Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Empinar pipas próximo a rede elétrica pode causar graves acidentes

Por | 18/02/2010

pipa350.jpg

Soltar pipas próximo à rede elétrica é arriscado

A brincadeira antiga de empinar pipas continua em alta para a garotada de hoje em dia e a época de férias é sem dúvida o período em que as pipas passeiam livremente no céu, uma mais bonita que a outra. Além de proporcionar a diversão, o ato de empinar pipas pode ser perigoso quando não são tomados os cuidados necessários no preparo da mesma no local escolhido para empiná-las.

Se a criança selecionar materiais condutores de energia para a construção da pipa como linhas metálicas e rabiolas de fitas VHS ou cassetes, e empiná-las em locais impróprios, próximos à rede elétrica, a criança corre o risco de sofrer um grave acidente.

Segundo a AES Eletropaulo em 2009, ocorreram 11 acidentes com pipas, sendo dois fatais e em janeiro de 2010, já foram registrados dois acidentes. Nos últimos seis anos, dos 97 acidentes com pipas, 21 resultaram em morte.

São nas regiões periféricas da capital que a maioria dos acidentes ocorrem. Para evitar que a brincadeira acabe mal, a AES Eletropaulo orienta que as crianças e os adolescentes empinem as pipas longe da rede elétrica e que se isso não for possível se dirijam aos parques e às praças públicas para brincar com segurança. “Um acidente elétrico pode deixar seqüelas como queimaduras (de primeiro, segundo ou terceiro grau), amputação de membros e até causar a morte”, afirma Fábio Carmo, diretor de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente, da AES Eletropaulo.

A criançada além de arriscar as suas vidas empinando pipas em locais próximos a rede elétrica, usa o cerol que é o pó de vidro de cola na rabiola e esse ato oferece mais um risco: corta a camada de borracha que reveste os fios de alumínio ou de cobre, facilitando assim a transferência de corrente elétrica.

Além desse grande risco, o cerol também pode provocar acidentes com motociclistas, enfatiza a Eletropaulo. Segundo a Eletropaulo, além dos acidentes, a AES Eletropaulo também registrou no ano passado 13.943 ocorrências com pipas que causaram problemas no fornecimento de energia elétrica a maioria nos meses de janeiro e julho (2.867 e 2.329 casos, respectivamente). A Eletropaulo afirma que nos últimos seis anos, registrou 99.375 ocorrências com pipas que causaram interrupções ou problemas no fornecimento de energia elétrica.

“Os danos são provocados pelo rompimento de fios e pelo desligamento automático dos circuitos (que possuem dispositivos de segurança contra intervenção de objetos na rede). Um simples ‘lança-gato’ (pedra presa em uma linha) ou qualquer outro objeto condutor de energia elétrica, como barra de ferro, um trilho de cortina ou pedaço de madeira, pode ser fatal durante o resgate de uma pipa”, alerta o gerente de Operações da AES Eletropaulo, Fernando Mirancos.

 A AES Eletropaulo se preocupa com a segurança e a disseminação de informações para os 16,5 milhões de habitantes residentes na área de concessão da empresa e é por isso que criou um plano de segurança para a população “Esse plano tem como objetivo intensificar ações para a conscientização do público sobre os perigos da rede elétrica”, explica Fábio Carmo.

A empresa divulga essas informações através de colagem de faixas nos carros da frota e de adesivos em postes, indicando os riscos de empinar pipas e de construir próximo a rede elétrica, a distribuição de folders sobe o perigo da rede elétrica nas lojas de atendimento, uso de painéis informativos nas estações de trem, metrô e rodoviárias entre outros.

A AES Eletropaulo também realiza palestras, segundo a empresa no ano passado, foram realizadas aproximadamente 3.150 palestras sobre segurança e uso racional de energia elétrica para mais de meio milhão de pessoas. A AES Eletropaulo conta com 150 conferencistas treinados e equipados para proferir palestras em escolas, centros comunitários, igrejas, entidades, empresas e na comunidade. Para solicitar palestra, acesse o site: www.aeseletropaulo.com.br e clicar no link segurança.

11/05/2018

Após 6 meses de vigência, reforma trabalhista espera regulamentação

Meio ano após a implantação da reforma trabalhista, os resultados das mudanças ainda não são...

11/05/2018

Centro de Formação Continuada de Embu capacita 50 novos Guardas Civis

No dia 06 de Abril o Prefeito Ney Santos inaugurou as instalações do CEFECON (Centro de Formação...

11/05/2018

Em comemoração ao Dia das Mães Bom prato terá cardápio especial nesta sexta

Para comemorar o Dia das Mães que será celebrado no domingo, 13, as unidades do Bom Prato terão...

09/05/2018

Preço da cesta básica diminui em 16 capitais em abril, diz Diesse

A cesta básica diminui em 16 capitais no mês de abril, segundo dados da Pesquisa Nacional da...

08/05/2018

Vereadores e prefeito entregam título de Cidadão Taboanense ao padre Weliton

A presidente da Câmara de Taboão da Serra, Joice Silva e os vereadores Cido da Yafarma, Dr....

08/05/2018

INSS pode cancelar benefícios de mais de 118 mil segurados

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) havia convocado 152.269 brasileiros para agendar...

08/05/2018

Banda DEMARTE e TV DOC Capão fecham parceria em gravação de programa

Uma parceria entre a banda DEMARTE e a TV Doc Capão cria o programa DOC SHOW, um programa de...

06/05/2018

Itapecerica da Serra comemora 141 anos de sua emancipação

O município de Itapecerica da Serra completa no próximo dia 8 de maio, o 141º ano de sua...

21/05/2018

Pedidos de aposentadoria por telefone e internet começam hoje

A partir desta segunda-feira (21), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deixa de agendar...

21/05/2018

Ônibus desgovernado desce rua e colide em prédio da prefeitura de Taboão

Um ônibus da viação Madureira que estava estacionado nas imediações do Parque das Hortênsias...

21/05/2018

Judocas de Taboão garantem 25 medalhas na 12ª Copa Barueri

A equipe de judô da Secretaria de Esportes e Lazer de Taboão da Serra garantiu 25 medalhas na...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.