolha de síndico e conselheiros do empreendimento que deve beneficiar 137 famílias. A previsão è época era que em meados de outubro as chaves fossem entregues. Até o fim do referido mês apenas os 25 primeiros funcionários haviam sido contemplados.  Desde o início dos trâmites do programa habitacional mudanças significativas aconteceram.


No fim de 2010 a Tenda fora incorporada pela Gafisa; já na administração do município, a então Secretária de Habitação, Ângela Amaral foi substituída por Edna Maciel, que assumiu a pasta em fevereiro de 2011, em reforma administrativa promovida pelo prefeito Evilásio Farias (PSB).

O outro lado

A reportagem não conseguiu falar com a Secretária de Habitação de Taboão da Serra, Edna Maciel. A funcionária responsável por responder pelo empreendimento voltado para os servidores, Juliana Martins, está de férias. O Jornal Na Net esteve no escritório da Construtora, na Sé, Centro de São Paulo. De acordo com informações obtidas, a Tenda esteve em reunião com a Caixa Econômica Federal na última semana.

“Discutimos a questão do piso salarial e, provavelmente, a Caixa vai levar em consideração o valor apresentado à época da assinatura do contrato de compra e venda”, disse o agente Rafael, que cogitou outra possibilidade. “Houve reajuste salarial em janeiro de 2012 e o novo piso nacional do mínimo é de R$ 622. Esta pode ser também uma solução, caso ao banco opte por usar este critério”, explicou.

13/12/2017

Taboão da Serra celebra Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), ligado à Secretaria de Assistência Social...

11/12/2017

Idosa de 76 anos desapareceu neste domingo em Taboão da Serra

Dona Ana Maria Barbosa, 76 anos,desapareceu quando estava indo para casa onde mora com a irmã e...

10/12/2017

Multidão lota Ginásio Ayrton Senna para acompanhar o Natal Nota 10

Mais uma vez uma multidão de pais e familiares de alunos compareceu ao Ginásio de Esportes...

08/12/2017

Jorge Costa inaugura Unidade de Saúde da Família no Jardim Montezano

O prefeito de Itapecerica da Serra, Jorge Costa, inaugurou na manhã dessa quinta-feira (30) a...

05/12/2017

Justiça autoriza prefeitura de Embu a voltar a cobrar taxa do lixo

Suspensa após liminar a taxa de lixo da cidade de Embu das Artes, volta a ser cobrada. A decisão...

04/12/2017

Aprovado Voto de Louvor à caminhada histórica pelo fim da violência à mulher

A Câmara Municipal de Itapecerica da Serra aprovou por unanimidade na sessão do dia 28,...

03/12/2017

Adolescente que pilotava moto e bateu em ônibus será sepultado na Saudade

O adolescente de 14 anos, conhecido como Tete, que morreu depois de bater na lateral esquerda de...

02/12/2017

Montagem da super estrutura do Embu Summer Fest começou

Texto e fotos: Assessoria de Imprensa do evento

Nesta semana, a A Luz Eventos deu início a...

01/12/2017

Família pede liberdade do carteiro de Embu preso em audiência onde testemunhava

Funcionário dos Correios de Embu das Artes há mais de 20 anos o carteiro Denivaldo Jesus de...

16/12/2017

Quadrilha de Taboão vai assaltar casa em Mairiporã e acaba com um morto, 2 preso

Quatro assaltantes que saíram de Taboão da Serra para roubar residências no município de...

15/12/2017

Receita paga hoje o último lote do ano de restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal paga hoje (15) o sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.